Casal de fazendeiros foi libertado por policiais da 62ª CIPM, em Camacan
Tempo de leitura: < 1 minuto

Policiais militares libertaram cinco vítimas de sequestro, na madrugada deste sábado (28), em Camacan, no sul da Bahia. Elas foram feitas reféns na zona rural de Ibicuí, no médio sudoeste baiano, e levadas para área rural de Camacan. Segundo a polícia, uma das vítimas é o prefeito de Iguaí, Rony Moitinho, além da esposa.

Por volta da 1h30min, policiais da 8ª CIPM foram acionados com a denúncia de que o casal de proprietários e três funcionários de uma fazenda na zona rural de Ibicuí tinham sido sequestrados. No local, a guarnição manteve contato com um dos funcionários da propriedade e encontrou sinais de invasão. Os militares então acionaram a Polícia Civil para dar início às investigações.

Posteriormente, descobriu-se que as vítimas estavam em uma propriedade na zona rural de Camacan. Assim, foi mantido contato com a 62ª CIPM e passadas as informações sobre a localização do cativeiro.

Prontamente, guarnições da companhia chegaram ao imóvel, onde foram recebidas a tiros pelos suspeitos. Houve o revide e, após os disparos, os autores fugiram na caminhonete de uma das vítimas e os policiais resgataram os reféns em segurança. Atualizada às 11h50min.

Homem foi espancado e morto em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

Foi sepultado na tarde desta sexta-feira (27), em Itabuna,  o corpo do garçom Jackson Souza Oliveira, mais conhecido como Keno, de 43 anos. Ele estava desaparecido desde terça-feira (24),  e foi encontrado na manhã de hoje. O corpo estava em uma corva rasa, numa área de bambuzal, entre os bairros Vale do Sol e Alto da Conquista.

De acordo com a  Polícia Civil, testemunhas relataram ter ouvido tiros naquela região do bambuzal na madrugada de quarta-feira (25). Informaram ainda que o rapaz, que não tinha passagem pela polícia e era muito querido, vinha recebendo ameaças, possivelmente de um homem com quem teria desentendido, no bairro Conceição.Por causa das ameaças, a vítima teria mudado de endereço pelo menos duas vezes nos últimos dias.

O garçom Jackson Souza foi torturado antes de ser morto. A perícia encontrou um pedaço de madeira enfiado no olho do rapaz, que estava amordaçado. Além disso, existem indícios de que a vítima recebeu pauladas na cabeça.

Policiais também apreenderam arma e outras drogas
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil prendeu um homem com 850 gramas de cocaína pura num bar em Ipiaú, no sul da Bahia, nesta quinta-feira (26). De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA), ele é proprietário do estabelecimento, que é usado como ponto de venda de drogas. No local, os policiais também apreenderam uma pistola 380, além de crack, maconha, celulares, balança e R$ 732,00.

De acordo com o titular da Delegacia de Ipiaú, Isaias Neto, o cumprimento do mandado de prisão foi antecedido por inquérito de 10 dias, iniciado após denúncia sobre o movimento suspeito no bar da Rua São Roque. “Desenvolvemos um trabalho de inteligência com monitoramento do local e campana, a fim de identificar o proprietário do imóvel e verificar como funcionava o armazenamento e a venda dos entorpecentes”, acrescenta o delegado.

Autuado por tráfico de drogas, o homem foi submetido a exames de lesões corporais e está à disposição da Justiça. O material apreendido foi encaminhado à perícia.

Homem é detido após tentativa de latrocínio no interior baiano
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um homem de 46 anos foi preso em flagrante nesta terça (24), em Itapetinga, no sudoeste da Bahia, por tentativa de latrocínio, depois de invadir a casa de um idoso de 86 anos e esfaqueá-lo. Segundo a Polícia Civil, responsável pela prisão, o bandido queria roubar pertences da vítima.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, o ladrão entrou na casa, amordaçou o idoso e o atingiu com uma facada. “Mesmo ferido, o idoso reagiu, gritou por socorro e conseguiu fugir, sendo socorrido [e levado] para um hospital da cidade”, informou o delegado Irineu Alves Andrade, titula da Delegacia Territorial de Itapetinga.

Não há mais informações sobre o estado de saúde da vítima. O agressor está à disposição da Justiça e aguarda a audiência de custódia. A faca usada no crime foi apreendida e será examinada pela Polícia Técnica.

