Festival Sabores de Itacaré chega à nona edição || Foto Elton Andrade
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria Municipal de Turismo e Cultura divulgou convite aos representantes do segmento de alimentação para apresentar o formato do Festival Gastronômico Sabores de Itacaré, que chega à nona edição neste ano. O encontro será na próxima quarta-feira (8), às 14h30min, no auditório do Hotel Ecoporan.

O prefeito Antônio Damasceno, Tonho de Anízio (PT), afirma que o festival transformou-se num grande evento do calendário turístico de Itacaré, atraindo e encantando visitantes de todo o mundo. Segundo ele, para manter essa tradição de sucesso, é fundamental garantir a participação do maior número de artistas da culinária, que representam a variedade e a criatividade do povo itacareenese.

Já o secretário de Turismo e Cultura, José Alves, explica que o tema deste ano – Saúde, Bem-Estar e Vida – conecta o festival à realidade pós-pandemia. Além disso, acrescenta, o evento mantém-se como um portal de acesso aos sabores típicos de Itacaré, marca de todas as suas edições. A programação será divulgada em breve.

Sérgio Rizzo, referência internacional dos estudos sobre cinema, é o convidado da noite
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Centro Cultural OcupaÊ, em Ilhéus, recebe o professor Sérgio Rizzo neste sábado (28), às 19h, para uma roda de conversa sobre audiovisual e mídias digitais. O espaço fica na Primeira Travessa (Rua Fabiana), nº 181, no Nossa Senhora da Vitória.

Mestre em Cinema e doutor em Meios e Processos Audiovisuais, Sérgio Rizzo é professor da Academia Internacional de Cinema (AIC) e da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e do Colégio Augusto Laranja. Também leciona em cursos livres sobre história e linguagem do cinema no Espaço Itaú de Cinema, Casa do Saber, na Livraria Cultura e em unidades do Sesc.

A roda de conversa é uma iniciativa do projeto de extensão Teatro Popular e Interculturalidade, do Departamento de Filosofia e Ciências Humanas (DFCH) da Universidade Estadual de Santa Cruz, com apoio estrutural da Fundação Fé e Alegria. Com entrada gratuita, o evento terá público limitado de 70 pessoas.

Secretários definem detalhes do Ita Pedro em reunião
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Itabuna marcou o lançamento do Ita Pedro – Melhor São Pedro de todos os tempos para quarta-feira (1º), às 18h, no Shopping Jequitibá. No ato, o prefeito Augusto Castro (PSD) anunciará as atrações da festa, que vai se estender de 29 de junho a 2 julho, na Praça Hélio Lourenço (antiga Praça da Cotef), no Góes Calmon.

O presidente da Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (FICC), Aldo Rebouças, informa que as atrações nacionais e regionais já foram selecionadas. “Não temos dúvida de que o município voltará a promover festejos juninos tradicionais, tipicamente nordestinos, que vão movimentar todos os segmentos socioculturais e econômicos”, acrescentou.

Nesta sexta (27), uma reunião do secretariado municipal discutiu a estratégia de organização do evento, definindo detalhes da infraestrutura, segurança e espaço para atuação dos vendedores ambulantes. Para Aldo Rebouças, já é possível afirmar que o Ita Pedro será das maiores festas de todos os tempos.

Custo da revitalização do Paranaguá é estimado em R$ 4,5 milhões
Tempo de leitura: 3 minutos

No seu primeiro pronunciamento à frente da Diocese de Ilhéus, Dom Giovanni Crippa falou que um povo que não conserva sua memória não tem história. A frase poderia ter passado despercebida, naquela tarde de outubro, se não tivesse sido pronunciada no salão nobre do Palácio Paranaguá. Inaugurada em 1907, a antiga sede da Prefeitura abriga o Museu da Capitania e o setor de tributos do município. O prédio esbanja beleza, história e, hoje, debilidades. O governo municipal tenta levantar recursos para revitalizá-lo, afirma Geraldo Magela, titular da Secretaria Especial de Cultura.

Biblioteca Adonias Filho, antigo Colégio General Osório

O Ministério do Turismo é uma das possíveis fontes dos R$ 4,5 milhões necessários para revitalizar o Palácio. Durante a visita do então ministro do Turismo Gilson Machado a Ilhéus, em junho de 2021, a Prefeitura solicitou recursos para obras, diz Magela.

