Tempo de leitura: < 1 minuto

Apresentou-se à Polícia Civil, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba, nesta quarta-feira (13), o homem suspeito de matar o professor de dança e personal trainer itabunense Ronaldo Mendes dos Santos, mais conhecido como Cigano. O acusado, que não teve o nome divulgado pela polícia, estava acompanhado de advogados. O suspeito de fazer os disparos contra Ronaldo foi interrogado, mas optou por falar somente ao longo do processo.

A polícia informou que o suspeito foi liberado por não estar em situação de flagrante. De acordo com a polícia, na segunda-feira (11), o advogado do homem acusado do assassinato entregou na delegacia, em Telêmaco Borba, na região central do Paraná, a arma supostamente usada no crime .

Ronaldo havia sido procurado por um homem, horas antes do crime, mas ele não estava na academia. À noite, o criminoso retornou. E no momento em que Ronaldo deixava a academia foi atacado. A suspeita da polícia é de que se trate de crime passional.

O personal Ronaldo Mendes dos Santos, de 40 anos, foi executado na madrugada do dia 7 deste mês, quando saia de uma academia no bairro Campo Pequeno, em Colombo, onde trabalhavam. Ele era itabunense, mas morava e trabalhava já algum tempo no Paraná.

Deixe aqui seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.