Família foi atacada nesta casa, periferia de Itamaraju
Tempo de leitura: 2 minutos

O Tribunal do Júri da Comarca de Itamaraju, no extremo-sul da Bahia, condenou dois homens por envolvimento numa chacina que teve como vítimas mãe e dois filhos.  Os criminosos deixaram ainda outras três pessoas da mesma família gravemente feridas a bala. Os  condenados são Vanderley Pereira Reis, que terá de cumprir 77 anos de prisão, e  Erly Ferreira Lima, que pegou 66 anos de reclusão. Os dois devem cumprir a pena em regime fechado.

A chacina ocorreu na noite do dia 21 de setembro de 2012, uma sexta-feira, na rua rua da Nilo Peçanha, no bairro Liberdade, em Itamaraju. O ataque resultou nas mortes de Maria da Glória da Pena, Elenílson Pena de Jesus e Evandro Pena de Jesus. Maria da Glória era mãe de Elenílson e Evandro.  Os irmãos estavam com 18 e 22 anos de idade na época.

De acordo com o Ministério Público da Bahia (MP), além dos três mortos, Vanderley Pereira e Erly Ferreira  também atiraram contra Eronildo Pena da Silva, Maria D’Ajuda de Jesus e João Batista de Freitas, que sobreviveram. Os atiradores foram condenados por três homicídios qualificados, por motivo fútil, com uso de recurso que dificultou a defesa das vítimas; e por três homicídios tentados, qualificados por motivo fútil.

De acordo com os promotores de Justiça João Batista Madeiro Neto e Caroline Stange, o motivo dos homicídios e das tentativas de morte foi uma briga que teve início em um bar, no mesmo bairro onde as vítimas moravam. A companheira de Erly, um dos condenados, por ciúmes, entrou em luta corporal com a filha de Maria da Glória, uma das vítimas.

Durante a briga, Erly ameaçou a vítima João Batista, por conta de ofensas verbais. A briga foi separada. Horas depois, os condenados, acompanhado por outras pessoas, foram até a casa de Maria da Glória e de João Batista, onde cometeram os crimes.

Após confronto, policias apreenderam dois revólveres e munições
Tempo de leitura: < 1 minuto

Dois homens morreram após confronto com policiais militares no Alto da Cascalheira, próximo à Avenida Princesa Isabel, em Ilhéus, sul da Bahia. De acordo com a Polícia Militar, eles estavam em um grupo que reagiu com tiros a uma abordagem policial, na última sexta (20), durante a Operação Ilhéus em Paz.

Ainda segundo a PM, os agentes de segurança revidaram os disparos e atingiram os homens identificados pelas iniciais LPGS e ABN, que foram levados para o Hospital Regional Costa do Cacau, mas não resistiram aos ferimentos.

A operação reuniu equipes da 68ª, 69ª e 70ª Companhias Independentes de Polícia Militar (CIPMs). Os dois homens mortos tinham extensas fichas criminais, e um deles era alvo de mandado de prisão em aberto. Após o confronto, os policiais aprenderam dois revólveres, munições e cápsulas de balas disparadas. Ninguém foi preso.

Idosa estava com filha e netos dentro de carro e foi morta a tiros
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma idosa de 65 anos morreu neste sábado (21) depois de ser atingida por disparos de arma de fogo em Teixeira de Freitas, no sul da Bahia. O caso aconteceu por volta do meio-dia, quando a vítima, Maria de Lourdes Nardaci Rodrigues, voltava para casa acompanhada da filha e dois netos, informa o G1-BA.

De acordo com a delegada Andressa Carvalho, a família estava dentro do carro e, ao virar uma curva na Avenida Mário Augusto, no bairro Loteamento Nanuque, foi surpreendida por um homem em uma motocicleta que começou a atirar.

Uma outra ocupante do veículo era a filha de Maria de Lourdes, de 29 anos, que não teve o nome revelado. Ela foi transferida em estado grave para o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas.

Foram feitos quatro disparos que atingiram o vidro traseiro do veículo. Duas balas atravessaram o banco da motorista. As duas crianças, de dois e oito anos, não foram atingidas.

A delegada afirma que o caso será investigado como homicídio e tentativa de homicídio. A princípio, foi levantada a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte), mas não há até o momento registro de furto de bens.

