Itabuna é humilhado na Arena Fonte Nova || Imagem TVE-BA
Tempo de leitura: 2 minutos

O Bahia não deu chance para o Itabuna, que se complicou de vez no Campeonato Baiano e corre o risco de entrar na zona de rebaixamento na próxima rodada da competição. O Dragão do Sul até tentou segurar o Tricolor de Aço, mas a técnica prevaleceu na Arena Fonte Nova, em Salvador, na noite desta quarta-feira (7). O Bahia humilhou o adversário por 5 a 0.

O Itabuna conseguiu segurar o Tricolor de Aço até os 26 minutos, quando Yago Felipe abriu o placar numa linda cobrança de falta. O primeiro tempo foi de domínio do Tricolor, que acertou uma bola no travessão e desperdiçou outras boas chances de gol. O Dragão do Sul não teve força ofensiva para ameaçar o adversário e o 1 a 0 saiu barato no primeiro tempo.

Na segunda etapa da partida, o Bahia voltou com tudo. Yago Felipe marcou novamente, aos 17 minutos. Atordoado, o Itabuna não demorou para levar o terceiro gol. Aos 18 minutos, depois de receber um belo lançamento de Caio Alexandre, o atacante Ademir ampliou.

Cauly e Gabriel Xavier marcaram os outros dois gols para o Bahia, que se isolou na liderança do Estadual, com 13 pontos. O time volta a campo no sábado (10), quando enfrenta o River, no Piauí, pela segunda rodada da Copa do Nordeste. A partida começa às 16h.

O Itabuna volta a campo no dia 14, no Clássico do Cacau, contra o Barcelona de Ilhéus, no Estádio Mário Pessoa, pela sétima rodada do Campeonato Baiano. O Barça soma 10 pontos e é o quarto colocado. A partida está prevista para começar às 19h15min. No mesmo dia, Bahia de Feira, que tem cinco pontos, recebe o Atlético, na Arena Cajueiro. O time de Alagoinhas tem 4 pontos. Veja como foi o baile de hoje do Bahia.

Romário abriu o placar para o Itabuna || Foto Reprodução TVE-BA
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Itabuna começou com tudo a partida no Estádio Adauto Moraes, em Juazeiro, na noite desta quinta-feira (1º), mas não conseguiu sair com vitória contra o time da casa. O Dragão do Sul desperdiçou uma chance clara de gol, aos 6 minutos do primeiro tempo, com o atacante Romário. O camisa 9 teve outra oportunidade aos 46 minutos e abriu o marcador contra o Juazeirense.

O Itabuna parecia que ampliaria o placar, mas acabou levando empate ao 26 minutos do segundo tempo. Depois de cobrança de escanteio, houve um bate-rebate e a bola sobrou para Pedro Henrique, sozinho, empurrar para a rede, deixando tudo igual no Estádio Adauto Moraes.

Com empate, o Itabuna chegou aos 6 pontos e estacionou na sétima colocação. São três empates, uma derrota e uma vitória. Na próxima rodada, na quarta-feira (7), o Dragão do Sul enfrentará o líder Bahia, na Arena Fonte Nova, em Salvador. O Tricolor de Aço tem 10 pontos, um a mais que Vitória e Jequié. Assista aos melhores momentos da partida desta quinta-feira, com transmissão da TVE-BA.

Bahia leva gol nos acréscimos e segue na zona de rebaixamento || Foto Jhony Pinho/AGIF
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia tinha tudo para sair da zona de rebaixamento nesta quarta-feira (29). O Tricolor de Aço foi beneficiado com as derrotas do Vasco e Santos para Corinthians e Fluminense, respectivamente, mas não soube aproveitar para sair da Zona da Morte. Jogando na Arena Fonte Nova, em Salvador, contra o São Paulo, o time levou um gol aos 51 minutos do segundo tempo e perdeu a partida por 1 a 0. O gol do jogo foi marcado por Caio Paulista.

Com a derrota de hoje, o Bahia estacionou na 17ª colocação, com 41 pontos, na zona de rebaixamento. O Tricolor precisa vencer dois times mineiros para escapar da degola. O primeiro é o já rebaixado América, goleado pelo líder Palmeiras nesta noite. A partida do time de Rogério Ceni será no domingo (3), no Estádio Independência, em Minas Gerais.

