Augusto decreta estado de calamidade pública
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito de Itabuna,  Augusto Castro (PSD), decretou, nesta quarta-feira (10), estado de calamidade pública por causa da pandemia do novo coronavírus.  Com validade de 180 dias,  o Decreto 14.331 foi publicado na página 46 do Diário Oficial do Município.

Pela decisão do prefeito de Itabuna, os órgãos e entidades da administração pública municipal adotarão as medidas necessárias ao enfrentamento do estado de calamidade pública. A medida libera a administração municipal para contratar serviços e comprar produtos, sem a necessidade de licitação.

CASOS DE COVID-19

Itabuna contabiliza, desde o início da pandemia, 24.474 casos de novo coronavírus, sendo que 23.541 pessoas estão recuperadas. Há 489 casos ativos (pessoas doentes). São 444 óbitos causados pela Covid-19 .

O município tem ainda 25 pacientes em estado grave internados em leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 34 estão em leitos clínicos (enfermaria), conforme dados divulgados hoje pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), no boletim epidemiológico. Atualizado às 7h23min.

IBGE abre novos processos seletivos
Tempo de leitura: 2 minutos

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) publicou, nesta quarta-feira (10), mais quatro editais para contratar temporariamente 6,5 mil pessoas para as pesquisas do Instituto. Há oportunidades em todos os estados do país e em mais de 500 municípios. Na Bahia, são 340 vagas.

A contratação será feita por meio de Processo Seletivo Simplificado (PSS) e consiste em uma prova objetiva de 60 questões de múltipla escolha envolvendo conhecimentos gerais e específicos. As inscrições começaram hoje nos sites do Cebraspe e do IBFC, bancas organizadoras pelos processos.

São oferecidas 5.623 vagas para Agente de Pesquisas e Mapeamento, 552 para Supervisor de Coleta e Qualidade, 300 para Agente de Pesquisas por Telefone e 25 para Supervisor de Pesquisas, sendo as duas últimas funções apenas para o município do Rio de Janeiro (RJ). Essas oportunidades são para trabalhar nas pesquisas que constam no calendário de divulgação mensal do IBGE.

REMUNERAÇÕES

Para concorrer à função de Supervisor de Pesquisas, com remuneração de R$ 5.100,00, o candidato deve ter ensino superior completo. Para as demais funções, é exigido o ensino médio completo e a remuneração varia de R$ 1.345,00 a R$ 3.100,00. Para Agente de Pesquisas por Telefone, além do nível médio, o candidato deve ter experiência comprovada de pelo menos um ano em teleatendimento/telemarketing.

As vagas são temporárias e os contratos terão duração de até um ano, podendo esse prazo ser prorrogado, desde que o prazo total não ultrapasse três anos, de acordo com as necessidades do IBGE e a disponibilidade orçamentária. O contratado será avaliado mensalmente nos primeiros três meses e nos últimos três meses de contrato. Veja em leia mais onde estão as demais vagas.

Leia Mais

Acusado de espancar ex-companheira é preso novamente
Tempo de leitura: < 1 minuto

Foi levado para o Presídio Regional Ariston Cardoso, em Ilhéus, um homem acusado de agressão contra ex-companheiras e ameaçar uma delas. Carlos Samuel Freitas Costa Filho foi preso, mais uma vez, na manhã desta quarta-feira (10), no Condomínio Morada do Porto, no Banco da Vitoria.

Carlos Samuel foi detido por policiais da 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/ Ilhéus), após ameaçar de morte uma das ex-namoradas. Ele já respondia em liberdade a outros dois processos por outros crimes contra a mulher.

De acordo com o titular da 7ª Coorpin, delegado Evy Paternostro, o homem começou a ameaçar a nova vítima no mesmo dia em que saiu da prisão, após ser liberado para responder em liberdade. “Ele tentou reatar um antigo relacionamento e, com a recusa da mulher, começou a ameaçá-la”, detalhou o delegado.

