Tempo de leitura: 2 minutos
Pinheiro tem a preferência de Wagner para a disputa ao Senado

Estimulado por uma minoria dentro do PT, o ex-governador Waldir Pires insiste na realização de prévias no partido para a escolha do candidato ao Senado. Waldir segue na contramão de um consenso que vai se formando em torno da indicação do deputado federal Walter Pinheiro para a vaga.

Nesta terça-feira (14), Pinheiro se reuniu com a bancada estadual do PT, no restaurante Barbacoa, para agradecer o apoio unânime dos representantes petistas na Assembleia. Também participaram do almoço o prefeito de Camaçari e coordenador da campanha de Jaques Wagner, Luís Caetano, e o ex-deputado federal Josias Gomes.

Segundo informações, o presidente da executiva estadual do PT, Jonas Paulo, encontrou-se com os deputados estaduais antes do almoço e teria reconhecido que a candidatura de Pinheiro é irreversível. Jonas, porém, não esteve no Barbacoa, talvez em virtude de ter sido um dos maiores incentivadores da indicação de Waldir.

Blogs de Salvador publicaram, esta noite, nota em que se atribui a simpatizantes da candidatura do ex-governador a intenção de exigir prévias. Pinheiro recusa a ideia, por acreditar que, em função das circunstâncias, seria um processo desgastante para o partido. Waldir diz que não desiste e cobra a consulta aos militantes.

Em meio a toda essa polêmica, o PT se prepara para realizar seu encontro estadual, neste fim de semana, em Salvador. O nome do indicado para a disputa ao Senado promete centralizar as atenções.