Abastecimento de água volta a ser normalizado em até 30 horas em Itabuna
Tempo de leitura: < 1 minuto

O rompimento de uma adutora na sexta-feira passada (14), no Bairro Nova Ferradas, ainda afeta o abastecimento de água em alguns pontos da cidade, segundo a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa). A quebra na adutora foi reparada no sábado (15), quando também foi feita manutenção preventiva em equipamentos da Estação de Tratamento de Esgoto (ETA), no São Lourenço.

O gerente técnico da Emasa, João Bitencourt, observa que, gradativamente, o sistema de manobras está sendo regularizado e o abastecimento será normalizado nos próximos dias. “O serviço de manutenção preventiva já havia sido programado na ETA, que acarreta a redução no abastecimento. O rompimento da adutora em Nova Ferradas fez com que a programação de distribuição da água fosse alterada, prejudicando alguns bairros”, afirma Bitencourt.

Dentro da programação para normalizar o sistema de abastecimento de água, os bairros Pontalzinho (parte alta), Castália e Alto Maron, estão sendo abastecidos hoje (18). Nesta quarta (19), o fornecimento será para as localidades do São Pedro, Zizo, São Judas, Pedro Jerônimo (parte alta) e Conceição (parte alta). Também nesta quarta-feira, os bairros Santa Inês, Fátima e Califórnia (partes baixas) e o condomínio Itabuna Park terão o abastecimento de água normalizado.

O gerente técnico lembra que as equipes da Emasa centraram esforços para resolver o problema com a máxima brevidade. Ele pede que a população colabore fazendo uso racional no consumo e evitando o desperdício de água.

Tempo de leitura: 3 minutos

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), nos 100 primeiros dias da gestão do prefeito de Itabuna, Augusto Castro, focou no enfrentamento ao novo coronavírus, no cuidado e valorização de seus colaboradores, equação de débitos, combate ao desperdício, a realização de obras, além da elaboração de projetos estruturantes, avalia a direção da empresa.

ENFRENTAMENTO AO CORONAVÍRUS

Numa parceria com a Superintendência de Serviços Públicos da Secretaria de Infraestrutura e Urbanismo, a Emasa fez a sanitização das principais avenidas, ruas, praças e calçadas do centro e dos bairros da cidade. Esse trabalho também foi realizado nos pontos de ônibus e táxis, utilizando água com solução de cloro concentrado de 0,5% e carros-pipas para diminuir o contágio da Covid-19 na cidade.

CUIDADO COM OS FUNCIONÁRIOS

Outra ação de destaque nesses primeiros 100 dias da nova administração da Emasa, foi a realização de testes para a detecção da Covid-19 no quadro de colaboradores da empresa. Foram realizados testes rápidos e RT-PCR em praticamente todo corpo de funcionários. Também foi implantado o Programa de Atenção Psicológica e Social, coordenado pela psicóloga organizacional Carolina Loureiro e a assistente social Maria D’Ajuda Nascimento, com o objetivo de proporcionar o bem-estar ao colaborador e também de seus familiares.

OBRAS E MANUTENÇÃO DAS REDES 

O constante trabalho de manutenção das redes de abastecimento de água tem proporcionado a regularidade no fornecimento de água a mais de 98% dos domicílios de Itabuna. O mesmo ocorre com a rede de esgotamento sanitário, que atende a 84% das casas e tem 34% do coletado tratado.

A lagoa de decantação de esgoto, que fica no bairro São Judas Tadeu, estava em total estado de abandono. Agora, vem passando por um completo trabalho de limpeza, com o recolhimento da Eichornia crassipes, planta aquática popularmente conhecida por baronesa. A retirada da vegetação proporciona maior eficiência no tratamento do esgoto.

Outra importante ação da Emasa foi o acordo de cooperação com Prefeitura para a limpeza e a implantação da rede de esgoto que atualmente é lançado no canal de macrodrenagem do bairro Santo Antônio, que corta as ruas Santos Dumont e José Bonifácio.

Com extensão de aproximadamente 1,5 quilômetro, em paralelo ao canal serão implantadas redes coletoras de esgoto nas duas margens para levar os dejetos através em dutos até a destinação final. Dessa forma, está sendo atendida uma antiga reivindicação dos moradores das duas ruas do Santo Antônio e haverá a melhoria da qualidade de vida das pessoas que moram no entorno do canal.