CONDENAÇÕES

Evy Paternostro disse que o acusado já tem duas condenações, em 2015 e outra em 2020, por violência contra a mulher. Com essa última prisão, ele já tem 11 entradas pela polícia por diversos crimes, porém inquéritos anteriores não avançaram, após recusa das vítimas em denunciarem ou comparecerem à delegacia. O homem também já foi capturado em flagrante por agredir a própria mãe, mas acabou liberado para responder em liberdade, segundo a polícia.

Em um vídeo que viralizou nas redes sociais em outubro de 2020, o homem aparece desferindo vários golpes contra o rosto e a cabeça da ex-companheira ao se recusar a aceitar o fim do relacionamento. Ele foi preso, mas acabou solto por determinação do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA).

A Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) de Ilhéus investigou o caso, solicitou a prisão, no entanto, tempos depois, ele foi liberado para aguardar recurso em liberdade.

Promovido pela Câmara de Vereadores, debate está marcado para a tarde da próxima quarta-feira (17)
Tempo de leitura: < 1 minuto

Na próxima quarta-feira (17), a Câmara de Vereadores de Ilhéus vai promover audiência pública, pela internet, para discutir os problemas do transporte coletivo no município. Marcado para as 16 horas, com transmissão ao vivo, o debate terá a participação de autoridades públicas e representantes da sociedade civil organizada.

Presidente da Comissão de Transportes da Câmara e idealizador da audiência, o vereador Augusto Cardoso, Augustão (PT), critica as concessionárias do serviço pela quantidade reduzida de ônibus em circulação.

Há seis meses, em setembro de 2020, o prefeito Mário Alexandre (PSD) determinou que toda a frota estivesse nas ruas. As empresas alegam dificuldades financeiras para cumprir a determinação por causa dos prejuízos acumulados ao longo da pandemia de Covid-19.

“As empresas não cumprem a determinação e estão negligentes ao não cumprirem o decreto que determina o retorno total do sistema”, afirma Augusto, assegurando que o resultado pode ser visto em ônibus circulando lotados, o que aumenta as oportunidades de disseminação do novo coronavírus.

Em entrevista, Nazal avalia a possibilidade da saída de Inema e Pimenteira dos limites territoriais de Ilhéus - ideia aventada pelo prefeito - como sinal de desprezo
Tempo de leitura: 4 minutos

O ex-vice-prefeito José Nazal (Rede) avalia que o prefeito Mário Alexandre, Marão (PSD), trata Inema e Pimenteira como se esses distritos, situados longe da sede do município, fossem um estorvo para a administração de Ilhéus.

Emitiu a opinião ao comentar notícia, veiculada pelo Jornal do Radialista, de que o prefeito levantou a possibilidade de doar Inema e Pimenteira aos municípios de Coaraci e Itajuípe, respectivamente.

Nazal concedeu entrevista ao PIMENTA e fez uma retrospectiva do período à frente da extinta Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Sustentável (Seplandes), entre janeiro de 2017 e 30 abril de 2018, quando rompeu a aliança política com Mário Alexandre.

Numa manifestação rara feita à época, o Ministério Público do Estado da Bahia, por meio do promotor de Justiça Paulo Eduardo Sampaio Figueiredo, afirmou que a saída do então vice-prefeito da secretaria provocou “grande sentimento de perda“. A nota pública da 11ª Promotoria de Justiça de Ilhéus reservou a mesma deferência ao ex-superintendente de Meio Ambiente, o jornalista Emílio Gusmão, que deixou o governo junto com Nazal.

Com 64 anos, Nazal é fotógrafo, memorialista e atua há quatro décadas na vida pública da terra que conhece como poucos. É dele o livro Minha Ilhéus, que percorre a memória da cidade com fotografias produzidas ao longo do século passado.

Questionado sobre os desafios de Ilhéus para melhorar a qualidade de vida da sua população, apontou as grandes tarefas que o município precisa executar na área de planejamento urbano, mas preferiu não estabelecer hierarquia entre elas.

No fim da entrevista, também avaliou o desempenho das três esferas de governo na gestão da pandemia de Covid-19. Leia.