– Na época, foi prometido justamente isso, a reforma dos quatro pilares do patrimônio público; Paranaguá, General Osório, Teatro e Casa Jorge Amado. Até agora não chegou recurso federal. Há uma promessa de chegar recurso para o Paranaguá, que é o mais caro. O projeto é de R$ 4,5 milhões para reformar ele todo e revitalizá-lo. É o termo correto. Não tem muita restauração, porque tem muito comprometimento já de estrutura.

Teatro será reaberto no aniversário de Ilhéus || Fotos Pimenta

Outra possibilidade é buscar ajuda da iniciativa privada. “Se o governo federal não mandar dinheiro para o Paranaguá, já tem duas empresas que se prontificaram a nos ajudar a fazer uma intervenção emergencial, pelo menos para que revitalize o prédio”, assegura.

Pela estimativa da Secretaria Especial de Cultura, que fez um levantamento da situação do patrimônio histórico material de Ilhéus, a recuperação da Biblioteca Adonias Filho (antigo Colégio General Osório) não exigirá menos de R$ 3,5 milhões. Se a conta incluir o Paranaguá, a Casa de Jorge Amado e o Teatro Municipal, chega a R$ 12 milhões.

Magela estima custo de R$ 12 mi para reformas

TEATRO REABERTO NA FESTA DA CIDADE

Segundo Magela, a Prefeitura faz reparos no Teatro Municipal com objetivo de reabri-lo no próximo dia 28 de junho, aniversário da cidade. A Secretaria Municipal de Infraestrutura consertou a subestação elétrica e o telhado do prédio, que ganhará aparelhos de ar condicionado provisórios para que possa ser reaberto antes da instalação do ar condicionado central.

Na Casa de Jorge Amado, a Prefeitura dividiu a reforma em três fases. A primeira, de pintura e reparos na fachada, já foi concluída. A segunda será a restauração interna e, por fim, a troca do piso.

O PIMENTA comentou que, ao longo da conversa, o secretário mencionou algumas vezes a necessidade de intervenções emergenciais nos pilares do patrimônio arquitetônico de Ilhéus. Perguntamos se o tom é mesmo de emergência. Ele concordou.

Bilheteria do show de Ligia Callaz será revertida para a Casa de Cultura Jona & Pilar
Tempo de leitura: < 1 minuto

A equipe da Casa de Cultura Jonas & Pilar aposta na bilheteria de espetáculos para turbinar a campanha de financiamento coletivo da reforma da sua sede, em Buerarema, no sul da Bahia. Dessa forma, além de apreciar shows musicais e peças de teatro, os espectadores contribuem para a conclusão das obras.

A primeira da série de atrações será o show Amores Pandêmicos, da cantora e compositora Ligia Callaz, nesta quinta (26), às 19h. A artista explica que voltou ao universo da música no início da pandemia de Covid-19, em março de 2020. “Voltei a estudar música e a compor. Essas composições me trouxeram vários presentes, novos amigos, novas parcerias musicais e artísticas e também antigas canções”, diz.

A noite desta quinta também reserva a estreia da DJ Cabocla, codinome adotado por Cris Passos, cantora do grupo Mulheres em Domínio Público, que comandará a discotecagem após o show de Ligia.

O público poderá apreciar as apresentações na sede da Casa de Cultura ou por meio do aplicativo usado para transmissão via internet. O ingresso custa R$ 20,00 e pode ser comprado neste link ou por meio do WhatsApp 73 9 8826-1711. Estudantes e idosos têm direito a pagar meia-entrada.

Tempo de leitura: 2 minutos

Das principais referências brasileiras em pesquisa e tratamento da catarata, o médico Ruy Cunha, baiano fundador do DayHorc, é tema de livro biográfico que será lançado no maior congresso de catarata e cirurgia refrativa da América Latina, o Brascrs 2022.

O pré-lançamento de Doutor Catarata: a trajetória do médico Ruy Cunha, a biografia do médico que fundou o DayHorc em Itabuna, ocorre durante o Brascrs, que começa nesta quarta (25), no Centro de Convenções Salvador, e será encerrado no sábado (28).