O Bahia encerra a sua participação no Campeonato Brasileiro deste ano no dia 6 contra o Atlético Mineiro, que hoje derrotou o Flamengo por 3 a 0, em pleno Maracanã, e chegou aos 63 pontos e segue na terceira colocação, na disputa pelo título. Além de vencer os seus jogos, o time de Rogério Ceni torce por derrotas de Vasco e Santos para continuar na elite do futebol brasileiro no próximo ano.

O zagueiro Kanu abriu o placar para o Bahia || Foto Felipe Oliveira / EC Bahia.
Tempo de leitura: < 1 minuto

A torcida compareceu em massa na Arena Fonte Nova, em Salvador, na noite deste sábado (21), e o Bahia não decepcionou. Diante de mais de 40 mil torcedores, o Tricolor de Aço bateu o Fortaleza por 2 a 0, com um gol em cada tempo, com o zagueiro Kanu e o atacante Rafael Ratão, respectivamente. Foi o terceiro triunfo seguido na luta para permanecer na primeira Divisão do Campeonato Brasileiro.

Com o resultado, o Bahia chegou aos 34 pontos, quatro a mais que o Vasco, que abre a faixa da zona de rebaixamento. A equipe de São Januário entra em campo neste domingo (22), quando faz o clássico contra o Flamengo, no Maracanã. A partida está prevista para começar às 16h. O Vasco é o 17º colocado e o Rubro-Negro é o terceiro na tabela de classificação.

CRUZEIRO NA MIRA

Após o triunfo de hoje, o Bahia volta a campo na próxima quarta-feira (25), quando viaja a Minas Gerais para enfrentar o Cruzeiro. A partida está marcada para as 20h, no estádio Mineirão. Antes do jogo contra o Bahia, o Cruzeiro faz o clássico contra o Atlético Mineiro.

Na partida de hoje, Rafael Ratão, que entrou no segundo tempo, marcou o segundo gol nos acréscimos. Em entrevista ao canal Premiere, o jogador destacou a evolução da equipe do Bahia . “Três triunfos muito importantes. Fomos bem no jogo, ficamos com a bola. Fiquei feliz de marcar dentro de casa. Agora é aproveitar esse momento e, no próximo jogo, focar também”.

Jogadores do Bahia comemoram gol de Biel || Foto Felipe Oliveira/EC Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia poderia ter goleado o Internacional, na noite desta quarta-feira (18), na Arena Fonte Nova, em Salvador, mas desperdiçou, no segundo tempo, pelo menos três chances claras de gols,  com Biel, Cauly e Everaldo. Ainda no primeiro tempo, quando o placar caminhava para o 0 a 0, Biel fez jogada individual e acertou um lindo chute, de fora da área, para abrir o placar, aos 43 minutos.

No primeiro tempo, a partida foi equilibrada, mas o Bahia foi superior na segunda etapa. Com um pouquinho mais de capricho teria marcado, pelo menos, mais três vezes. Com resultado, o Tricolor chegou aos 31 pontos e segue fora da zona de rebaixamento, mas por apenas um ponto. É seguido de perto por Goiás e Santos, que entra em campo nesta quinta-feira (20).

O Bahia volta a campo no próximo sábado (21), na Arena Fonte Nova, a partir das 18h30min. O Tricolor recebe o Fortaleza, que na noite de hoje perdeu de 1 a 0 para o Vasco, em São Januário, no Rio de Janeiro. O Internacional enfrenta o Santos, no domingo (22), às 16h, no Estádio Beira Rio.

Gilberto (à esquerda) cometeu pênalti no gol de empate do Vasco || Foto Felipe Oliveira
Tempo de leitura: < 1 minuto

O jogo deste domingo (3), na Arena Fonte Nova, em Salvador, mostrou porque Bahia e Vasco estão na parte de baixo da tabela da Série A do Campeonato Brasileiro, correndo risco de rebaixamento para Série B. Marcada por muitos erros das equipes, a partida terminou empatada em 1 a 1.

Ademir abriu o placar no final do primeiro tempo, em que o Bahia conseguiu fazer algumas jogadas de perigo. No segundo tempo, o treinador do Vasco fez logo três substituições do meio para frente que melhoraram um pouco a equipe de São Januário. Não demorou para o time carioca chegar ao empate.

