Tempo de leitura: < 1 minuto

Um fato inusitado aconteceu no início do cortejo de políticos presentes aos festejos do 2 de Julho em Salvador.

O prefeito João Henrique, acompanhado do ministro Geddel Vieira Lima, levou uma sonora vaia dos servidores públicos municipais.

O presidente do PMDB Lúcio Vieira Lima, munido de uma possante vuvuzela (aquele corneta infernal usada pela torcida da África do Sul na Copa das Confederações), tentou fazer barulho para abafar as vaias, provocando risos dos presentes.

De farofeiro a corneteiro, esse Lúcio ainda acaba no CQC.

0 resposta

  1. Lembrai-vos!
    Este Lúcio,da estirpe Vieira Lima, é o mesmo que mandou, em Itabuna, as mulheres irem dirigir seus fogões, pois ele acha que é para coisas menores que servem as mulheres.

    Já pensaram, este senhor no alto escalão do governo, com o irmão no comando?
    Ai, ai…

  2. Lembrai-vos!
    Este Lúcio,da estirpe Vieira Lima, é o mesmo que mandou, em Itabuna, as mulheres irem dirigir seus fogões, pois ele acha que é para coisas menores que servem as mulheres.

    Já pensaram, este senhor no alto escalão do governo, com o irmão no comando?
    Ai, ai… [2x]

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.