A biografia Doutor Catarata foi escrita por Fernando Lima e publicada pela editora A5. Ela narra a trajetória do médico oftalmologista que fundou o DayHorc, em Itabuna, no sul da Bahia, e expandiu a marca com hospitais em Salvador e em Eunápolis, no extremo-sul da Bahia. Já em 2018, Ruy Cunha tornou-se sócio do HOBrasil, maior grupo oftalmológico da América Latina.

40 ANOS DO DAYHORC

O lançamento de Doutor Catarata: a trajetória do médico Ruy Cunha integra a série de celebrações do aniversário do DayHORC, que este ano completa 40 anos de fundação, originado de uma clínica oftalmológica na estrutura do antigo Hospital São Lucas, em Itabuna.

Na obra, Fernando Lima atribui especial significado a sua passagem profissional pelo DayHorc, definindo o hospital-referência em oftalmologia como sua escola.

O BRASCRS 2022

O congresso, promovido pela Associação Brasileira de Catarata e Cirurgia Refrativa (ABCCR – BRASCRS), reúne, simultaneamente, três eventos: o XIX Congresso Internacional de Catarata e Cirurgia Refrativa, o XIII Congresso Internacional de Administração em Oftalmologia e o III Curso de Auxiliares em Oftalmologia. As inscrições estão abertas e podem ser realizadas no site www.brascrs2022.com.br ou diretamente no local do evento.

Às 17h49min de 06/06/2022 – As imagens reproduzidas a partir da capa do livro foram retiradas desta publicação em razão de reivindicação de crédito e exclusão das mesmas por Daniel Medina.

Geraldo Magela fala sobre demanda de grupos de capoeira
Tempo de leitura: < 1 minuto

O secretário de Cultura de Ilhéus, Geraldo Magela, afirmou ao PIMENTA que a retomada do edital Calendário da Capoeira depende da aprovação do Conselho Municipal de Cultura e, dessa forma, não pode ser implementada apenas por decisão da sua pasta. Ele falou sobre o assunto ao comentar a demanda da Salvaguarda da Capoeira na Bahia (relembre aqui).

Ainda conforme o secretário, em reunião recente, avançaram as tratativas para que os capoeiristas passem a ter representação no Conselho de Cultura, o que depende de reformulação do colegiado por meio de modificação da lei municipal que o regula.

Nahraujo e Múcio comandam discotecagem no Flow Burger Bar
Tempo de leitura: < 1 minuto

A segunda edição da Feira do Clube do Vinil será hoje (20), a partir das 17h, no Flow Burger Bar, localizado na Avenida Soares Lopes, nº 506, no Centro Histórico de Ilhéus. A feira é um espaço de exposição, troca e venda de discos.

Além de ter acesso a discos raros de artistas brasileiros e estrangeiros, os visitantes vão ser recebidos pelos DJs Múcio Caló e Nahraujo. O Badauê, sebo e livraria ilheense, e a cervejaria itabunense Três Barbaças são parceiros da iniciativa.

Seleção é voltada para artistas solos, bandas e grupos de samba junino
Tempo de leitura: < 1 minuto

Estão abertas as inscrições para bandas, artistas solos e grupos culturais de samba junino interessados em se apresentar na programação do São João da Bahia 2022, dos dias 23 de junho a 2 de julho. A seleção é promovida pelo Governo do Estado, por meio da Superintendência de Fomento ao Turismo (Bahiatursa).

Podem participar pessoas físicas ou jurídicas que atenderem a todas as exigências contidas nos editais publicados no Diário Oficial do Estado, especificadas também no site www.bahiatursa.ba.gov.br. Os interessados devem se dirigir ao Protocolo Central da Bahiatursa, situado na 3ª Avenida, 390, Térreo, Centro Administrativo da Bahia, CAB, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 18h, munidos de toda a documentação necessária. As inscrições só podem ser feitas presencialmente, até a próxima sexta-feira (27).

A sessão pública de abertura dos envelopes para artistas e bandas ocorrerá no próximo dia 31 de maio, às 10h, no CAB, Bahiatursa,  Sala de Treinamento 02 (subsolo). Já a sessão dos grupos de samba junino será no mesmo local e horário, mas no dia 1º de junho.

Acesse aqui o edital de chamamento.