O gol do Vasco foi marcado aos 18 minutos, por Vegetti, de pênalti infantil cometido pelo lateral direito Gilberto. O centroavante deslocou o goleiro Marcos Felipe. Depois do empate, as duas equipes tiveram chance de marcar, mas esbarraram em decisões ruins.

Com o empate, o Bahia chegou aos 22 pontos e segue na 16ª colocação. Apenas um ponto separa o Tricolor Baiano do Santos, que foi derrotado por 2 a 0 pelo América. Com 17 pontos, o Vasco segue na zona de rebaixamento, na 18ª posição, à frente somente de América e Coritiba.

O Bahia volta a campo no dia 14, quando viaja ao Paraná para enfrentar o Coritiba, no Estádio Couto Pereira. Já o Vasco faz o clássico contra o Fluminense. O local da partida ainda não definido.

O líder insolado do Campeonato Brasileiro é o Botafogo, que tem 51 pontos. Mesmo derrotado por 2 a 1 para o Flamengo, no sábado, o Fogão tem 10 pontos de vantagem para o segundo colocado, o Palmeiras, que neste domingo empatou em 0 a 0 com o Corinthians.

Bahia arranca empate contra o Cuiabá, mas pode entrar na zona de rebaixamento || Foto Felipe Oliveira/EC Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia segue sem conseguir apresentar um bom futebol e com dificuldade de obter resultados positivos no Campeonato Brasileiro. Jogando na Arena Pantanal neste sábado (8), o Tricolor de Aço ficou no empate de 1 a 1 com o Cuiabá. O time da casa saiu na frente, com o centroavante Deyverson, marcando de pênalti,aos 17 minutos do primeiro tempo.

O Bahia foi completamente dominado no primeiro tempo. Conseguiu melhorar na segunda etapa, quando chegou ao empate. O jogador Ryan cruzou a bola na área e, sem querer, o defensor Empereur, do Cuiabá, cabeceou contra o gol de Walter. O goleiro nada pôde fazer.

Com o empate, o Bahia chegou aos 13 pontos e corre risco de entrar na zona de rebaixamento neste domingo (8). O Goiás tem 12 pontos e, caso vença o Santos, na Vila Belmiro, assumirá a vaga do Tricolor. A partida em Santos será às 11 da manhã.

O Bahia volta agora as atenções para a partida contra o Grêmio pelas quartas de final da Copa do Brasil, na quarta-feira (12), em Porto Alegre. O jogo de ida, na Arena Fonte Nova, em Salvador, terminou em 1 a 1. Por isso, quem vencer ficará com a vaga. Em caso de novo empate, a vaga será decidida nas penalidades. A partida está marcada começar às 19h, na Arena do Grêmio.

Bahia fica no empate com o Santos || Foto Rafael Machaddo /EC Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Bahia perdeu a chance de sair da Vila Belmiro com uma boa vantagem para o jogo de volta pela Copa do Brasil. As tentativas dos jogadores do Tricolor de Aço pararam no goleiro João Paulo, que fez lindas defesas em chutes de Biel, David Duarte e Cauly. A atuação do goleiro santista impediu a abertura do placar, na noite desta quarta-feira (17).

Bahia e Santos voltam a se enfrentar, no dia 31 deste mês, na Arena Fonte Nova, em Salvador. Quem vencer a partida avança às quartas de final da Copa do Brasil. Se a partida terminar empatada, a decisão da vaga será nas cobranças de pênaltis.

Pelo Campeonato Brasileiro, o Bahia volta a campo no sábado (20), às 16h, contra o Goiás, em Salvador. O Tricolor de Aço tem apenas seis pontos em seis partidas e ocupa a 14ª colocação. O Goiás tem a mesma pontuação e está na 15ª posição.

Bahia perde em casa para o Flamengo e corre risco de entrar na zona de rebaixamento || Foto Felipe Oliveira/EC Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

Em um jogo marcado por muitas falhas das defesas, o Bahia perdeu para o Flamengo na Arena Fonte Nova, em Salvador, na tarde deste sábado (13), na abertura da sexta rodada do Campeonato Brasileiro. O Rubro-Negro carioca chegou abrir 3 a 1 no primeiro tempo, mas o Tricolor de Aço diminuiu na segunda etapa e poderia, ao menos, ter empatado a partida.

