Tempo de leitura: < 1 minuto

Tamém na Ceplac, o secretário de Agricultura da Bahia, Roberto Muniz, disse que o FNE Verde é um grande avanço, pois permite a todos os produtores quitar as dívidas num prazo maior, com oito anos de carência e doze parapagamento. Muniz, no entanto, defende a ampliação do número de produtores beneficiados, dos atuais 8.500 para 13 mil.
“Temos que abranger um numero maior de produtores e não limitar o sul da Bahia apenas à produção de cacau, mas partir para projetos de diversificação, como dendê, seringueira, flores, frutas e a agroindústria”, afirmou.
 
O secretário admite que o PAC do Cacau deve ser aprimorado, no sentido de
definir novos parâmetros sobre os descontos no total dos débitos e a
situação dos produtores que tem dívidas no PESA. “Isso está sendo
feito pelo Governo da Bahia, através da Seagri, numa articulação com
o Governo Federal”.
 
Muniz disse ainda que o PAC do Cacau vai inserir o sul da
Bahia nesse novo contexto de desenvolvimento, que inclui o Porto Sul e
a Ferrovia Oeste-Leste.

2 respostas

  1. No final desta notícia, ao se cogitar em contarmos com supostas obras, que sequer saíram do papel, atrasos em cronogramas de execução, alocação de recursos, crises mundiais, das quais infelizmente ninguém está livre, adicionaram-se diversos fatores complicadores, o que dificulta sobremaneira “a movimentação das engrenagens”, que raramente são “azeitadas”, …!!!
    Sendo assim, eu já comecei a repensar os prazos, pois, ao invés de 8 a 10 anos para recuperação da região, baseados apenas nas pesquisas e no refinanciamento das dívidas dos produtores, como está escrito na notícia anterior, é prudente multiplicarmos os prazos, no mínimo, por dez, para sermos – digamos – razoáveis, …!!!
    Talvez nossos netos alcancem o que se pretende, …!!!

  2. NADA QUE O GOVERNO PT ,FAÇA PELA BAHIA OS VICIADOS A ESCRAVIDAO IMPLANTADO PELO CARLISMO E UMA DOENÇA MENTAL E ESPIRITUAL
    MAIS DEUS É MAIS QUE ESTE CANCER
    DEUS FARÁ O IMPOSSIVEL

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.