Obras do Centro de Cultura de Itabuna devem ser concluídas em julho
Tempo de leitura: 2 minutos

Após paralisações de obras e embargos do Corpo de Bombeiros nos últimos oito anos, o Centro de Cultura Adonias Filho, de Itabuna, deverá voltar a receber espetáculos no início do segundo semestre de 2022. O espaço cultural está sendo requalificado e a previsão é de que as obras sejam concluídas a tempo de serem inauguradas no aniversário dos 112 anos de Itabuna, em 28 de julho.

Retomada em março passado depois de quase dois anos de paralisação, a reforma é tocada pela Emko Construtora, vencedora da mais recente licitação feita  pelo governo baiano. A requalificação é supervisionada pela Superintendência de Patrimônio (Supat), da Secretaria Estadual de Administração (Saeb).

O investimento para atender as normas de segurança e acessibilidade inclui substituição de todo telhado e forro, instalação de novas poltronas e piso na Sala de Espetáculos, modernização das redes elétrica e hidráulica, revisão da rede de drenagem e esgoto.

A reforma prevê, ainda, a criação de saídas de emergência, adequando o espaço cultural às normas de segurança e acessibilidade, conforme já divulgado pela Secretaria Estadual de Cultura (SecultBA), responsável pelo equipamento.

Obras do CCAF devem ser concluídas até o final de julho

MAIS SEGURO E CONFORTÁVEL

Quando reaberto, o CCAF contará com novos sistemas de som e de iluminação. Para reforçar a segurança e conforto de profissionais e do público, ganhará um gerador e casa de gás externa, além de climatização.

O PIMENTA buscou ouvir o coordenador do Centro de Cultura Adonias Filho, George Lessa, mas a entrevista não foi permitida pela Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA).

Anfiteatro também passa por melhorias

MOBILIZAÇÃO

A reforma foi retomada depois de mobilização de setores da cultura grapiúna e de intervenção do líder do Governo na Assembleia Legislativa, Rosemberg Pinto (PT), que fez a solicitação ao governador Rui Costa. A obra estava parada desde o primeiro semestre de 2020, quando a empresa que venceu teve o contrato rompido devido à morosidade, conforme alegou o governo.

Representantes da Salvaguarda da Capoeira na Bahia em reunião em Ilhéus
Tempo de leitura: 2 minutos

A recuperação e a conservação da memória da capoeira ilheense está na ordem do dia. Numa das frentes desse movimento, grupos do Território de Identidade Litoral Sul tentam convencer a Secretaria Especial de Cultura de Ilhéus a restabelecer o edital Calendário da Capoeira, que era financiado pelo Fundo Municipal de Cultura e foi substituído pelo edital Mané Barreto, também voltado para a arte da ginga.

Ao PIMENTA, o contramestre Paulo Magalhães explicou que um dos objetivos da articulação é assegurar os dois editais. A demanda foi levada ao secretário de Cultura de Ilhéus, Geraldo Magela, na última segunda-feira (16).

Na oportunidade, segundo Paulo, os capoeiristas tomaram conhecimento da existência de R$ 30.000,00 para projetos ligados à capoeira, sendo R$ 20.000,00 destinados por emenda impositiva do vereador Cláudio Magalhães (PCdoB) à Lei Orçamentária de 2022 do município. Esse tipo de emenda é de execução obrigatória, ou seja, deve ser executada neste ano, mas os critérios para a distribuição dos recursos ainda não foram definidos.

MEMÓRIA VIVA

O secretário informou que a Prefeitura pretende homenagear mestres de capoeira da cidade. Decidiu-se, de forma consensual, que a honraria será dedicada aos mestres Barreto, Caldeira, Virgílio, Carioca, Nego Bel e Polar, seguindo a tradição cultural da primazia dos mais velhos.

No mesmo encontro, os capoeiristas recomendaram que a Secretaria de Cultura atualize o cadastro dos grupos de capoeira de Ilhéus e dê início a um trabalho de recuperação e de registro da memória dos mestres mais antigos, promovendo rodas de conversas, documentários e outras formas de documentação dos seus saberes e das suas histórias.

REARTICULAÇÃO

O mês de maio também tem sido marcado por uma série de atividades da Salvaguarda da Capoeira na Bahia, que, no dia 5, se reuniu no Galpão X, próximo ao Terminal Urbano, no Centro de Ilhéus. A entidade reúne 18 grupos territoriais (GTs) do estado e pretende rearticular o GT Litoral Sul.