BLOG PIMENTA – Como avalia o período à frente da Seplandes?

José Nazal Pacheco Soub – Nós conseguimos impor um ritmo satisfatório, respeitando as decisões do Conselho do Meio Ambiente. Não tentamos controlar o conselho. A gente fez a limpeza de totens pela Avenida e outdoors das ruas. Aplicamos critérios técnicos na análise dos projetos. Às vezes a pessoa dizia: “Você está atrapalhando”. Atrapalhando nada. O cara vem todo errado e quer que libere errado. Teve uma vez o caso de uma marmoraria. A pessoa reclamava que o projeto “tinha seis meses que não anda”. Fui pessoalmente ao setor. Já tinha três meses que a secretaria tinha mandado um e-mail à pessoa [responsável pela empresa] e não recebia resposta. Também fizemos trabalho de fiscalização intensa. Demos um curso de poda. A gente fez alguns TACs [Termos de Ajustamento de Conduta] e conseguiu equipar a secretaria. Deixamos um projeto, que foi depois feito com um convênio com a Universidade Federal do Sul da Bahia, para fazer o inventário arbóreo da cidade. Conseguimos fazer, com recurso de um TAC, um termo de referência para fazer o plano de manejo do Parque da Boa Esperança. Tentamos liberar o recurso da Valec para o parque e não conseguimos. Teve umas atrapalhações lá que impediram. Trabalhamos de forma tranquila, de frente. Teve a questão da usina [de asfalto do município], que foi uma polêmica danada e continua errada. Você exige licença dos outros e não cumpre, não faz sua parte?

Em janeiro de 2021, o Jornal do Radialista informou que o prefeito tem a intenção de convocar plebiscito para doar os territórios de Inema e Pimenteira. Isso avançou?

Não pode ser uma ação do prefeito. Essa questão de limites [territoriais entre municípios] é com a Assembleia [Legislativa do Estado], que tem regras para isso. Não é uma coisa simples como o prefeito quer. Ele, simplesmente, na minha opinião, está dizendo que Inema e Pimenteira são um estorvo para o município.

Ele manifestou mesmo essa intenção?

Ele disse numa entrevista em Itabuna, numa rádio em Itabuna.

Numa entrevista de 2017 para o Blog do Gusmão, o senhor disse que o acúmulo de pequenas coisas e pendências do cotidiano administrativo atrapalhavam a missão de lidar com os grandes desafios do município. Quais são os maiores desafios em Ilhéus?

É difícil elencar de forma hierarquizada, dizendo qual é o mais importante e urgente. Teria que fazer uma consulta pública ampla. A gente pode elencar sem hierarquizar. Por exemplo, a habitação. Agora que o governo tá fazendo. O governo não. A Bamin está fazendo agora um plano [municipal] de habitação para o município. Fizeram as audiências agora. Para mim, foram muito fracas. Não teve divulgação. Fizeram para cumprir tabela. Chamaram algumas pessoas, me chamaram, eu fui, mas deveria ter tido uma divulgação ampla, inclusive para o interior. Outro grande problema é que nós não temos plano municipal de saneamento básico. A gente não tem previsão, a gente não tem estudo, a gente não tem prognóstico da demanda por água que haverá daqui para frente, inclusive com esse boom de grandes empreendimentos da construção civil e empreendimentos como o Porto Sul. Outro problema: a gente tem diversos bairros do município sem regularização fundiária, uma parte do Pontal, Salobrinho, Vila Lídia, parte da Conquista e outros lugares da cidade e do campo. Também falta uma revisão dos núcleos das Secretarias de Educação, de Saúde e de Assistência Social no campo. Ilhéus não tem plano de mobilidade urbana…

Consegue dimensionar a responsabilidade de cada uma das três esferas de governo na gestão da pandemia?

