INSS COBRA DÍVIDA DE R$ 400 MIL DO ITABUNA

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS) cobra uma dívida de R$ 400 mil do Itabuna Esporte Clube, que foi notificado na última quarta-feira, 1º. O presidente Ricardo Xavier atribui a dívida aos ex-gestores do Azulino, “que não honraram os compromissos do clube”. Dentre os ex-presidentes do Itabuna, está o pai de Ricardo, o desportista João Xavier.
A acusação também recairia sobre ele?

Tempo de leitura: < 1 minuto

O publicitário João Santana está na edição deste final de semana da Istoé. Ele fala das ações empreendidas para fazer a ministra da Casa Civil, Dilma Roussef, mais conhecida do brasileiro e torná-la competitiva para a sucessão do presidente Lula, em outubro de 2010.
O publicitário baiano diz que a ministra está mais sensível e de “pavio longo”. Tudo por conta, e com os olhos, nas eleições presidenciais. Santana avalia não ser tão confortável a posição de José Serra nas pesquisas. Isso, porque o publicitário olha de um ângulo diferente, de onde visualiza possível queda dos índices de intenções de voto no tucano governador de São Paulo. Estar na frente das pesquisas, avalia, é um forte componente de risco para o governador.
Confira clicando aqui.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Em contato com o Pimenta, o promotor Clodoaldo da Anunciação explica que, na verdade, não foi ele quem denunciou a empresa Verti de ter recebido R$ 600 mil da Prefeitura de Itabuna para realizar limpeza de canais de macrodrenagem, sem ter efetivamente prestado o serviço.
Anunciação informou que durante a entrevista que concedeu hoje (04) ao programa Resenha da Cidade, foi o repórter João Ailton Peixoto que trouxe a denúncia à tona, e ele prontamente se colocou à disposição para apurar.
“Não tinha conhecimento sobre o fato e soube pelo repórter, mas vou apurar, inclusive procurando averiguar se já existe inquérito instaurado pelo doutor Márcio Fahel (promotor transferido no início deste ano para Salvador)”, esclarece Anunciação.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O promotor público Clodoaldo Anunciação está de olho no governo do Capitão Azevedo, mas preocupado com os estragos causados pelo seu antecessor, Fernando Gomes, ambos do DEM.
Clodoaldo participou do programa Resenha da Cidade, na Rádio Jornal, e disse que o sobrinho do ex-prefeito, Dinei Oliveira, recebeu mais de R$ 600 mil para fazer a limpeza dos canais de macrodrenagem, no ano passado. A grana foi paga à Verti.
Dinei embolsou a grana e não executou o serviço. Para quem não lembra, a Verti é uma das empresas envolvidas na anunciada construção das Torres Gêmeas do bairro Jardim Primavera, um empreendimento privado, lógico.
Esta mesma empresa, a Verti, recebeu R$ 1,5 milhão do governo municipal para executar obras de urbanização da avenida J.S.Pinheiro, trecho do bairro Nova Itabuna.
Quem passa pelo local percebe que apenas assentaram algumas pedrinhas de paralelepípedo e colocaram meio fio num trecho de, no máximo, 400 metros. No mais, é buraqueira, lama, poeira… e dinheiro do bolso deles.
E Azevedo, o atual prefeito, ainda resiste a fazer uma auditoria nas contas e atos do ex-prefeito. Por isso, vai trabalhar o tempo todo tendo que olhar pelo retrovisor. Ou responder por ele…

