Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Política Etc

Não é apenas o viveiro de mudas da Biofábrica em Itamaraju que está abandonado. Segundo reportagem publicada nesta quarta (24) no jornal A Tarde, o mato cresce à vontade em vinte viveiros situados em Arataca, Buerarema, Camacã, Canavieiras, Coaraci, Eunápolis, Gandu, Ibicaraí, Ibirataia, Ipiaú, Itajuípe, Itamaraju, Jussari, Mascote, Mutuípe, Pau-Brasil, Santa Luzia, Ubaitaba, Ubatã e Una.

O atual diretor-presidente da Biofábrica, Henrique Almeida, diz que faltou financiamento para a continuidade do projeto, que já consumiu R$ 2.270.100,00 em recursos públicos. O ex-diretor, Moacir Smith Lima, que comandou a Biofábrica até o final do ano passado, foi procurado durante três dias pelos repórteres do jornal, que não o encontraram.

8 respostas

  1. Henrique Almeida não pode nem comentar sobre isso que ele não sabe de nada,hoje dois carros que são usados pele instituto foram comprados com esse recurso,os viveiros descentralizados funcionavam melhor que o de banco do pedro pois atendia as nescessidades da região.
    como pode um presidente de apc do sul da bahia priorizar vendas para o espirito santo e ainda ficar atras de lula para isenta-los dos debitos isso é ridiculo, pergunte quantas mudas de cacau foi vendido em 2009/2010 e quantos pés de cacau ele plantou nessa mesma epoca.

  2. Indignação total! Não posso acreditar que os políticos permitiram que fossem gastos mais de 2 milhões de reais dos bolsos dos contribuintes para depois transformarem tudo num matagal! E por causa disso que a Bahia e o Nordeste do Brasil estão atrasados, com desemprego alto e milhões de problemas: falta seriedade dessa gente do governo trata o dinheiro público com um completo descaso.

  3. É com muita tristeza que eu vejo essa nova fase do sul da Bahia: decadente, pobre, e cada vez mais distante do que um dia já foi a prospera região do cacau. O governo abandonou os produtores e, nos poucos projetos que ainda realiza, mostra um abandono total como nos viveiros de cacau que custaram milhões. Um governo está dilapidando a tradição que a Bahia tem de plantação de cacau e contribuindo para o fim da cultur5a cacaueira.

  4. Por que não cuidar do que interessa? Por que deixar a economia do Sul Baiano, antes tão forte, continuar caindo? Foram feitas tantas promessas para a região e hoje o que vemos é um governo que cruza os braços. Não dá para continuar apostando em Wagner….

  5. O PT assumiu dizendo que ia mudar a forma de fazer política e a forma de gerir a máquina pública. O que estamos vendo é o mesmo descaso de sempre. Milhões jogados na latrina enquanto os produtores de cacau sofrem sem conseguir pagar as suas dividas. Vergonha.

  6. Na hora de fazer propaganda na TV e pagar publicitários, não falta dinheiro. Mas quando precisa desenvolver um programa sério, de incentivo à agropecuária e ao cacau, cultura tradicional da região, a grana some. O governo do estado da Bahia está longe de ser sério> Vai ver a grana foi parar nas meias dessa PTralha que o Wagner colocou no governo.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.