Olha, esse governo federal é difícil de avaliar, porque pode parecer uma coisa passional por eu não ser simpático ao presidente, às suas decisões e aos seus atos. Pode parecer passional, mas a gente vê que quem mais falhou foi o governo federal. O governo estadual, o governador teve uma ação, eu acho que foi – não vou dizer que não tenha erro, com certeza teve alguns erros – mas houve preocupação, sobretudo com a vida. A gente sabe que todos os atos foram tomados pela decisão necessária de salvar vidas. Isso foi feito. Todas as decisões tomadas, no calor do problema, no dia a dia, não houve uma inércia no enfrentamento do problema. O governo do município também tomou atitudes. A gente estava vendo agora a liberação absoluta. Os três entes federativos não têm pernas e braços para dar conta da fiscalização para conter os excessos. Infelizmente, uma grande parte da população não tá levando a sério.

Continua na Rede e vai disputar as eleições de 2022?

O partido vai promover alguns eventos políticos para discutir. Nas eleições passadas [de 2018], o partido não conseguiu vencer a cláusula de barreira. Defendi alianças, mas fui voto vencido. Agora não vai ter [coligação partidária]. Eu estou na Rede, vou ficar na Rede, é o partido que me deu todo o apoio e me permitiu ser vice-prefeito. É um partido que não assusta você tomar uma bola nas costas, como acontece em outros partidos que, muitas vezes, nas vésperas de um pleito, você é obrigado a recuar ou mudar de bandeira. É um partido orgânico, pequeno, mas tem pessoas de opinião e responsabilidade. Atualizado às 19h29min.

Tempo de leitura: 4 minutos

Quem, como Alencar Pereira da Silveira, nasce no dia consagrado a Iemanjá tem o corpo fechado e uma legião de amigos para clamar: Vida longa ao Caboclo Alencar!

 

Walmir Rosário

Se não puder ajudar, pelo menos não atrapalhe! Esse bordão é bastante antigo e não sai de moda, acredito eu que para passar um pito, chamar a atenção, dar um esfrega nas fuças do dito cujo que faz o que não deveria. Isso vale – e muito – para o sacripanta que uns dias atrás espalhou pelas redes sociais uma notícia falsa – ou fake news, como está na moda – dando conta que o Caboclo Alencar teria morrido.

Neste dia, logo cedo, enquanto esperava o café ser posto à mesa, me deparei com essa heresia no Facebook, no Instagram e no Whatsapp, de que o Caboclo teria partido para o outro mundo sem se despedir de ninguém. Com essa profusão de notícias ruins sobre os amigos que se vão, de início fiquei alarmado, mas fui me recuperando aos poucos todas as vezes que analisava uma premissa sobre sua morte.

Ora, sem mais delongas iniciei uma série de ligações para amigos comuns que trataram de desmentir a calúnia na mesma hora e prometeram tomar providências junto à polícia, à justiça e até ao papa, com a firme intenção de aplicar um castigo eficaz no mentiroso. Justamente quando o Caboclo Alencar acaba de comemorar seus 90 anos bem vividos um sujeito qualquer decreta a morte dessa autoridade, sem mais nem menos.

Mesmo neste terrível tempo em que a pandemia assola o mundo – incluído aí o Brasil e Itabuna – o Caboclo Alencar continua prestando relevantes serviços à sua clientela, servindo as deliciosas e quase sexagenárias batidas. Se bem que o Caboclo Alencar poderia se valer do alto dos seus 90 anos para resolver se aposentar do trabalho e passear com sua Neusa mundo afora. Mas não, continuou na labuta.

A única mudança que se permitiu foi mudar a linha de produção da indústria implantada no Beco do Fuxico, onde também funciona o internacionalmente famoso ABC da Noite, para a sua residência. É bom que se diga que também se permitiu a outra mudança: deixou de servir as batidas no varejo e agora somente trabalha em atacado, comercializando-as a partir de embalagens de litro.

Sujeito modesto esse Caboclo Alencar, que continua firme na lida para não deixar os alunos – repetentes ou não – do ABC da Noite a ver navios. Que ninguém repare não ser servido na forma tradicional, de pé no balcão e em pequenos copos de plásticos em dois tamanhos, pois não convém manter esse serviço em sua própria residência, cujos frequentadores são apenas os convidados.