Corpo e carro foram queimados na estrada do Acuípe
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um corpo carbonizado foi achado dentro de um carro na estrada do Acuípe, zona rural de Ilhéus, nesta sexta-feira (20). O veículo, um Toyota Etios hatch, também foi queimado, informou o radialista Robertinho Scarpita, do Tropa de Elite, programa da rádio Gabriela FM.

Scarpita fez um vídeo no local. As circunstâncias indicam que se trata da cena de um crime. As imagens mostram o carro sem placa e completamente destruído pelas chamas, num ponto já afastado da BA-001. Ainda não se sabe se o corpo é de homem ou mulher. A Polícia Civil investiga o caso.

O Gaeco investigou as duas facções criminosas que atuam na Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

A justiça decretou a prisão preventiva e a indisponibilidade dos bens de 16 pessoas envolvidas em esquemas de lavagem de dinheiro de duas facções criminosas. Segundo as investigações do Ministério Público da Bahia (MP-BA), uma das facções atua com o tráfico de drogas em vários municípios da Bahia e movimentou mais de R$ 7 milhões.

A outra facção criminosa atua no bairro do Lobato, em Salvador, onde tem extorquido comerciantes, utilizando-se de métodos violentos para amedrontar a comunidade, conforme o MP-BA. A Vara dos Feitos Relativos a Delitos Praticados por Organização Criminosa da Comarca de Salvador (Vocrim) bloqueou e determinou a perda de bens no valor de cerca de R$ 7 milhões da facção que atua em âmbito estadual e de quase R$ 400 mil da organização que opera no Lobato.

Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas e Investigações Criminais do Ministério Público estadual (Gaeco) aponta que uma facção com atividade intensa de ocultação e movimentação de valores provenientes do tráfico de drogas atua sob o comando de Fagner Sousa da Silva, conhecido como “Fal”.

PRESO EM JEQUIÉ

Fagner Sousa é acusado de chefiar, de dentro da prisão, o esquema de tráfico de drogas e de lavagem de dinheiro. Ele teve a prisão preventiva e a indisponibilidade de bens decretadas juntamente com os demais integrantes da organização: os gerentes do esquema Ademilton Sousa e Fábio de Jesus (atualmente preso em Jequié); Elilane Bispo, Jessica Santana, Maria Joyce Ramos e Daniele Carneiro – titulares de contas bancárias onde os valores em dinheiro, advindos da venda de entorpecentes, seriam depositados e transferidos.

Outra organização criminosa é liderada por Fábio Andrade de Araújo, conhecido como “Lambão”. De acordo com as investigações, ele capitaneia o esquema de extorsão e as ações de lavagem de dinheiro no Lobato. A Justiça decretou a prisão e indisponibilidade de bens de Fábio e dos comparsas Marluar Brandão dos Santos (esposa de Fábio e responsável pelo recebimento dos valores arrecadados).

A decisão judicial atinge ainda Ana Paula Silva, Irys Bárbara Vieira e Ana Alice de Jesus (responsáveis pelo recolhimento de valores dos comerciantes); Rosana Pereira dos Santos e Eduarda Miranda de Oliveira (titulares de contas para depósitos em favor da organização criminosa); Matheus Carvalho de Jesus e Eduardo Lima da Cruz (responsáveis por executar os comerciantes que se recusam a ceder às extorsões).

O Gaeco apurou que a organização criminosa arrecadou grande quantidade de pequenos valores oriundos de depósitos dos comerciantes extorquidos na localidade.

Abuso pode ter sido cometido mais de uma vez, segundo a Polícia Civil
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Civil prendeu, nesta quarta (18), um homem suspeito de estuprar uma criança de 3 anos em Canavieiras. Ele foi localizado na região da Praia da Costa, na mesma cidade do sul da Bahia.

De acordo com a Polícia Civil, o crime foi cometido no mês passado. As investigações tentam verificar a suspeita de que a violência contra a criança tenha sido praticada também em março.

Alvo de mandado de prisão preventiva (por tempo indeterminado), o suspeito de 50 anos não teve a identidade revelada. Com informações do G1.

Andrinho resistiu a uma abordagem e atirou contra os policiais, informa PM
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta quinta-feira (18), um homem morreu e outro foi preso durante operação da Polícia Militar no Condomínio Jubiabá, no bairro Novas Ferradas, em Itabuna. Segundo a PM, o suspeito, identificado apenas como Andrinho, reagiu a uma abordagem e atirou contra os policiais, que revidaram aos disparos e o atingiram. Ele foi socorrido e levado para o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães, mas não resistiu aos ferimentos.