PROJETOS ESTRUTURANTES 

A Diretoria de Projetos e Expansão da Emasa vem atuando na formulação de projetos estruturantes que serão apresentados nas esferas federal e estadual para a captação de recursos externos, além de contar também com recursos oriundos do orçamento do município.

Estão sendo priorizando projetos relacionados à expansão do abastecimento de água e a ampliação da captação e tratamento do esgoto. Dentre os projetos destacam-se o de captações “em tempo seco”, uma tecnologia de captação de dejetos que traz benefícios imediatos ao meio ambiente e a população. O projeto envolve a construção de três captações à margem direita do Rio Cachoeira e outro no canal de macrodrenagem da Avenida Amélia Amado.

A interceptação dos dejetos presentes nas galerias de águas pluviais em tempos de estiagem, evita o lançamento do esgoto in natura no Rio Cachoeira, contribuindo com a redução de efluentes através de águas pluviais, melhorando em curto prazo as condições sanitárias do ambiente.

Outro ponto importante nos projetos estruturantes diz respeito à melhora na distribuição de água, com a implantação de duas novas adutoras, ligando a Estação de Tratamento de Água (ETA), ao Jardim Cordier (setor do bairro São Caetano), e outra, derivando da BR-101, para o bairro Novo Lomanto.

As duas vão contar com o suporte de dois reservatórios, sendo um implantado um com a capacidade para armazenamento de 5.000 m³ (metros cúbicos) e outro, para 3.000 m³. Eles serão erguidos no Jardim Cordier e Novo Lomanto, respectivamente.

EQUAÇÃO DE DÉBITOS E COMBATE AO DESPERDÍCIO

Depois de realizar um detalhado diagnóstico, a nova administração da Emasa identificou uma dívida junto à Receita Federal do Brasil de pouco mais de R$ 80 milhões. O Departamento Jurídico está atuando para negociar e parcelar esse débito, para evitar bloqueio das contas da empresa, o que poderia inviabilizar as operações cotidianas da empresa.

A implantação do Programa de Combate ao Desperdício, agora no mês de abril, visa gerar um acréscimo de receita de cerca de R$ 1 milhão, que serão aplicados na melhoria do sistema de água e esgoto. Para isso, a Emasa realizou um processo licitatório para a contratação de empresa que irá realizar o levantamento e corte de ligações clandestinas, implantar hidrômetros, além de realizar o reparo das vias que são abertas para serviços de manutenção da rede em no máximo de 24 horas.

Atualmente, a Emasa tem uma perda de mais de 50% da água tratada que produz, devido problemas na rede de distribuição e também com o popular “gato”, com o combate as ligações clandestinas. Além disso, será desencadeado um trabalho mais eficaz de monitoramento na rede de distribuição para que resultados de eficiência sejam conseguidos no curto prazo.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A chuva que persiste em boa parte do sul da Bahia desde ontem (27), principalmente no eixo Ilhéus-Itabuna, comprometeu o fornecimento de energia elétrica nas estações de captação de água de Rio do Braço e da intermediária de Mutuns. Segundo a direção da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), a interrupção no povoado ilheense pode provocar desabastecimento de água em alguns pontos de Itabuna.

– Por volta das 11h30min [deste domingo], o fornecimento de energia pela concessionária foi interrompido. Por isso, imediatamente entramos em contato com a Coelba em busca de uma solução – informou o gerente técnico da Emasa, João Bitencourt.

O sistema de captação de Rio do Braço e a intermediária de Mutuns são responsáveis por 80% do abastecimento de água de Itabuna. A Emasa, em conjunto com a Coelba, está trabalhando para solucionar o problema do fornecimento de energia elétrica com a maior brevidade, segundo o diretor técnico da Emasa, Bruno Mendonça, para evitar que o abastecimento também seja comprometido.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um defeito na bomba da estação elevatória de Rio do Braço, que capta a água bruta para a estação principal, compromete o abastecimento de água em alguns pontos de Itabuna desde o final de semana. Pontalzinho, Alto Maron, Nova Itabuna, São Caetano, Novo São Caetano e Califórnia foram os bairros mais afetados, segundo a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa).

“Na madrugada de sexta para sábado, a bomba da estação elevatória de Rio do Braço apresentou um defeito, sendo substituída por outra reserva. Em função disto, tivemos que operar com o sistema parcialmente”, explica o diretor técnico da Emasa, Bruno Mendonça.