Mesmo assim, na porta de entrada o Caboclo não se furta de entregar os maravilhosos litros de batida, quase sempre acompanhados de uma dose da bebida, para deleite do ilustre cliente. Nestas semanas em que prevalece o lockdown, nada melhor do que passar o fim de semana em casa e devidamente abastecido. Afinal, um boêmio distinto é conhecido pelos serviços que presta ao recepcionar seus convidados.

Mas voltando ao malfazejo que transmitiu essa heresia ao mundo por meio da internet, fico aqui imaginando o que o Caboclo Alencar teria feito de mal ao dito cujo, para premeditar tamanha vingança. Teria ele passado pelo Beco do Fuxico e dado de cara, por dias a fio, com o ABC da Noite fechado e se sentiu prejudicado no seu sagrado direito de beber uma das batidas, conforme mandava a tradição?

Não acredito na atitude mesquinha desse sujeito e rogo que a justiça venha a dar o tratamento merecido ao dito cujo, no tamanho que merece o tresloucado ato praticado. Se falhar a justiça dos homens que, pelo menos, atue a divina, e que ele seja, no mínimo, proibido de beber as tradicionais batidas do ABC da Noite por um longo período, na mesma proporção do estrago que causou aos amigos do Caboclo.

Para os que ainda não tomaram ciência do que representa o Caboclo Alencar, vai aqui uma simples amostra da importância desse homem para os frequentadores do ABC da Noite, tanto os diários como os esporádicos. De portas abertas desde 1962, o Caboclo coleciona uma carteira de amigos e clientes que ultrapassam limites, divisas e fronteiras, que sempre voltam para uma mais uma dose.

Itabunense nascido em Sorocaba (SP), Alencar Pereira da Silveira teve a ideia de transformar o açougue em que comercializava carne de porco em uma casa de batidas, cervejas e tira-gostos. De lá pra cá não fez outra coisa na vida que não fosse proporcionar a felicidades dos costumeiros clientes, transformando seu negócio numa verdadeira casa de amigos. E tantos amigos que crescem a cada dia.

E para tomar a saideira, de cara vou avisando ao dito cujo carcará sanguinolento que praga de urubu magro não pega em cavalo gordo. Quem, como Alencar Pereira da Silveira, nasce no dia consagrado a Iemanjá tem o corpo fechado e uma legião de amigos para clamar: Vida longa ao Caboclo Alencar!

Walmir Rosário é radialista, jornalista e advogado.

Investigações envolveram policiais civis de Ilhéus e Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil prendeu, nessa segunda-feira (8), quatro suspeitos de homicídio e ocultação de cadáver na zona rural de Ilhéus.

Segundo as investigações, que envolveram policiais civis de Ilhéus e de Itabuna, o quarteto matou Adrian Reis Sampaio com um golpe de facão e tocou fogo no corpo da vítima de 24 anos.

O motivo do crime teria sido o roubo de uma caixa de som. A mãe de Adrian registrou a ocorrência do desaparecimento do filho no último sábado (6).

De acordo com a polícia, que não divulgou os nomes dos suspeitos presos, os investigadores tentam localizar o quinto envolvido no assassinato.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O American Park está montando sua estrutura em um terreno particular, na Avenida Princesa Isabel, no Banco Raso, ao lado da Prefeitura de Itabuna, mas será fechado e não abrirá ao público enquanto vigorar decreto de restrições para o controle do covid-19. A montagem da estrutura v

A direção do American Park ressalta que não há previsão de estreia do parque de diversões em Itabuna e está atenta ao quadro de pandemia no estado e, particularmente, em Itabuna. Passará a funcionar quando o município permitir, por meio de decreto, ressalta o empreendimento.

CUIDADOS

“Se cuide, mantenha o distanciamento, use máscaras, lave as mãos sempre, use álcool gel 70%. Todos contra o covid-19, vamos vencer essa guerra”, reforça o American Park em nota. A direção do parque reforça que a estrutura do parque será montada e fechada, atendendo às restrições para controle do Covid-19.