Passo importante para essa rearticulação se deu no último dia 13, quando os representantes da Salvaguarda participaram da instauração do GT Afrocultural, a convite de Magela e do vice-prefeito Bebeto Galvão (PSB). Segundo Paulo, a ideia é que o GT Aflocultural funcione como espaço permanente de articulação, envolvendo os setoriais de hip-hop, capoeira, povos de terreiro e comunidades quilombolas.

Renata Ettinger lançará "A mesma vida é outra", seu terceiro livro || Foto Tropicana
Tempo de leitura: 2 minutos

Um olhar demorado sobre recortes da vida – a poesia, o próprio tempo, o corpo-casa e suas implosões, amores, mortes e renascimentos. É assim que Renata Ettinger dá vida ao seu terceiro livro de poemas, A mesma vida é outra, uma narrativa poética sobre transformações.

A obra, publicada de forma independente, já está disponível para pré-venda e será lançada em 2 de junho, a partir das 18h30min, no restaurante Cuia Gastronomia, localizado no espaço Colaboraê, no Rio Vermelho, em Salvador.

O encontro contará com sessão de autógrafos e apresentação dos poemas pela autora e convidados. O título custa R$ 40 e estará disponível para venda no site www.renataettinger.com.br ou diretamente com a autora pelo instagram @renataettinger.

Na obra, escrita durante o período de isolamento social imposto pela pandemia, Renata experimenta a ciência do tempo e, por meio de sua escrita potente, nos convida a enxergar que sempre há novas possibilidades dentro da mesma vida.

– Gosto de pensar este como um livro sobre transformações e processos. O próprio título já traz a mudança. A mesma vida é outra é um livro de percurso, desses que a gente vai e volta e, se não estamos mais no mesmo lugar, também estamos. É uma espiral. Os recomeços insistem, incluem a estrada já percorrida e incluem nossas transformações. Por isso, também é um livro sobre estar em movimento, sobre o tempo e sobre estar viva – revela a autora.

O livro tem a orelha assinada pela poeta e fundadora da Editora Mormaço, Maria Luiza Machado; prefácio da escritora e psicóloga Luisa Benevides e posfácio de Thainá Carvalho, escritora e colagista. “Em A mesma vida é outra, vemos a mesma mulher-poeta de “Grito”, dos áudios diários de seu podcast e dos pequenos vídeos nas redes sociais. Mas também vemos uma outra: que se sustenta no trabalho com a palavra durante esses dois últimos anos de incertezas e desespero. Ler Renata aqui, é, acima de tudo, relembrar o motivo de termos escolhido ler e fazer poesia um dia, e nos preencher com todos eles para continuar escrevendo, lendo e vivendo”, destaca Maria Luiza Machado.

PERFIL

Baiana, nascida em Itabuna, Renata Ettinger é uma poeta e dizedora de versos que encontrou na palavra um lugar de ser. Publicitária e arteterapeuta, ela fala pelos poemas desde os 12 anos e já publicou os livros GRITO: silêncios ecoando em minha voz (2020), Oito Polegadas (2018) – uma coletânea lançada com os poetas Mário Garcia Jr., Nalini Vasconcelos e Ricardo Guedeville – e Um eu in verso (2002), todos de forma independente.

Leitora voraz de poesia contemporânea, durante o período de isolamento social, realizou o projeto Quarentena com Poema (QCP), em que compartilhou um poema em áudio por dia com amigos e interessados em poesia. Foram 215 dias consecutivos de poesia para ouvir e sentir, com mais de 70 autores contemplados. Depois, Renata criou o podcast Trago Poemas, iniciativa que caminha para o segundo ano em formato semelhante ao QCP. Ambos podem ser conferidos nas principais plataformas de streaming (Spotify, Deezer, Google Podcasts, entre outras). Para mais informações, basta acessar o instagram @renataettinger.

Lançamento do livro A mesma vida é outra, de Renata Ettinger
Quando: 2 de junho (quinta-feira), a partir das 18h30min
Onde: Cuia Gastronomia – Colaboraê, R. Borges dos Reis, 81 – Rio Vermelho
Quanto: R$ 40,00
Disponível para venda em: www.renataettinger.com.br ou pelo instagram: @renataettinger

Haroldo Lima foi dirigente histórico do PCdoB
Tempo de leitura: < 1 minuto

Quando faleceu, em 24 de março de 2021, o ex-deputado federal Haroldo Lima (PCdoB) já havia escrito boa parte da sua autobiografia. Aos 81 anos, o comunista deixou os manuscritos aos cuidados da família, antes de ser internado no Hospital Aliança, em Salvador, onde perderia a luta pela vida contra a Covid-19, doença que já matou 665 mil brasileiros, segundo os números oficiais.