De acordo com Bruno, o problema já foi solucionado. Por isso, os bairros atingidos já estão tendo o sistema de abastecimento normalizado, à exceção do Pontalzinho, que terá o serviço de regularizado em até 24 horas. A recomendação é para que a população economize água para evitar problemas no consumo.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Para conter dois grandes vazamentos na rede de distribuição de água na cidade, equipes do serviço de manutenção da Empresa Municipal de Águas e Saneamento Ambiental (Emasa) atuaram no final de semana. Os serviços foram feitos na Avenida do Cinquentenário, nas proximidades do Santuário Santo Antônio, onde ocorreu o rompimento de uma rede de 85 milímetros, e na Rua Independência, no bairro São Roque, que teve uma adutora de 300 mílimetros danificada.

Segundo o gerente de Distribuição da Emasa, Moisés Ferreira Rosa, os serviços de recuperação foram executados sem a necessidade de interrupção no fornecimento de água. “As equipes atuaram de forma rápida, sem a necessidade de interromper o abastecimento nas áreas que são cobertas pela rede do Centro e pela adutora do São Roque”, disse.

A rede que rompeu na Avenida do Cinquentenário atende toda a parte central da cidade, enquanto a adutora do São Roque fornece água para os bairros Monte Líbano, Loteamento São João, Novo Horizonte e parte do Santo Antônio.

O gerente de Distribuição da Emasa, destaca a ajuda da população em informar a empresa sobre os problemas de vazamento. “Somos muito grato a população que está sempre comunicando os casos de vazamento em nossa rede. Essa ajuda é importante, pois, facilita nosso trabalho e contribui no combate ao desperdício”.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Empresa Municipal de Águas e Saneamento Ambiental (Emasa) trabalha para normalizar integralmente até as 19 horas desta terça-feira (19), o abastecimento do bairros Pedro Jerônimo, Fonseca, Maria Pinheiro, Daniel Gomes e Vale dos Sol.

O rompimento de uma adutora de 300 milímetros na Rua Senhor do Bonfim ontem interrompeu o abastecimento de água nesta área geográfica da cidade. Uma equipe de técnicos da Emasa foi deslocada para o local, tendo iniciado os serviços de recuperação da tubulação.

Segundo o gerente técnico da Emasa, João Bittencourt, o rompimento foi causado devido a pressão da água. Boa parte das casas dos bairros afetados com a interrupção no abastecimento logo, logo já estarão com água nas torneiras.

“Houve um empenho da equipe em solucionar o problema o mais rápido possível, para que a população do Pedro Jerônimo e bairros vizinhos não ficassem sem água. Nas casas onde a água ainda não chegou, estamos abastecendo com carros-pipas”, disse Bittencourt.

Captação de água em Rio do Braço, em Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma manutenção programada pela Coelba nesta quinta (7) suspenderá por, pelo menos, seis horas a captação de água em Rio do Braço, afetando o abastecimento para cerca de 70% da população itabunense.

O comunicado da Emasa, nesta manhã de quarta (6), informa que o serviço de captação em Rio do Braço e Mutuns será retomado assim que a Coelba concluir a manutenção programada na rede do distrito de Banco do Pedro, em Ilhéus.

A maioria da população itabunense é abastecida com a água do Rio Almada, captada em Rio do Braço, Ilhéus.

Abastecimento de água foi retomado no final da noite de ontem
Tempo de leitura: < 1 minuto

Depois de mais de 30 horas de serviço interrompido, a Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) voltou a captar e tratar água no final da noite desta quinta (19). A captação, tratamento e distribuição de água em Itabuna estavam interrompidos por problemas na rede de fornecimento de energia elétrica da Coelba.

Segundo a direção da Emasa, caso não falte água, a cidade continuará sendo abastecida durante toda a sexta-feira. Por enquanto, a prioridade no abastecimento está sendo dada a regiões do município que possuem hospitais e bairros onde a situação é considerada mais crítica. Algumas regiões já estão sendo água há mais de 10 dias.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Itabuna está há mais de 30 horas sem água devido à falta de energia elétrica nas estações de captação e de tratamento de água, segundo informou a direção da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa). Na nota, a direção da empresa diz que os serviços estão paralisados em todo o município e a situação preocupa a todos e pode comprometer o abastecimento até de hospitais.