Os gols do Flamengo foram de Matheus França, Gabigol e Davi Luiz, que marcou pela primeira vez pelo time carioca. Biel e Ademir descontaram para o Bahia, que teve os zagueiros Rezende e Kanu expulsos no segundo tempo. Mesmo com dois jogadores a menos, o Tricolor de Aço deu muito trabalho e por pouco o meia Cauly não faz um golaço. Ele driblou dois jogadores adversários, dentro da área, mas finalizou por cima do gol de Santos.

Com o resultado de hoje, o Flamengo chegou aos 9 pontos e está, provisoriamente, na quarta colocação, mas deve perdê-la no complemento da sexta rodada. O Bahia estacionou nos seis pontos, em seis jogos, e corre o risco de entrar na zona de rebaixamento.

SUBSTITUIÇÕES E EXPULSÕES

A partida foi marcada por um pacote de substituições inéditas na elite do futebol brasileiro. O treinador Jorge Sampaoli, do Flamengo, fez cinco substituições no intervalo no jogo, trocando inclusive o goleiro. O técnico tirou o goleiro Matheus Cunha, o zagueiro David Luiz, o volante Thiago Maia, o meia Matheus França e o atacante Everton Cebolinha.

As vagas foram ocupadas pelo goleiro Santos, o lateral-direito Wesley, os volantes Pulgar e Vidal e o atacante Bruno Henrique. Ao final da partida,  Sampaoli alegou que as mudanças ocorreram por causa de lesões. Com as mudanças, o Flamengo praticamente assistiu ao Bahia jogar até a expulsão de Rezende. O Tricolor ainda perdeu Kanu por uma possível cotovelada em Gabigol. Os jogadores  do Tricolor se revoltaram com as expulsões.

O Bahia volta a campo na quarta-feira (17), quando enfrenta o Santos pela partida de ida da Copa do Brasil. Um dia antes, na terça, o Flamengo faz o clássico com o Fluminense, pela mesma competição.

Bahia é um dos maiores vencedores de estaduais no Brasil || Foto Felipe Oliveira/EC Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Sem surpresa, o Bahia conquistou, neste domingo (2), na Arena Fonte Nova, em Salvador, 50º troféu do Campeonato Baiano. O Tricolor de Aço dominou e venceu o Jacuipense por 3 a 0 diante de 48.898 torcedores. Como o jogo de ida, em Riachão do Jacuípe, terminou empatado em 1 a 1, quem vencesse a partida de hoje ficaria com título.

O time do Jacuipense conseguiu segurar o Bahia até os 21 minutos do segundo tempo. Quando o jogo caminhava para decisão nas penalidades, o sistema defensivo vacilou, deixando o centroavante Everaldo receber sozinho passe, na pequena área, de Chávez para abrir o placar. Os torcedores do Tricolor de Aço ainda estavam comemorando quando Cauly marcou o segundo gol da partida, aos 23 minutos.

O terceiro gol do Bahia foi marcado no final da partida, por Jacaré, de pênalti. Com a conquista, o Bahia é segundo time no Brasil com mais estaduais.A equipe com maior quantidade de títulos é o ABC, do Rio Grande do Norte, com 57 conquistas.

Na Bahia, a tendência é o Tricolor acumular novas conquistas nos próximos anos. Além do Tricolor contar com o melhor elenco, resultado de investimentos do Grupo City, os times do interior reclamam dos seguidos erros de arbitragem para os rivais da capital. O Itabuna, por exemplo, até hoje se queixa de um pênalti inventado para o Bahia no segundo jogo da semifinal.

A partida estava empatada em 0 a 0 quando a penalidade foi inventada. O jogo terminou 4 a 1 para o Bahia, que garantiu vaga na grande final de hoje. Veja abaixo os melhores momentos com transmissão da TVE-BA.

