Tempo de leitura: < 1 minuto
Marcondes, auxiliado pela esposa, leva 30 minutos para atravessar avenida (Foto Luiz Tito).

No prolongamento da avenida Inácio Tosta Filho, centro de Itabuna, um grande exemplo da total falta de respeito no trânsito: o casal Marcondes Carvalho e Josefa Maria Santos tenta atravessar a avenida, em frente à FTC/Itabuna, utilizando a faixa de pedestre.

Mesmo Marcondes sendo deficiente visual, ele e a esposa levaram cerca de 30 minutos para conseguir atravessar a avenida. Segundo Marcondes, que é morador em Salvador, esse comportamento também é bastante comum na capital baiana.

Autor do flagrante de desrespeito no trânsito itabunense, o fotógrafo Luiz Tito assim resumiu a cena: “total falta de respeito. É o lado humano cada vez mais esquecido”. A travessia só foi possível após a ajuda de um motorista de ônibus da Rota, informa Tito.

19 respostas

  1. Um absurdo infelizmente muito comum no trânsito de qq cidade do Brasil. Aí mesmo nas proximidades da FTC já vi cenas em que alguns motoristas gentilmente paravam para dar passagem aos pedestres enquanto outros mais “afobados”passavm direto, sem se importar em assumir o risco de atropelar alguém.

  2. Existe uma pressa indecente, estúpida e desnecessária da maioria das pessoas. Essa luta desenfreada e absurda, cada um querendo chegar mais rápido do que os outros, passar por cima dos outros, essa disputa predatória está nos levando de volta à época das cavernas. Estamos nos tornando símios piorados.

  3. De vez em quando me vejo em apuros no trânsito de Ilhéus quando estou ao volante.

    Ontem mesmo isso aconteceu. Numa via de mão dupla, uma senhora e uma criança aguardavam na faixa. Parei o meu veículo. E o que aconteceu?

    1º – Os motoristas que vinham em sentido contrário ignoraram.
    2º – Continuei parado um pouco mais e houve um espaço razoável no movimento de carros que vinham do sentido contrário.
    3º – Mesmo assim, os pedestres não atravessaram. Provavelmente porque não estão habituados a esse tipo de atitude.

  4. País subdesenvolvido é foda, seu Pimenta. Idiotas quando entram em um carro esquecem que também são pedestres.

    Pensam que as ruas pertencem aos carros, esquecem que as máquinas são construídas por homens, e a ele devem obediência. Mas terminam sendo subjugados pela força simbólica que esses objetos-fetiches adquirem.

    Sentem-se superiores, quando na verdade são uns pobres-diabos escravos da pressa, da ostentação e indiferença.

  5. Quando a via é de mão única eu fico receoso de parar e pedir que alguém atravesse.

    Já aconteceu de outro veículo fazer a ultrapassagem (às vezes pelo lado direito) e colocar em risco o pedestre.

    Mesmo quando a gente sinaliza pedindo para o motorista que vem atrás parar, a situação fica complicada.

    Ainda sobre trânsito.
    Aqui em Ilhéus, estou prevendo que brevemente poderemos ter um acidente grave envolvendo motociclistas. Tudo pela insistência deles em ultrapassar os carros pelo lado direito, entre o veículo e o meio-fio. O perigo é grande, uma vez que o retrovisor só é usado pelo motorista quando trafegando em ruas com mais de uma faixa e este deseja ir para a da direita. Um exemplo: a Cinquentenário em Itabuna.
    Para estacionar ou dobrar a direita, já estando na faixa da direita, o motorista não olha para o retrovisor do lado direito. E nem precisa, pois, pelas normas do trânsito, nenhum veículo poderá estar ultrapassando por aquele espaço.

  6. os blogs em geral, poderia intensificar mais reportagens com relação ao desrespeito dos que se dizem condutores, que não passam de meros motoristas. Pois a cidade esta toda pitada de faixa de pedestre, desculpas não tem mais.

  7. Exagero é seu comentário ESTÚPIDO, Comunicator!

    Você deve ser um que NÃO respeita os pedestres!!!!

    Isso é falta de educação e falta de uma política de trânsito!!

    CAOS total na cidade!!!

    Em vários pontos da cidade poderiam, SIM, ser construidos PASSARELAS, mas quem da prefeitura ou qual vereador pensará nesse absurdo?

    Sabe qual a diferença de ITABUNA para Itajuípe? NENHUMA!!! As duas continuaram pequenas!!!

    ITABUNA, uma cidade sem planejamento, sem infraestrutura e sem BASE para o desenvolvimento!

    O TRÃNSITO ESTÁ UM CAOS E O PROJETO DA AVENIDA CINQUENTENÁRIO É ENCURTAR A VIA…

    VOU REPETIR: A CINQUENTENÁRIO, AO INVÉS DE ALARGAR, PARA DESAFOGAR O TRANSITO NO CENTRO, DEVIDO O FLUXO DE CARROS, O PROJETO É ESTREITAR A AVENIDA!!!

    Como essas “cabeças pensantes” querem governar uma cidade????

    Quem APOIA um projeto desse NÃO pensa ITABUNA como uma cidade GRANDE!

    As nossas ruas e avenidas já não suportam TANTOS carros, imaginem aí ESTREITANDO-AS, principalmente a Cinquentenário!!

  8. Para se sair do Banco Raso entrando na rotula da ponte do São Caetano esperando alguem parar para da passagem ja fiquei 25 minutos,e os agentes da PMI dentro de um carro do transito na sombra de uma arvore olhando,sem tomar nenhuma providencia.Enquanto isso na av. do cinquentenário ficam varios agentes de caneta na mão multando.O negôcio é fazer caixa.Nos do Banco Raso precisamos de uma solução para esta saida.ACORDA AZEVEDO!

  9. Não tenho duvidas que o nosso transito de Itabuna esta beirando ao caos,principalmente depois de dar poder a esses guardinhas da prefeitura que não resolvem nada,e que só servem para extrair multas exorbitantes que são recolhidas para a prefeitura.Não tem treinamento adequado para se comportarem como tal.Infelizmente quem sofre tudo isso calado é o pobre do pedestre e os deficientes.

  10. Eu por várias vezes quase fui atropelada nesse trecho. E quando vc fica na faixa e alguém acha que vc está errado ainda leva “bronca”.

  11. Com certeza quem fala que é um absurdo dizer 30 min não convive com o caos da falta de educação dos pessoas, pedestres, motoristas de um modo geral… Essa pessoa é além de pedestre, deficiente visual…
    Com ceretza nunca fechou os olhos e tentou atravessar uma rua… Faça um teste!!!

  12. A maioria dos motoristas aqui em Itabuna é muito mal-educada, se fossem com eles ou com seus entes, estariam falando que não são assim. O dever do motorista quando o pedestre coloca o pé na faixa é de parar e dar passagem. Isso não é falta de aula na auto escola, mas sim de caráter e educação de casa.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.