Festival vai exibir 50 filmes pela internet || Foto Renata Sant'Anna
Tempo de leitura: 3 minutos

Prepare a pipoca, a internet e o sofá. Cinco anos depois, o 7º Festival de Cinema Baiano (Feciba) volta ao seu lugar de vitrine das produções do estado. Serão dez dias de programação totalmente online e gratuita, entre 15 e 26 de março. Na grade, 50 filmes, quatro oficinas, 20 debates e duas lives-show.

Com o tema Dentro de casa, asa, o evento é uma produção do Núcleo de Produções Artísticas (Núproart) e da Voo Audiovisual, e chega para dar destaque ao que há de mais recente no cinema realizado por baianos. “É com muito prazer que realizamos a sétima edição do Feciba totalmente diferente e adaptado para esse momento pandêmico. Apesar de distantes, estamos conectados pelas redes e pela arte. O Festival veio para mostrar como o cinema baiano cresceu, multiplicou e está se tornando diverso”, celebra Edson Bastos, produtor executivo e diretor artístico do projeto.

Uma das atrações musicais desta edição será a banda itabunense Manzuá, com o show de encerramento do Feciba.

DEBATES

Sob a ótica do cinema baiano, serão promovidos verdadeiros mergulhos nos temas mais urgentes da atualidade. O evento traz 20 lives-debates, todos os dias às 15h e às 19h. Todos terão tradução simultânea, garantindo acessibilidade em Libras para surdos e deficientes auditivos.

Às 15h, o Feciba pauta a internet com os seguintes temas: “Personagens femininas: representatividade nas narrativas cinematográficas” (dia 15); “Em casa, asa: cinema em tempos pandêmicos” (dia 16); “Ferramentas de Internet: presente e futuro, no audiovisual” (dia 17); “O sagrado no audiovisual: a representação das Religiões de Matrizes Africanas no cinema baiano” (dia 18); “Cinema de preto: produções audiovisuais construindo narrativas afrocentradas” (dia 19); “Cinema e memória: como o cinema baiano desconstrói seu passado?” (dia 22); “Cineclubes: fluidez e valorização do cinema” (dia 23); “Cinema é arte coletiva: produção e recepção do cinema baiano” (dia 24); “Sessão Covid: Cinema e reinvenção” (dia 25). No último dia, excepcionalmente, o debate será às 14h, com o tema “Cinema e escola: a função didática dos filmes” (dia 26).

Leia Mais

Carlos havia deixado o presídio Ariston Cardoso no último dia 24
Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Blog do Gusmão

Policiais Civis da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) efetuaram na manhã desta quarta-feira (10), no Condomínio Morada do Porto, no bairro Banco da Vitória, a prisão preventiva de Carlos Samuel Freitas Costa Filho.

A prisão foi determinada pela 1ª Vara Crime de Ilhéus, por conta de nova investigação, na qual Carlos, depois de ter sido liberado pela justiça no dia 24 de fevereiro, passou a ameaçar uma ex-companheira com quem conviveu em 2018, exigindo o retorno da relação.

Em 21 de outubro de 2020, Carlos Samuel foi preso pela Polícia Civil por conta dos crimes de lesão corporal e ameaças contra a então companheira. Na época o fato ganhou repercussão nacional após Samuel ter sido filmado agredindo a vítima com socos.

O inquérito gerou ação penal na 2ª Vara Crime de Ilhéus, e já teve decisão condenatória pelos crimes com aplicação de pena, contudo foi permitido a recorrer em liberdade, restando apenas Julgamento do Recurso de Apelação no Tribunal de Justiça.

A Polícia Civil reforça o combate e a repressão qualificada de Proteção a Mulher nos casos de Violência de Gênero. A delegada Márcia Cristina Rezende reforça a necessidade das vítimas mulheres registrarem as Ocorrências no caso de violação de Direitos na unidade Especializada de Proteção a Mulher.

