Tempo de leitura: 2 minutos

Alex e Anderson foram condenados; José Américo aguarda júri (Fotomontagem A Região).

O júri dos acusados de matar três mulheres e duas crianças há três anos em um sítio no município de Itajuípe durou mais de 12 horas e acabou em condenação dos réus.
A maior pena foi aplicada a Anderson Gonçalves dos Reis, ‘amigo’ das vítimas: 102 anos e quatro meses de prisão. Alex de Paula Silva levou pena de cem anos e oito meses de xilindró.
O julgamento ocorreu no fórum da Comarca de Itajuípe, presidido pela juíza Emanuele Leite Vita. José Américo Duarte, ex-funcionário da Petrobras, é acusado de ser o mandante dos crimes e irá a júri no próximo dia 15 de setembro. Ele nega relação com a chacina.
Os dois primeiros condenados na chacina tentaram negar as autorias das mortes de Ediane Duarte e o José Américo Júnior, as amigas Geiza Silva Santos e Leidilaura Santos e Pedro Henrique Cruz, filho de Geiza. José Américo e Pedro Henrique tinham, respectivamente, 5 e 3 anos de idade quando foram estrangulados e jogados num tonel cheio d´água.
O Tribunal do Júri apontou divergências nas versões apresentadas pelos dois acusados e optou pelas condenações de ambos. Os dois homens teriam usado revólver, sacos, facas e enxadetes para matar as vítimas.
Anderson e Alex apontam José Américo como mandante dos crimes. A versão dos dois é de que José Américo estaria sendo chantageado pela amante Ediane Duarte. Ela saberia de supostos desvios e roubos praticados pelo acusado na companhia petrolífera Petrobras em Itabuna.

9 respostas

  1. você devia tomar vergonha na cara e rever os seus conseitos sxunda, porque o delegado pode até ser corrupto mais um caso como esse uma chacina dessas envolvendo até crianças inocentes devia pegar mais anos, você escreveu isso porque não foi sua familia quem mataram, reveja seus conceitos

  2. Exelente investigação policial coordenada pelo Dr Nelis e sua grande equipe de policiais na elucidação desta chacina colocando estes facÌnoras em tempo recorde os mesmos na cadeia. Sem deixar falhas no inquérito para facilitar a solturas dos indiciados . Qeu o divino São Jorge proteja o senhor e todos policiais que participaram desta investigação.Parabens a todo corpo de jurado da comarca de Itajuipe.

