Tempo de leitura: 2 minutos

Ensinamentos da ciência:

1. Água e óleo não se misturam.

2. Para toda ação, há sempre uma reação.

Maria Luzia diz que desiste da candidatura

Após a aliança do PMDB com o PR, pré-candidatos às eleições parlamentares que integram partidos da base peemedebista resolveram mostrar toda a sua insatisfação. O clima é, para dizer o mínimo, de revolta em partidos como PSC e PTB, os quais Geddel Vieira Lima apresentou como moeda para atrair os republicanos.

Sentindo que foram usados, vários políticos – alguns já detentores de mandato – resolveram botar a boca no mundo. O protesto mais veemente – e surpreendente – foi o da deputada estadual e primeira-dama de Salvador, Maria Luiza Carneiro.

Recentemente, Maria Luiza saiu do PMDB para o PSC, partido no qual pretendia disputar o mandato de deputada federal. Não mais!

Com a chegada do PR, a turma do PSC entendeu que vai acabar como garçom de churrascaria. Ou seja, servindo enquanto os outros comem.

Disse Maria Luiza: “Por convicção pessoal, não pertenço ao grupo de apoio à candidatura do ex-ministro Geddel Vieira Lima. E sei que isso já me custaria a perda da legenda partidária”.

Observando a cena de longe, mas com grande interesse, o PT espera o mar pegar fogo para comer peixe assado. Os petistas estão divididos entre os que desejam resgatar logo o PSC dessa crise e os que preferem deixar o imbróglio aumentar e só estender a mão aos revoltosos quando a situação se complicar ainda mais.

Tudo depende da forma como cada um interpreta Maquiavel…

8 respostas

  1. E Geddel ia pra essa aliança de graça?

    É óbvio que ele vai utilizar os partidos menores coligados com ele e o César Borges pra servirem o churrasco suculento, enquanto eles saboreiam deliciosamente.

    Herdou de quem essa forma de fazer política?

    Quem adivinhar ganha um realzinho!!! rsrsrssr

  2. Oh, Seu Pimenta, não são os revoltosos que vão segurar na mão estendida pelo PT, não. Serão os náufragos dessa barca furada de Geddel que irão correr pro remanso da candidatura de Jaques Wagner.

  3. Prevejo que os nanicos vão pular fora dessa barca furada! As chances deles elegerem alguém são mínimas.

    Até para gente do PMDB que já ocupa cargo eletivo a situação ficará crítica. Borges e os integrantes do PR não são bobos. Queriam uma escadinha. Como o PT não aceitou suas condições, se bandeou para outra praça.

    Nessa situação, Ilhéus não deverá eleger nenhum deputado, nem estadual nem federal, uma vez que os atuais estão nessa coligação da morte – por enquanto.

  4. Kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Se essa não for mais uma daquelas postagens tipo aquela que saiu no último sábado quandos eu pimenta estava “gozando da cara” do grande líder Geddel???Lembra? mas ía no domingo foi pego de surpresa!

    mas o importante é que nesse momento os petistas estão mais preocupados em juntas os cacos que restou dessa famigerada luta para convencer Borges a acompanhar o Wagareza!

    Bem que querem que sobre alguma coisa pra eles, mas vai demoraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaarrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrrr!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  5. E o que dizer dos partidos nanicos da base aliada de Vagner? Os partidos de aluguel? Será que eles estão apaixonados pelo programa de governo do pt? Tenha santa paciência! Ô seu muqueca, deixa a paixão de lado e fique observando os aloprados se esfalelarem. Puxa saquismo tem limites!

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.