Coube ao ex-deputado federal Aldo Arantes, correligionário de Haroldo no PCdoB, a tarefa de organizar e concluir a obra, que será lançada nesta terça-feira (17), às 18h, no Sindicato dos Bancários de Itabuna, com o título Haroldo Lima – coragem e dedicação à luta do povo (Ed. Anita Garibaldi).

Natural de Caetité e formado em Engenharia Elétrica pela Universidade Federal da Bahia (UFBA), Haroldo Borges Rodrigues Lima participou ativamente da militância estudantil. Durante a ditadura (1964-1985), foi um dos fundadores da Ação Popular (AP), movimento de resistência armada ao regime golpista. Deputado constituinte, teve cinco mandatos na Câmara Federal. Deixou a Casa em 2002 e, de 2003 a 2011, dirigiu a Agência Nacional de Petróleo (ANP).

Milton Nascimento em vídeo com anúncio da despedida dos palcos || Reprodução Youtube
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Música Popular Brasileira foi sacudida por notícia de forte impacto neste final de semana. Milton Nascimento, próximo dos seus 80 anos de vida – a serem completados em 26 de outubro – anunciou despedida dos palco (“Só dos palcos mesmo. Da música, jamais”).

– Solto a voz na estrada desde os meus 13 anos. Minha música ampliou meus horizontes e em seis décadas me levou aos quatro cantos do mundo. Me tornei cidadão do mundo sem deixar de ser brasileiro. – afirmou Milton Nascimento – ou melhor, Bituca! – em vídeo (confira abaixo).

Milton já gravou 42 discos em mais de 60 anos de carreira e eternizou sucessos como Travessia, Cio da Terra, Nos bailes da vida e Coração de estudante. Emocione-se com o vídeo de mais de 4 minutos e um passeio pela carreira e vida do cantor.

Um corpo de palavras está em exibição no YouTube; assista
Tempo de leitura: 2 minutos

Produzida em Ilhéus, no sul da Bahia, a peça de teatro de sombras Um corpo de palavras, da multiartista Naiara Gramacho, disputa o Prêmio Braskem de Teatro na categoria infanto-juvenil. A cerimônia de premiação será na próxima quarta-feira (18), no Teatro Castro Alves (TCA), em Salvador.

O espetáculo conta a história de uma menina chamada Paula, cujo corpo se cobria de palavras sempre que ouvia, dos adultos, rótulos e julgamentos que diziam quem ela era ou deveria ser. A estreia foi em abril de 2021, com transmissão pelo YouTube. A peça fica em exibição na mesma plataforma até este domingo (15).

INQUIETAÇÕES DA AUTORA

Naiara Gramacho explica que a história surgiu de inquietações e, no início da pandemia de Covid-19, em 2020, chegou pronta a sua mente, transformando-se logo no que seria o texto para teatro.

A artista comemora a presença de uma obra ilheense entre as indicadas ao prêmio, considerado o maior do teatro baiano. “Celebro essa indicação com muita alegria, porque foi fruto de um trabalho lindo feito com mães e crianças, em plena pandemia. Montar um espetáculo com crianças fazendo parte do processo foi um grande  desafio, mas também uma satisfação imensa ver que também foi possível ter os pequenos inseridos no processo e não apenas como espectadores. Foi possível, mesmo imersas nos desafios da maternidade e da pandemia, nos unirmos para realizar esse espetáculo”.

Um corpo de palavras teve atuação e manipulação de figuras da atriz Driely Alves, narração de Brisa Morena, fotografia e gravação em vídeo de Mariana Cabral, vozes de Márcia Mascarenhas e Pedro Albuquerque, sonoplastia de Eli Arruda, produção das figuras da artista plástica Olga Gómez e comunicação de Tacila Mendes e Valdiná Guerra. O apoio financeiro é do Estado da Bahia, com recursos do Programa Aldir Blanc Bahia, via Lei Federal Aldir Blanc.