Itabuna já está em Salvador para enfrentar o Bahia || Foto Itabuna FC/Robert Silva
Tempo de leitura: < 1 minuto

A delegação do Itabuna já está em Salvador para uma das partidas mais importantes da história do clube. Os jogadores do Dragão do Sul da Bahia treinaram nesta quinta-feira (16), no Estádio de Pituaçu, em Salvador, onde nesta sexta-feira realizam mais atividades antes do grande jogo.  O time se prepara para enfrentar o Bahia, no sábado (18), no jogo de volta da semifinal do estadual deste ano.

Na partida de ida, em Camacan, no sábado passado,  o Itabuna venceu o jogo por 1 x 0, com gol do zagueiro Jan Pieter, no segundo tempo.  Com isso, o Dragão do Sul ficou com a vantagem de jogar pelo empate. A partida contra o Bahia está prevista para começar às 16h, na Arena Fonte Nova. De acordo com o regulamento da competição, em caso de derrota do Itabuna por um gol de diferença, a disputa da vaga será na cobrança de pênaltis.

Quem ficar com a vaga enfrentará o Juicuipense ou Juazeirense. Na partida de ida, no domingo passado, o time de Riachão do Jacuípe venceu por 1 a 0. Com isso, ampliou a vantagem sobre o adversário.  Por ter melhor campanha na primeira fase, o Juicuipense já tinha a vantagem de jogar diante da sua torcida. Com o resultado obtido na partida,  conquistou o direito do empate no próximo domingo (19).

Caso a Jacuipense perca a partida com a diferença de um gol, a decisão da vaga na grande final será na disputa das penalidades. O Juazeirense só fica com a vaga direto se vencer por uma diferença de mais de dois gols.  O primeiro jogo da decisão do Campeonato Baiano está marcado para o dia  2 de abril.  A grande decisão está marcada para o dia 9 de abril.

Jacaré marcou o gol que garantiu os 3 pontos para o Bahia|| Foto Felipe Oliveira/EC Bahia
Tempo de leitura: < 1 minuto

Com um lindo gol de Vítor Jacaré, o Bahia voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. Jogando na noite de sábado (8), na Arena Fonte Nova, em Salvador,  o Tricolor de Aço bateu o Brusque pelo placar de 1 a 0, quebrando uma série de resultados ruins.  A equipe estava a cinco jogos sem vencer e viu concorrentes se aproximarem.

Com o resultado de ontem, o Bahia chegou aos 56 pontos, um a menos que o vice-líder Grêmio, que na rodada empatou em 1 a 1 com o Londrina, no campo do adversário. O líder isolado e campeão antecipado da Série B é o Cruzeiro. Mesmo com um jogo a menos, o time mineiro soma 72 pontos e não pode ser mais alcançado por nenhum adversário.

O quarto colocado na Série B é o Vasco da Gama, que venceu o Novorizontino por 3 a 0. Com a vitória, o time de São Januário,  chegou aos 55 pontos, quatro a mais que o Ituano, que no sábado derrotou o Guarani por 2 a 1. As quatro melhores equipes da segundona sobem para Série A de 2023.

No próximo domingo (16), o Bahia terá a chance de  assumir a vice-liderança da Série B do Brasileiro.  O Tricolor de Aço vai até Porto Alegre enfrentar o Grêmio. A partida está marcada para começar às 16h.

Tempo de leitura: 2 minutos

Uma terça-feira de show do Bahia na Arena Fonte Nova, em Salvador. O Tricolor de Aço dominou o Londrina desde o início do jogo, na noite de hoje (3), diante da torcida, goleou por 4 a 0 e voltou à liderança da Série B do Campeonato Brasileiro, com 13 pontos. Os gols da partida foram marcados por Rildo, duas vezes, Daniel e Marco Antônio.

O Bahia dominou o adversário desde o primeiro minuto de jogo. Em ritmo acelerado, o time da casa precisou de apenas dez minutos para colocar dois gols de vantagem no marcador. Logo aos quatro, após roubada de bola na intermediária, Davó tocou para Rildo, que driblou o goleiro e estufou as redes da Arena Fonte Nova.

Seis minutos depois, a dupla de ataque tricolor funcionou de novo e Rildo marcou mais um, dessa vez em belo chute colocado de fora da área. Nos minutos seguintes, o Tricolor de Aço diminuiu o ritmo, mas manteve o controle do jogo. E quando teve a chance não perdoou. Na marca dos 35 minutos, Daniel pegou uma sobra perto da área marcou o terceiro para o Bahia.