Médico Rodolfo Nascimento alerta para riscos da automedicação para os rins
Tempo de leitura: 2 minutos

Coordenador do Serviço de Nefrologia da Santa Casa de Itabuna, o médico Rodolfo Silva Nascimento alerta a população para os sintomas da doença renal e os riscos que o uso de medicamentos, anabolizantes e suplementos alimentares sem orientação de um especialista. Segundo ele, a falta de orientação pode até deixar a pessoa dependente de uma máquina de hemodiálise. O alerta é feito na véspera do Dia Mundial do Rim, 11 de março.

De acordo com o médico, as doses inadequadas de remédios podem causar complicações graves de saúde. O efeito acumulado gera lesão nos rins, por exemplo. “Essas lesões podem ser causadas não somente pelos anti-inflamatórios e antibióticos, mas também pelo uso de vitaminas D em excesso. Essa situação pode agravar-se naquele paciente que já tem uma disfunção renal. Ele não sabe da alteração nos rins, toma medicação e tem a sua situação agravada”.

O especialista afirma que as pessoas devem ter cuidado para o uso excessivo de vitaminas e observa que, nos últimos 12 meses, com a pandemia da Covid-19, aumentou muito o consumo delas. “O excesso de vitamina D, por exemplo, causa intoxicações, que podem ser leves ou até mais graves, com paciente precisando fazer hemodiálise. Por isso, é preciso ter muito cuidado na administração e dosagem dessas vitaminas”, alerta.

Nascimento relata que quase toda a semana são atendidas, na unidade, pessoas que fizeram automedicação, colocando a vida em perigo. “Há muitos casos de uso de medicamentos sem prescrição médica. Estamos tendo cada vez mais lesões renais. Pacientes que entram em hemodiálise por causa do uso impróprio de remédios durante um longo período (por até cinco anos)”.

BENEFÍCIOS DA ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL

As pessoas, alerta Rodolfo Nascimento, podem adotar alguns cuidados para o bom funcionamento dos rins, a exemplo de alimentação saudável, com cardápio que priorize frutas, verduras e legumes. “Além disso, atividades físicas e tomar água na medida certa também ajudam no processo”, explica o coordenador da Nefrologia da Santa Casa de Itabuna.

De uma maneira geral, observa o nefrologista, a pessoa saudável, que se alimenta bem, com frutas, legumes, verduras, e não faz uso excessivo de gorduras, açúcar e sal e alimentos embutidos, teoricamente, não precisa fazer uso de vitaminas. “A não ser que essa pessoa esteja passando por um processo de doença, esteja com alteração de algum sistema, seja ele cardíaco e hepático”.

Ele explica que fazer exercícios físicos é excelente alternativa para a manutenção da saúde, mas pontua que existem tipos diferentes de exercícios para cada grupo de pessoas. “Isso depende de fatores, como idade, problemas de saúde. O exercício pode ser leve, como caminhadas, e traz vários benefícios, como prevenção de doenças cardiovasculares, infartos, Acidente Vascular Cerebral (AVC), além de ajudar na questão da depressão”.

Busca por consultoria online cresce 25% || Foto Sebrae/iStock
Tempo de leitura: 2 minutos

A busca por consultorias online do Sebrae na Bahia registrou aumento de 25% em 2020. Segundo a analista da Unidade de Atendimento Individual do Sebrae Bahia, Marília Oliveira, com as novas medidas restritivas adotadas esta semana, muitos empreendedores têm procurado o atendimento com os consultores para aprimorar a gestão dos negócios.

Os empresários podem ser atendidos por meio de uma sala virtual ou ainda por telefone. Ao agendar a consultoria, o Sebrae enviará uma mensagem com a confirmação do dia e horário da consultoria. Os que optarem pela sala virtual receberão um link para acesso. Já os que solicitarem o atendimento por telefone, receberão uma ligação do consultor no horário marcado.

O atendimento dura uma hora e o empresário recebe um relatório com diagnóstico sobre a questão levantada por ele e também um plano de ação que indica o que deve ser feito para implementar as melhorias necessárias.

Marília Oliveira ressalta que o atendimento conta com consultores especializados em cada uma das áreas disponíveis. “A consultoria online tem sido um serviço fundamental nesses tempos de pandemia, pois levam orientações para áreas importantes na gestão do negócio”, destacou.