A Emasa ressalta que, “mesmo com a COELBA  trabalhando para resolver os problemas, seus técnicos  até este momento  não regularizaram a situação. “Já são mais de trinta horas sem fazer o bombeamento da água, o abastecimento está paralisado em todo o município o que deixa todos altamente preocupados, inclusive com os Hospitais  de Itabuna”, informa a empresa em nota oficial.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Devido a serviços de manutenção numa das estações de Tratamento de Água (ETA) em Ilhéus, localidades da zona norte do município terão o abastecimento interrompido na próxima sexta. Conforme a Embasa, a manutenção será iniciada às 8h e tem previsão de conclusão até o final da tarde de sexta (25).

Imóveis situados em pontos mais distantes da rede distribuidora, como distritos, podem levar até 48h para ter o abastecimento totalmente regularizado. A Embasa ainda ressalta a importância de o usuário possuir reservatório domiciliar adequado às necessidades diárias de consumo do imóvel, minimizando o impacto de interrupções programadas ou emergenciais no fornecimento de água tratada.

LOCALIDADES AFETADAS

As localidades afetadas pelo interrupção no abastecimento são o Alto Nerival; Alto Soledade; Aritaguá; Barra/CSU; Centro Industrial, Iguape, Jardim Savóia, Novo Ilhéus, São Domingos, São João, São José, São Miguel, Sambaituba e Urucutuca.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Quase 30 localidades da região central e ao longo da Rodovia Ilhéus-Itabuna terão o abastecimento de água interrompido, na próxima sexta-feira (31), para manutenção da estação de tratamento de água (ETA) do Centro, informou, há pouco, a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). A previsão é de que o abastecimento seja retomado ao final do dia e regularizado em até 48 horas.

Segundo a Embasa, a “manutenção preventiva é necessária para manter o padrão de potabilidade da água distribuída pela concessionária”. A empresa também recomenda ao usuário “limpar, periodicamente, o reservatório de seu imóvel para manter a qualidade da água fornecida. A empresa também recomenda medidas de economia até que o abastecimento seja completamente regularizado”.

BAIRROS AFETADOS

No total, 26 bairros e localidades terão o abastecimento suspenso para a manutenção na ETA Centro. São eles Alto Carvalho, Alto da Esperança, Alto do Amparo, Alto do Aureliano, Alto do Cacau, Alto do Coqueiro, Alto Legião, Alto São Francisco, Avenida Itabuna, Banco da Vitória, Basílio, Conquista, Esperança, Frei Vantuy, Malhado, Morada do Bosque, Morada do Porto, Pacheco, Princesa Isabel, Salobrinho/Uesc, Tapera, Teotônio Vilela, Teresópolis, Vila Cachoeira, Vila Freitas, Vila Queiroz,Vila Nazaré.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Mais de 20 bairros e condomínios residenciais da zona sul de Ilhéus terão o abastecimento de água interrompidos nesta quinta (4), informou a Empresa Baiano de Águas e Saneamento (Embasa). De acordo com a nota, a suspensão ocorrerá para que equipes façam a limpeza e a desinfecção periódica dos reservatórios de água tratada do Pontal.

A previsão é de que a manutenção seja concluída ao final da tarde e o sistema de abastecimento volte a operar amanhã à noite e seja regularizado 24 horas depois. A orientação da Embasa é que usuários adotem medidas de economia de água e mantenham reservatórios de água compatíveis.

O aviso ocorre 24h antes da suspensão, o que prejudica, aproximadamente, 80 mil moradores de Ilhéus em período de pandemia do novo coronavírus. A principal recomendação dos órgãos de saúde mundiais é a higienização das mãos, principalmente lavando-as, assim como a higiene e limpeza de ambientes, objetos e produtos antes do consumo.

LOCALIDADES AFETADAS

A Embasa informou os bairros e localidades afetados pela manutenção. Terão o abastecimento interrompido moradores da BA-415, Barreira, Ceplus, Couto, Cururupe, Hernane Sá I e II, Ilhéus II, Jardim Atlântico, Loteamento São Caetano, Mar a Vista, Mar de Ilhéus I, Nossa Senhora da Vitória, Nelson Costa, Pérola do Mar e Pontal. A suspensão também atinge Parque Olivença, Praia Dourada, Rodovia Ilhéus-Olivença, Santo Antônio de Pádua, São João, Sapetinga, Sol e Mar I e II, Urbis.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Ilhéus enfrentou final de noite de domingo e madruga de segunda (6) de chuva forte. Foram 80 milímetros de chuva em pouco mais de cinco horas, que provocaram alagamentos e afetou o abastecimento de água no município.

