Tempo de leitura: 2 minutos
Josefina, Ângela e Dra. Sandra foram reeleitas (Montagem Pimenta).

O número de mulheres eleitas prefeitas em municípios da região sul, incluindo o baixo-sul, saltou de cinco para 14 no comparativo de 2008 e 2012.

Cinco prefeitas da Região Cacaueira sul-baiana disputaram reeleição e três acabaram reconduzidas: Dra. Sandra (DEM), de Floresta Azul, Ângela Castro (PP), de Camacan, e Josefina Castro (PT), de Coaraci.

As prefeitas Neone Cordeiro (PP), de Jussari, e Ioná Queiroz (PT), de Camamu, não obtiveram êxito. Ioná comandou o município por quase todo o mandato, mas foi “ejetada” pela Justiça Eleitoral no início deste ano. Outra mulher foi eleita prefeita, Emiliana de Zequinha da Mata (PP). Em Jussari, foi eleito Valnio Muniz (PT).

A participação das mulheres nas prefeituras regionais teve aumento de 180%, mas em vários casos a eleita substituiu, de última hora, o candidato – geralmente o esposo ou pai da eleita, a exemplo de Almadina, onde Valtencir ficou impedido de disputar e colocou a esposa, Gleide de Val. Confira a relação:

Almadina – Gleide de Val (PSD)
Aurelino Leal – Liu Andrade (PP)
Barra do Rocha – Vera (PSC)
Barro Preto – Jaqueline Mota (PT)
Camacan – Ângela Castro (PP)
Camamu – Emiliana de Zequinha da Mata (PP)
Coaraci – Josefina Castro (PT)
Uruçuca – Fernanda Silva (PT)
Itajuípe – Gilka Badaró (PSB)
Floresta Azul – Dra. Sandra (DEM)
Maraú – Gracinha (PP)
Valença – Jucélia Nascimento (PTN)
Ubatã – Simeia de Expedito (PSB)
Una – Diane (PSD)

18 respostas

  1. Pois é meu caro Pimenta e demais, as mulheres tão mesmo botando pra quebrar, fato curioso aconteceu lá no extremo sul, lembram-se do clone de Geraldo Simões daquelas bandas? quem pensou no deputado Janio Natal acertou, o cabra levou duas porradas de uma só vez, e o mais curioso que foram duas mulheres que deram, o tal deputado se achando o manda chuva da região queria botar na prefeitura de Belmonte o irmão, e se eleger em Porto Seguro, aí não deu outra, perdeu pra duas mulheres, não adiantou nada aquelas patacoadas de tantas fotos com ministros pra fazer isso e aquilo e o tal governo federal profisório em Porto no periódo do descobrimento, pois é, aos poucos os bestas tão deixando de serem manipulados.

  2. Isso faz parte de um novo mundo, um mundo menos machista, um mundo onde as mulheres tem tido vez e voz, dou graças por viver no século XXI e ver essa revolução no cenário político do Sul da Bahia antes coronelista. Parabéns a estas e que façam um bom governo.
    Observação: Itabuna e Ilhéus perderam muito por não optarem assim.

  3. Os exemplos de mulheres à frente das administrações municipais não tem sido bons. As eleitas na região foram comandadas por maridos, filhos ou irmãos. Façam um retrospecto dos fatos (não quero citar nomes). E vamos observar essas administrações.

  4. Engreçado, algumas mulheres tem uns nomes interessantes, parecem mercadoria de alguem, ex: Gleide de Val (ela pertence a Val?); Emiliana de Zequinha da Mata (ela pertence a Zequinha, que por sua vez, pertence a Mata; é muito peretencimento); e Simeia de Expedito (se simeia for bonita, expedito tá armado. caso contrário, não é muito lucro pra ele não). kkkk. brincadeiras a parte, isso me parece que estes caras não puderam se candidatar por serem ficha-suja, e então indicaram as mulheres.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.