Nas redes sociais, circula imagem em que Andrinho aparece posando com uma pistola na cintura. Ele havia sido preso em outra ocasião, conforme a PM.

Carro e motos apreendidos na operação

Equipes da Ceto, Rotam, Rondesp e Cipe Cacaueira participaram da operação. No local onde o confronto ocorreu, os policiais apreenderam armas, drogas e três veículos: duas motocicletas Honda (placas OZD-2709 e QTW-0H73) e um carro Hyundai HB20 (FYY-3364).

Levado para o Complexo Policial de Itabuna, o homem preso é suspeito de gerenciar as transações financeiras de uma facção criminosa da cidade do sul da Bahia. Com informações do Verdinho Itabuna.

Suposto assassino de jovem ilheense é detido por policiais civis || Imagem Record TV Cabrália
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um homem suspeito de participação no assassinato do motorista de aplicativo Sátiro Menezes Filho foi preso no Gogó da Ema, no Sarinha Alcântara, em Itabuna, nesta quarta-feira (18).

A Polícia Civil chegou ao local para checar denúncia de que dois homens e uma mulher estavam escondidos em uma casa do bairro itabunense desde sexta-feira (13), dia em que Sátiro desapareceu após aceitar uma corrida do Parque Infantil, em Ilhéus, para Serra Grande, distrito de Uruçuca.

Detido por volta das 11h, o suspeito foi transferido para a 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), em Ilhéus, que é responsável pela investigação do crime. O casal que estaria com ele no imóvel em Itabuna não foi localizado.

Sátiro, que era conhecido como John da Lagoa Encantada, foi encontrado morto em Serra Grande, no fim da tarde de segunda-feira (16). O corpo tinha marcas de tiros e sinais de espancamento.

Segundo as informações divulgadas pela Polícia Civil até o momento, uma mulher teria feito o pedido de corrida que levou John para o matagal onde ele foi assassinado. Ela teria agido em parceria com dois homens.

No domingo (15), o Fiat Argo que John dirigia foi encontrado na Conquista, em Ilhéus. A perícia técnica do carro pode ajudar no esclarecimento do crime. Com informações da Record TV Cabrália.

Corpo de John Menezes foi encontrado nesta segunda-feira
Tempo de leitura: < 1 minuto

Desde ontem (16), quando o corpo do motorista de aplicativo Sátiro Menezes Filho foi encontrado em Serra Grande, distrito de Uruçuca, colegas de profissão do jovem de 23 anos cobram o esclarecimento do homicídio.

Reunidos em carreata, os trabalhadores circulam pelas ruas de Ilhéus, onde Sátiro morava, buzinando seus veículos em sinal de protesto. A manifestação se repetiu na manhã de hoje (17), como mostra o vídeo abaixo.

Sátiro, que era mais conhecido como John, estava desaparecido desde sexta-feira (13). Ele foi chamado para uma corrida para Serra Grande e não fez mais contato com familiares e amigos. O corpo do trabalhador foi encontrado no final da tarde desta segunda-feira (16), em estado avançado de decomposição e com sinais de espancamento.

Morador da Lagoa Encantada, na zona rural de Ilhéus, John era considerado um jovem tranquilo e trabalhador. A violência de que foi vítima abalou a comunidade. A 7ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) é responsável pela investigação do crime.

Corpo de John Menezes foi encontrado nesta segunda-feira
Tempo de leitura: 2 minutos

No último final de semana, o município de Ilhéus, no sul da Bahia, foi palco de três homicídios, uma morte resultada de confronto com policiais e um desaparecimento.

O primeiro caso foi registrado na tarde de sexta-feira (13), quando um homem identificado como Bimba foi morto com sete tiros no Terminal Urbano. Cometido por uma dupla que chegou ao local em uma motocicleta, o crime teve as características de uma execução. Outro homem, que estava próximo à vítima, foi ferido na perna.

No sábado (14), o adolescente Jean Carlos Santos Alves, de 16 anos, foi morto com dois disparos de arma de fogo no Alto do Coqueiro. Socorrido e levado ao Hospital Regional Costa do Cacau, ele não resistiu aos ferimentos.

No mesmo dia, a Polícia Militar prendeu um homem e um adolescente suspeitos de envolvimento no crime, que teria sido ordenado por uma facção criminosa da Tapera, como forma de revidar um ataque feito à comunidade no Dia das Mães. Jean não tinha nenhuma ligação com o ataque à Tapera. Foi assassinado por ser morador do Alto do Coqueiro.