Há pouco, a Embasa informou que o aguaceiro paralisou equipamentos que fazem a captação de água dos mananciais para as estações de tratamento da cidade. Conforme a empresa, técnicos estão avaliando os danos e adotando medidas para restabelecer o fornecimento de água.

Na zona sul, onde o abastecimento estava sendo regularizado depois de obras e manutenção emergencial na rede distribuidora na última quinta (2), o serviço foi prejudicado por quedas constantes na rede de energia elétrica ao longo do final de semana. O temporal desta madrugada prejudicou o acionamento automático das bombas que fazem a captação de água bruta para a Estação de Tratamento de Água (ETA) Pontal.

No centro-oeste, zona norte e em Olivença, onde o distribuição de água estava ocorrendo normalmente, o temporal provocou desabastecimento prolongado de energia até às cinco da manhã de hoje. “O temporal também levou a estrutura de sustentação de trecho da rede adutora de água bruta, o que demandou nova suspensão das operações para que o reparo seja executado”.

Embasa dará isenção na conta de água para famílias pobres
Tempo de leitura: < 1 minuto

Cerca de 860 mil consumidores ficarão isentos do pagamento da conta de água, na Bahia, pelos próximos 90 dias, conforme cálculos do governo baiano. No início da tarde, Rui Costa anunciou que a isenção valerá para residências que consomem até 25 metros cúbicos de água por mês não pagarão e que seus moradores integrem o cadastro social da Embasa. Ontem (1º), o governador já havia anunciado isenção da conta de luz para famílias que consomem até 80 kw por mês.

– Nós vamos enviar para a Assembleia um projeto de lei garantindo o pagamento das famílias que estão no cadastro social e que têm esse consumo. Terão a conta paga pelo governo por 90 dias. Isso significa recurso imediato nas mãos das pessoas. Estamos falando de 860 mil pessoas beneficiadas – acrescentou.

O custo da medida será de R$ 50 milhões para o governo baiano. A isenção valerá apenas para consumidores que são abastecidos pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). Vários municípios no Estado são abastecidos por empresas autônomas ou de sociedade mista, a exemplo da Emasa, em Itabuna. Nestas, quem deverá anunciar o “perdão” são os prefeitos.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O fornecimento de água será suspenso na próxima quinta (2) em mais de vinte localidades da zona sul de Ilhéus, informou a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa). A suspensão se deve às obras de entroncamento de nova rede de água tratada ao sistema de abastecimento da empresa (confira a lista abaixo).

Segundo a empresa, a previsão é de que o serviço seja concluído ainda na tarde da próxima quinta e de regularização do abastecimento em até 24 horas após. Com o entroncamento, a empresa utilizará nova rede adutora de 10 quilômetros de extensão da Estação de Tratamento de Água (ETA), no Pontal, para bairros centrais de Ilhéus hoje atendidos pela estação da Barragem do Iguape.

– Como a Barragem do Iguape teve sua capacidade de acumulação e de recuperação alteradas ao longo dos últimos anos, consequência de mudanças no regime de chuvas e intervenções humanas, vamos usar água do Rio Santana para suprir parte da demanda de bairros centrais de Ilhéus. A partir do funcionamento desse equipamento, deixaremos de captar aproximadamente 2,5 milhões de litros de água do Iguape diariamente”, explicou o gerente do Escritório Local da Embasa em Ilhéus, José Lavigne.

Segundo a empresa, a mudança não afetará o abastecimento de água da zona sul, pois a ETA do Pontal possui mais capacidade de produção do que a atualmente utilizada.

LOCALIDADES AFETADAS

A relação de localidades afetadas com as obras, na próxima quinta, é composta por BR-415, Barreira, Ceplus, Couto, Cururupe, Hernane Sá I e II, Ilhéus II, Jardim Atlântico, Loteamento São Caetano, Mar a Vista, Mar de Ilhéus I, Nossa Senhora da Vitória, Nelson Costa, Pérola do Mar, Pontal, Parque Olivença, Praia Dourada, Rodovia Ilhéus-Olivença, Santo Antônio de Pádua, São João, Sapetinga, Sol e Mar I e II e a Urbis.