Tempo de leitura: < 1 minuto

O machismo gramatical, a “masculinização” de Deus, a rima como pecado contra o estilo e um homeopedeuto (assim mesmo!) do padre Antônio Vieira são temas áridos tratados com muita leveza no Universo Paralelo desta semana.

Ousarme Citoaian também faz referência a Carlos Heitor Cony, Lêdo Ivo, Otto Maria Carpeaux, Ruy Castro e Josué Montello, autores selecionados por Heloísa Seixas para o livro As obras-primas que poucos leram. No vídeo, Sarah Vaughan, é claro.

Enquanto aguarda a edição do próximo sábado, clique aqui.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.