Tempo de leitura: < 1 minuto

Sofrendo intenso bombardeio da mídia, por conta de usos irregulares e inexplicáveis do dinheiro público, o Senado resolveu fazer como o marido que flagra a mulher com outro no sofá e, para vingar-se, vende o sofá.
Pois é, em vez de apurar e eliminar as falcatruas, a Mesa do Senado expediu um documento no qual informa novos e rigorosos critérios para o acesso da mídia.
A partir de agora, os pedidos de informação deverão ser encaminhados via ofício, com prazo de cinco dias para a resposta. O jornalista também deve juntar ao pedido cópia autenticada da carteira de identidade, compovante de residência, motivação detalhada da solicitação e termo de responsabilidade assinado e autenticado.
Naturalmente, quem tem c… tem medo.

3 respostas

  1. Sempre tive o Senado como um peso financero para o país. Eles não fazem nada, sõ inoperantes, e ainda farreiam com o dinheiro público. Outra, deveriam diminui o número de deputados, acho que uns 50 (cinquenta) tava de bom tamanho.

  2. Sempre tive o Senado como um peso financero para o país. Eles não fazem nada, são inoperantes, e ainda farreiam com o dinheiro público. Outra, deveriam diminuir o número de deputados, acho que uns 50 (cinquenta) tava de bom tamanho.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.