Tempo de leitura: < 1 minuto

joao1Acabou a disputa. A eleição para a diretoria da API – Delegacia Sindical Zonal do Cacau (ou Associação dos Professores de Itabuna, como sugere a sigla) será por chapa única. O pleito será realizado nos dias 14 e 15 de maio em Itabuna e nos núcleos de Buerarema, Itajuípe, Barro Preto, Itapé e Jussari.
Na delegacia (Itabuna) a chapa “Liberdade & Luta”, será encabeçada pelo professor João Rodrigues (foto), após consenso entre as lideranças. “Os interesses pessoais foram superados em nome de um bem maior, que é a entidade”, garante Rodrigues. O que chama a atenção é que o nome da professora Júvia Gualberto, um ícone da API, não aparece como titular de nenhuma diretoria.
A composição é a seguinte: diretor da Delegacia: João Rodrigues; vice diretor: Alexandre Assis; secretária: Cleonice Monteiro; tesoureiro: Virgílio Soares; secretária de Imprensa: Audaci Berilo; secretária de Assuntos Jurídicos: Urânia dos Santos; secretária de Políticas Intermunicipais e Sociais: Rita Pires. Os suplentes são, pela ordem: Júvia Gualberto Dantas, Francis Mary José de Bulhões e Sueli Ribeiro dos Santos.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Pela primeira vez uma ação por homofobia tramita no judiciário de Itabuna. Nessa segunda-feira, 6, no Fórum Ruy Barbosa, ocorre a primeira audiência da fase de tentativa de conciliação. Estarão frente a frente o réu, o Hiper Bompreço, e o autor da ação, um cliente que afirma ter sido discriminado por funcionários da empresa.
Será a primeira vez que o judiciário local se manifesta especificamente sobre homofobia, segundo a advogada Jurema Barreto, do Grupo Humanus, que patrocina a ação. Homofobia é o termo científico para intolerância, discriminação e violência contra gays, lésbicas, transexuais, trangêneros, travestis e bissexuais.
“A grande relevância política e simbólica desta ação é a demonstração de que a sociedade não aceita mais este tipo de abuso e de intolerância”, observa Jurema Barreto. A ação tramita na Vara das Relações de Consumo. Se não houver acordo, será marcada audiência para ouvir as partes e testemunhas. O Bompreço nega todas as acusações.

Tempo de leitura: < 1 minuto

DA COLUNA TEMPO PRESENTE (A TARDE):
O governo federal está elaborando uma estratégia diferenciada para deslanchar a construção da Ferrovia Oeste-Leste, que interligará o oeste baiano com o Oceano Atlântico, em Ilhéus: vai fragmentar a obra em vários trechos e entregá-los a construtoras distintas. A pretensão é que todas as partes fiquem prontas a um só tempo para andar mais rápido. A ferrovia contempla o agronegócio do oeste, mas principalmente o minério de ferro de Caetité. Se acontecer, conciliada com a outra banda do projeto, o complexo aeroportuário de Ilhéus (novo porto e aeroporto internacional), será a maior obra estruturante da Bahia após o Polo Petroquímico.
Criará, como dizem, a RMI (Região Metropolitana de Ilhéus). Uma fonte do governo garante: – Se acontecerá? Vai acontecer e não vai demorar.
Em suma, as pompas da festa estão sendo articuladas.
A obra é um trunfo para Dilma e Wagner em 2010, quando (espera-se) os tratores já estarão roncando.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Reportagem de Ana Cristina Oliveira, de A Tarde, revela que desde dezembro duas das mais de cinquenta indústrias do pólo de informática de Ilhéus encerraram suas atividades no sul da Bahia. São reflexos da crise econômica que, ainda no pólo, geraram 550 demissões.
A prefeitura informa queda de R$ 800 mil na arrecadação mensal em impostos e taxas. O sindicato das indústrias estima perdas de até 40% nas vendas das fabricantes de computadores do polo ilheense. A demanda do turismo foi 30% menor neste ano, segundo o trade.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O estádio Euclides Rosalino, de Ibicaraí, será reinaugurado neste domingo, dia 5, pelo prefeito Lenildo Santana. Benec e Duque de Caxias fazem os jogos de abertura nas categorias juvenil e principal do Campeonato Amador de Futebol, às 13h30min.
A competição, organizada pela Liga Ibicaraiense de Futebol, terá 22 equipes. Oito delas disputarão o título na categoria juvenil. Desde 2005, o Euclidão estava fechado. Será reaberto no domingo com capacidade para quatro mil torcedores. A previsão é de casa lotada, segundo o presidente da Liga, Josevan Dias.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Tudo indica que o aeroporto Jorge Amado não volta mais às condições operacionais que existiam antes das restrições impostas pela Anac, em setembro do ano passado. Desde então, o terminal ficou limitado a operar com voos de menor porte e sem a utilização de instrumentos.
A Anac apontou mais de 60 obstáculos ao funcionamento normal do aeroporto. A Prefeitura e a Infraero removeram todos, mas de nada adiantou.
Agora, a Agência Nacional de Aviação Civil informa que o Jorge Amado encontra-se apto a operar apenas do jeito que está hoje, com voos A319 e Boeing 737/700, mas sem o uso de instrumentos.
A operação com instrumentos de auxílio será liberada apenas em caso de o aeroporto ser rebaixado da categoria 2 para 3, o que significa que só poderia receber aeronoves de porte menor em relação às que atualmente o utilizam.
E agora?