Depois do intervalo, o Londrina voltou com uma postura mais agressiva para o segundo tempo, mas, quando os visitantes tentavam uma reação, o Bahia engatou contra-ataque, que terminou no arremate certeiro de Marco Antônio, aos 14 minutos. Com o placar elástico, o Tricolor não teve problemas para segurar o resultado até o apito final.

PRÓXIMOS JOGOS

O Bahia volta a campo no dia 10 pela Copa do Brasil. O Tricolor de Aço viaja até o Paraná para partida de volta contra o Azuriz. No primeiro confronto, na Arena Fonte Nova, em Salvador, as duas equipes empataram em 0 a 0.

Pela Série B do Campeonato Brasileiro, o Bahia só volta a campo no dia 15 deste mês, quando viaja até o Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco, em São Januário, pela 7ª rodada.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Jogando na noite desta terça-feira (19), na Arena Fonte Nova, em Salvador, o Bahia desperdiçou a chance de abrir vantagem contra o Azuriz-PR pela terceira fase da Copa do Brasil. O Tricolor de Aço empatou em 0 a 0 com a equipe paranaense. A partida da volta acontece no dia 10 de maio.

O Bahia até controlou a posse de bola na etapa inicial e criou mais oportunidades de gol. A primeira apareceu logo aos seis minutos, quando Patrick cabeceou após cobrança de escanteio e o goleiro Caio fez uma bela defesa. Aos 17, Raí arriscou de longe e a bola passou à direita do gol.

Já a melhor chance do Azuriz veio aos 19, em arrancada de Oya pela esquerda, que terminou em um chute na rede pelo lado de fora. Daniel, do Bahia, fez o goleiro do time paranaense trabalhar em chute forte aos 29. Já Raí, do Tricolor de Aço, tirou tinta do travessão, aos 30, em pancada de canhota para fora.

Após o intervalo, o Bahia voltou com o mesmo ímpeto, tentando manter a ofensividade. No entanto, a bem postada defesa paranaense conseguiu, no início, neutralizar os lances de ataque do mandante. O cenário se manteve na segunda parte da etapa final: o Tricolor insistiu no ataque e a Azuriz se defendeu e buscou transições rápidas, mas sem ameaçar a meta de Danilo Fernandes.

Tempo de leitura: 2 minutos

O nome do jogo na estreia do Bahia na série B do Campeonato Brasileiro foi Vitor Jacaré, que marcou os dois gols no triunfo contra o Cruzeiro. A partida, na Arena Fonte Nova, em Salvador, na noite desta sexta-feira (8), terminou 2 a 0 para o Tricolor de Aço.

O Bahia criou a primeira boa chance na Arena Fonte Nova aos cinco minutos do primeiro tempo. Rodallega cobrou falta colocada e a bola passou por cima do gol. O Cruzeiro respondeu aos 14 minutos, quando Waguinho entrou na área, chutou e parou na defesa de Danilo Fernandes.

O Tricolor voltou ao ataque aos 19 minutos, com Raí Nascimento, que chutou da entrada da pequena área e a zaga desviou. Aos 30, foi a vez de Marco Antônio chutar por cima do gol. Antes do intervalo, aos 46, a Raposa acertou o travessão do Bahia em chute forte de Pedro Castro.

O segundo tempo começou intenso. No primeiro minuto, Canesin, do Cruzeiro, bateu forte de fora da área e a bola foi pela linha de fundo. O Tricolor respondeu aos quatro minutos, quando Daniel chutou por cima do gol. Aos oito, foi a vez de Rodallega finalizar e a bola desviar na zaga cruzeirense. Mais ofensivo, o Bahia abriu o placar com Victor Jacaré, aos 11 minutos. O atacante recebeu passe de Davó na área e completou, de carrinho, para o fundo das redes de Rafael Cabral.

O Bahia ampliou o placar aos 28 minutos. Victor Jacaré puxou contra-ataque pela esquerda, se livrou da marcação e chutou para fazer o segundo do time da casa. Três minutos depois, Davó quase fez o terceiro em chute da entrada da área pela linha de fundo. A Raposa tentou responder aos 40 minutos, quando Vitor Roque chutou de fora da área e a bola passou por cima do gol.