Também no sábado (14), Gabriel Moura foi morto a tiros no Mambape, morro próximo ao bairro Hernani Sá, na zona sul de Ilhéus. Não há informações sobre a autoria e a motivação do homicídio.

JOVEM MORRE APÓS CONFRONTO COM POLICIAIS

Carlos Henrique morreu após entrar em confronto com a PM

O sábado (14) ainda reservava mais um episódio violento. À noite, quando policiais militares faziam rondas em busca de um carro que havia sido roubado, eles tentaram abordar um veículo com quatro homens no Iguape, zona norte de Ilhéus. De dentro do carro, os bandidos dispararam contra os policiais, que revidaram, segundo a Polícia Militar. Um dos ocupantes do veículo, Carlos Henrique, de 26 anos, foi baleado e, após ser levado para o Hospital Costa do Cacau, faleceu.

Os outros três homens abandonaram o carro e conseguiram fugir para um matagal. No veículo, os policiais encontraram um revólver calibre 38 e uma pistola .40.

MOTORISTA DE APLICATIVO ESTÁ DESAPARECIDO DESDE SEXTA-FEIRA

O jovem John Menezes, de 23 anos, está desaparecido desde a manhã de sexta-feira (13). Motorista de aplicativo, ele deixou a Lagoa Encantada, onde mora, para fazer uma corrida para Serra Grande, distrito litorâneo de Uruçuca. Desde então, não fez contato com a família, e o seu celular está desligado.

Parentes de John registraram seu desaparecimento na Delegacia da Polícia Civil e, ontem (15), o carro que ele dirigia, um Fiat Argo, foi encontrado na Rua Santarém, na Conquista. O veículo estava com uma placa falsa, mas os policiais o identificaram pelo número do chassi.

Ainda não há notícia do paradeiro do jovem. Informações que ajudem nas buscas podem ser encaminhadas por meio do telefone 73 9 9144-4251. Com informações do FRN.

Sargento da PM é acusado de liderar quadrilha em família
Tempo de leitura: 2 minutos

Aprovado em concurso público para oferecer segurança para a população, um sargento da Polícia Militar da Bahia, foi preso em flagrante sob suspeita de liderar uma quadrilha de assaltantes no oeste do estado. Entre outros crimes, a organização que seria comandada pelo PM, que não teve o nome divulgado, é acusada de roubar R$ 820 mil em joias e celulares.

O sargento é lotado na Polícia Rodoviária Estadual e, segundo as investigações, liderava quadrilha formada por familiares. O PM e mais dois irmãos possuíam mandados de prisão e foram detidos. Já o filho do militar, a esposa e uma namorada foram presos em flagrante com armas e munições.

Com os suspeitos foram apreendidos uma pistola, uma espingarda, carregador, munições de diversos calibres, joias, uma motocicleta modelo CB600, R$ 5,7 mil em espécie, 300 formulários de CRLV em branco, entre outros itens. Os seis acusados foram capturados nas cidades de Barreiras, Bom Jesus da Lapa e Santa Maria da Vitória, na sexta-feira (13), durante a operação “Ostentação”.

De acordo as investigações, o policial militar, com 25 anos de carreira, até então acima de qualquer suspeita, se aproximava dos estabelecimentos comerciais e iniciava uma relação de amizade com funcionários e proprietários. O objetivo era levantar os horários de funcionamento e de chegada dos materiais.

Depois desse levantamento, o grupo entrava em contato como um cliente normal e agendava para realizar a compra. O policial ficava do lado de fora, enquanto seus irmãos consumavam o assalto.

ROUBO DE DIAMANTES

No ano passado, no mês de março, o grupo roubou ouro, diamante e outras pedras preciosas, avaliadas em 60 mil reais, na cidade de Santa Maria da Vitória. Ainda em 2021, no mês de dezembro, o grupo roubou R$ 760 mil, em celulares, no município de São Félix do Coribe.

O titular da 26ª Coorpin, delegado Alexandre Haas Pinheiro Cunha, não descarta o envolvimento do grupo com outros crimes. “O trabalho continua e aproveito para agradecer o empenho de todas as unidades da Polícia Civil da região Oeste e da Corregedoria da PM”, concluiu. A operação para prisão dos suspeitos foi realizada por equipes da 26ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin) de Santa Maria da Vitória, com apoio da Corregedoria da Polícia Militar.