Empreendedores que precisam obter orientações sobre marketing, finanças, planejamento e tributação podem agendar, junto ao Sebrae Bahia, atendimento por meio de consultorias online. O serviço gratuito pode ser agendado por meio deste link ou ainda pela Central de Relacionamento, no 0800 570 0800.

CONSULTORIAS ONLINE

Marketing

Orientações sobre como divulgar melhor produtos e serviços, como vender nas redes sociais, lojas virtuais, e-commerce e estratégias para atrair novos clientes.

Tributação

Orientações sobre pagamento de tributos e enquadramento tributário correto em relação ao faturamento.

Finanças

Orientações na área financeira, incluindo como buscar e quais os critérios para obter crédito.

Planejamento

Orientações sobre planejamento estratégico e avaliação da organização da empresa para atendimento a clientes no contexto da pandemia.

Bamin doa 32 ventiladores pulmonares à Bahia || Foto Fernando Vivas/GovBA
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia Mineração (Bamin) doou 32 ventiladores pulmonares para o sistema de saúde pública baiano. A doação foi feita à Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab). Serão 5 unidades para Ilhéus e 5 para Caetité, municípios de atuação da Bamin, e outros 22 serão destinados a unidades de saúde a serem definidas pela Sesab.

O governador Rui Costa falou da gravidade do vírus e do momento da pandemia. “Em momentos críticos como este, onde temos um inimigo comum para vencer, é fundamental a união de todos. A parceria entre poder público, empresas privadas e a sociedade nos conduzirá à vitória contra a Covid-19, portanto temos que reconhecer e valorizar doações como esta. Juntos, somos muito mais fortes”.

Já o secretário da Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, disse que há uma corrida contra o relógio para abertura de novos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). “Essa doação da Bamin será muito importante na abertura de novos leitos [de UTI] no estado, principalmente neste momento em que a taxa de ocupação está elevada”, afirmou Vilas-Boas.

Apostas podem ser feitas até as 19 horas
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Mega-Sena sorteia nesta quarta-feira (10) um prêmio acumulado em R$ 27 milhões. As seis dezenas do concurso 2.351 serão sorteadas, a partir das 20h  (horário de Brasília), no Espaço Loterias Caixa, localizado no Terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo.

As apostas podem ser feitas até as 19h (horário de Brasília), nas casas lotéricas credenciadas pela Caixa, em todo o país ou pela internet. A aposta mínima, com seis dezenas marcadas, custa R$ 4,50.

Bahia recebe mais de 178 mil doses da Coronavac || Foto Divulgação/Sesab
Tempo de leitura: 2 minutos

A Bahia recebeu nova remessa de doses da vacinas Coronavac na noite desta terça (9). As 178.600 doses produzidas pelo Instituto Butantan chegaram em voo comercial às 23h10min, no aeroporto de Salvador. Com este sétimo envio de doses, incluindo também a Oxford, o estado totaliza 1.289.800 doses recebidas de imunizantes contra o novo coronavírus.

As vacinas começaram a ser enviadas para o interior do estado em caminhões e aviões pelo Grupamento Aéreo da Policia Militar (Graer), após a organização das doses feita pela equipe da coordenação de imunização do estado.

Segundo a coordenadora de imunização do Estado, Vânia Rebouças, somente os municípios que já utilizaram 85% das doses recebidas terão nova remessa. Ela explica que esta decisão foi definida em reunião da Comissão Intergestores Bipartite (CIB), instância que reúne representantes das secretarias municipais de saúde e da Secretaria da Saúde do Estado.

Esta nova remessa, segundo a Sesab, dará possibilidade de que continue sendo imunizado o público alvo da primeira fase do plano de vacinação contra Covid-19. “Ficou também definido em CIB que aqueles municípios que conseguirem alcançar as metas da primeira fase, poderão ampliar a aplicação das doses para idosos de 70 anos ou mais, de forma decrescente de idade”, aponta Vânia Rebouças.Leia Mais