  3. Essa versão de Roubos e desvios da Petrobrás já foi descartada pelo próprio Ministério Público.Jose Américo era técnico da Petrobrás( fazia inspeção nos dutos).Nunca trabalhou em setor financeiro.Basta ler as Alegações Finais do MP que manteve apenas a acusação relacionada a questão da Paternidade.
    Muita coisa noticiada na imprensa já foi descartada durante o processo.Estão bebendo na fonte do inquérito policial onde foram plantadas várias mentiras e não é fonte de processo Penal.( Inquérito é peça de investigação que dá base a denúncia que é modificada no decorrer do processo porque neste existe o contraditório)
    1- Cadê as ligações telefônicas entre José Américo e outros Réus?
    2- Cadê a Arma que Anderson disse ter recebido de José Américo? Consta no processo a Arma do menor chamado Cicinho que entregou ao próprio Anderson.
    3- O delegado que hoje está preso ainda mente no seu relatório de indiciamento dizendo que José Américo esteve na sexta-feira antes do crime para fazer levantamento das pessoas no local.Mas omite que Anderson e Alex estiveram na Quinta-feira e foram embora na Sexta-Feira conforme consta nos depoimentos e também no rastreamento das ligações telefônicas.
    Mente também quando relata que Anderson liga para José Américo após o crime e este manda simular um assalto , roubando os móveis.Quem contratou o carrego foi Luciana , a irmã de Alex e a própria efetuou o pagemento na quinta-feira , dois dias antes do crime.
    Não existe arma de José Américo
    não existe promessa de pagamento
    nâo existe pagamento
    não existe currículum na Petrobrás
    Não existem ligações telefonicas
    não existem motivos
    Não existe Viva-voz – O aparelho apreendido não possui tal função.
    Anderson nunca estudou na FTC
    Anderson foi demitido da Petrobrás pelo próprio Américo.
    E o MP vai ter que explicar porque Anderson e Alex foram interrogados 6 vezes durante o processo.E cada interrogatório era apresentada uma versão diferente.
    Que os assassinos eram :
    1- Motoqueiros
    2- Motorista
    3- Jardineiro
    4- Rapazes da Petrobrás
    5- Negam tudo -inclusive afirmando que inventaram a história de promessa de emprego e promessa de dinheiro , chegando a dizer que eram invenções de sua cabeça.
    6- Já no interrogatório do Jurí fizeram um balaio colocaram todo mundo -Motoqueiros , motorista , rapazes da Petrobrás e negaram a participação.( Por isso o promotor achou o caso complexo e resolveu desmembrar o jurí- Tanta Estória sem lastro probatório algum.)
    JOSÉ AMÉRICO NOS 3 ANOS E MEIO DE PROCESSO SÓ FOI OUVIDO APENAS UMA VEZ.PODEM PEGAR O INTERROGATÓRIO NA POLICIA E O INTERROGATÓRIO NA JUSTIÇA(processo) – NÃO EXISTEM CONTRADIÇÕES!!
    INCLUSIVE JUNTOU PROVAS QUE ESTAVA VIAJANDO DURANTE A SEMANA ANTERIOR AO CRIME.( O RESTREAMENTO DO CELULAR PROVA ISSO)
    ESTAVA VIAJANDO NO DIA DO CRIME( CONTA DE HOTEL E RASTREAMENTO DE CELULAR PROVAM ISSO).
    SEM CONTAR QUE NÃO ORIGINOU/NEM RECEBEU LIGAÇÕES DOS OUTROS RÉUS ANTES OU DEPOIS DO CRIME.
    SÃO 3 MESES DE QUEBRA DE SIGILO TELEFÔNICO – NENHUMA LIGAÇÃO ENCONTRADA – ZERO
    JOSÉ AMÉRICO É INOCENTE !! NO DIA DO JURÍ AS PESSOAS VÃO CONHECER O PROCESSO , AS ARMAÇÕES QUE FORAM FEITAS PARA PREJUDICAR UM INOCENTE.MESMO ASSIM,NÃO EXISTE UMA PROVA CONTRA JOSÉ AMÉRICO.
    A JUSTIÇA JÁ FOI FEITA CONTRA OS 2 ASSASSINOS.

  4. Apesar de condenados,para min não é o suficiente.Lógico que nenhuma pena trará as vítimas destes marginais de volta.O fato é que não me conformo com este código penal vigente,que permite que se condene a 102 anos de prisão,sendo que o máximo permitido é 30 anos.Isto sem contar os inúmeros benefícios que estes mostros terão,como progressão de regime,indultos incontáveis,enfim.O que me consola é crer que se a justiça dos homens é falha(principalmente no Brasil),tenho certeza que a justiça divina será feita…

  5. Tem coisa que nem merece comentário! As pessoas assassinando os assassinados com sua solidariedade aos matadores!
    Se não foram eles, porque seus advogados não apresentaram os culpados? Eles são tão HÁBEIS…!!!

  6. A investigação igual ao caso cotrim ?? José Américo foi vítima de extorsão e isso vai ser provado. O delegado bandido está preso.

  7. Resposta a força de reação em cadeia O delegado não foi designado pra investigar o homicídio contra o caso Cotrin. Se o José Americo foi vitima de extorção isto partiu de algun Adv porta de xadrex que é defensor da maioria de traficante locais .O delegado esta custodiado, mais é um ser humano e não um descalcificado como F.R em cadeia.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.