Tempo de leitura: < 1 minuto

No “arraiá” do Capitão, já se prepara defesa candente do forró-bodó. Os argumentos são os seguintes: a festa não será bancada pela Prefeitura, mas sim pela iniciativa privada, arregimentada pela festeira CDL; caberá ao governo municipal apenas ceder a área do rala-bucho e incubir-se das providências com relação à organização do trânsito, limpeza etc.; a CDL teria planejado a festança há um ano, antes mesmo do capitão ser promovido a prefeito.
Bem, a conversa é essa. Se vai colar, só Deus sabe…

Tempo de leitura: < 1 minuto

Presidente da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc), o prefeito Moacyr Leite (Uruçuca) não vem sendo um bom exemplo de gestão para os seus pouco mais de 20 prefeitos filiados. Ao assumir a prefeitura, levou um mês para preencher cargos de primeiro escalão e enfrenta dez dias de greve na rede municipal de ensino.
Os professores não voltam às salas de aula antes da próxima segunda-feira, 6, quando a Câmara de Vereadores, em segunda votação, analisa o projeto que revoga o Plano de Cargos e Salários do Magistério. O projeto foi aprovado em primeira votação. Os educadores prometem lotar a Câmara para protestar contra os vereadores ‘governistas’.
Moacir reduziu o salário dos professores pela metade e não pagou o salário integral de janeiro e fevereiro.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os professores da rede municipal estão iniciando a campanha salarial deste ano e já encontram pela frente muito, mas muito choro mesmo da Prefeitura de Itabuna.
Quem dá o tom do rosário de lamúrias é a crise econômica internacional e as consequentes medidas fiscais do Governo Federal para estimular as empresas. O problema é que a redução do IPI para alguns setores resultou em efeitos colaterais indesejados para os cofres municipais.
Segundo o secretário de Educação de Itabuna, Gustavo Lisboa, é esperado um encolhimento de R$ 3 milhões nos repasses do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) para Itabuna em 2009 . E ele já fala na possibilidade de eliminar projetos da sua área.
Diz ainda Lisboa que “a prefeitura começa a estudar todas as possibilidades para enxugar a folha de pagamento, reduzindo gastos diversos, visando manter os essenciais”.
Em outras palavras, as rodadas de negociação da campanha salarial deste ano serão uma dureza…

Tempo de leitura: < 1 minuto

A partir desta segunda-feira, os motoristas de Itabuna vão pagar mais caro para estacionar. A tarifa da Zona Azul passa de R$ 1,20 para R$ 1,30, reajuste de 8% autorizado pelo prefeito Capitão Azevedo. O aumento foi antecipado pelo Pimenta (confira).
O governo diz que a empresa Sinart, que opera o serviço, pleiteava um aumento de 17%, que elevaria a tarifa para R$ 1,50. Segundo o secretário  de Transportes e Trânsito, Wesley Melo, foi exigido que a Sinart contrate novos fiscais, além dos 120 que estão hoje em atividade.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O deputado federal Geraldo Simões admitiu, pela primeira vez, que o fracasso da esposa, Juçara Simões (PT), nas eleições municipais em Itabuna foi uma derrota dele. “Eu assumo isso”.
No entanto, o parlamentar e vice-líder da bancada do PT na Câmara diz que o fracasso não foi apenas seu, mas de um projeto político.
E aproveitou para espetar o vencedor, o prefeito Capitão Azevedo: – No fundo, pelo que está acontecendo nestes primeiros meses de governo do atual prefeito, eu acho que foi uma derrota do povo de Itabuna.
As declarações foram dadas numa entrevista ao site Jornal Bahia Online (confira).