Vila Encantada tem diversos atrativos para o público infantil
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Vila Encantada da Páscoa no Shopping Jequitibá terá atividades para a garotada neste final de semana. A diversão começa na sexta (8), a partir das 16h, com a Oficina de Artesanato para a confecção de óculos e sacolas personalizadas.

No sábado (9), haverá oficinas de Chocolovers, com pizza de brownie, bolo, bombom e decoração de bolo com chocolate, a partir das 14h. Às 15h, Oficina de Artesanato, com esculturas de Páscoa em gesso e confecção de bonés.

A programação do domingo (10) começa às 14h. com Oficina de Chocolovers. Às 17h, apresentação teatral na Praça de Alimentação. Além das atividades infantis, as lojas do Shopping Jequitibá tem uma série de promoções para a Páscoa, com ofertas especiais para os tradicionais ovos de chocolate.

SEXTA-FEIRA SANTA

No feriado da Sexta-Feira Santa, a Praça de Alimentação do Shopping Jequitibá funcionará das 12h às 21h. A relação de restaurantes que estarão abertos aos clientes pode ser conferida em www.shoppingjequitiba.com.br.

Voto do ministro relator Rogerio Schietti é acompanhado pela Sexta Turma do STJ
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Sexta Turma do Superior Tribunal de Justiça (STJ) reconheceu, nesta terça-feira (5), que a Lei Maria da Penha deve ser aplicada aos casos de violência doméstica ou familiar contra mulheres transexuais.

A decisão unânime se deu em julgamento de recurso do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) contra decisão de primeira instância que afastou a aplicação da lei do caso de uma transexual agredida pelo próprio pai na residência da família.

Relator do recurso, o ministro Rogerio Schietti Cruz argumentou que a interpretação sobre o alcance da lei não pode ser resumida aos aspectos objetivos da natureza, como se o ciência jurídica fosse exata ou biológica.

“As existências e as relações humanas são complexas, e o direito não se deve alicerçar em discursos rasos, simplistas e reducionistas, especialmente nestes tempos de naturalização de falas de ódio contra minorias”, acrescentou o magistrado.

No voto, Rogerio lembrou que o Brasil lidera o trágico ranking mundial de assassinatos de transexuais e travestis. Levantamento da Transgender Europe, referente a 2021, aponta que o Brasil responde por 33% dos homicídios de pessoas trans, reafirmando a liderança macabra dos últimos 13 anos. No ano passado, 140 transexuais e travestis foram mortos no país.

Infestação do mosquito em Ilhéus chega a 5,2% em 2022
Tempo de leitura: < 1 minuto

O índice de infestação predial (IIP) do Aedes aegypti em Ilhéus supera em mais de cinco vezes o percentual considerado aceitável pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Agora, 5,2% dos imóveis visitados em Ilhéus estavam com focos de larvas do mosquito, enquanto a OMS considera aceitável abaixo de 1%.

A infestação foi aferida durante o primeiro ciclo do Levantamento Rápido de Índices para Aedes aegypti (LIRAa) de 2022, segundo a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau). Significa dizer que, a cada 100 imóveis visitados, mais de 5 apresentavam focos do mosquito.

Apesar disso, segundo a Sesau, o índice está abaixo do registrado em 2021, quando chegou a 8,4%. Já o último levantamento feito pela pasta, referente ao primeiro trimestre de 2022, registrou 124 casos de dengue, uma das três doenças transmitidas pelo mosquito, também responsável pela transmissão do zika vírus e da chikungunya.

BAIRROS EM SITUAÇÃO DE ALERTA

A Vigilância Epidemiológica de Ilhéus constatou os maiores índices de infestação do mosquito nos bairros Salobrinho, São Francisco, Nelson Costa, Sapetinga, Nossa Senhora da Vitória, Barra de Itaípe, Hernani Sá e Pontal, além da Avenida Itabuna.

O secretário de Saúde, André Cezário, pediu que os moradores de Ilhéus colaborem com o combate ao mosquito, evitando as condições de reprodução da espécie, que deposita suas larvas em recipientes com água parada.

“Os agentes realizam visitas e orientam os moradores, mas é importante que a comunidade faça a sua parte, porque o combate depende da conscientização de todos. Se não houver comprometimento da população, os casos continuarão aumentando”, disse o gestor.

A Sesau disponibiliza o telefone 73 3234-2031 para denúncias de possíveis criadouros do Aedes aegypti, a exemplo de terrenos baldios e casas abandonadas. O serviço funciona de segunda a sexta, das 8h às 17h. Atualizado às 11h26min.

Autoridades cobram rigor na investigação sobre morte de Jota Silva
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Departamento de Polícia Técnica (DPT) concluiu que o radialista Jota Silva foi assassinado por estrangulamento. Quando foi encontrado morto, na noite de terça-feira (5), em Itabuna, o comunicador tinha marcas de agressão no pescoço.

A Polícia Civil ouve testemunhas, analisa imagens e faz diligências para tentar identificar o principal suspeito do crime, que foi visto chegando à casa do radialista, junto com Jota Silva, na tarde de terça.

Autoridades e entidades baianas manifestaram pesar pelo assassinato de Jota Silva, que, após quatro décadas no rádio, construiu carreira sólida e conquistou muitos admiradores do seu trabalho. As manifestações também cobram rigor e celeridade nas investigações sobre o caso.

O corpo do radialista foi velado e sepultado em Itabuna, no Cemitério Campo Santo, na tarde de ontem (6), sob forte comoção de familiares e amigos.

Cai tarifa extra da conta de energia elétrica || Foto Marcello Casal Jr/AB
Tempo de leitura: 2 minutos

O presidente Jair Bolsonaro anunciou, nesta quarta-feira (6), o fim da bandeira de escassez hídrica, em vigor desde setembro do ano passado, e que gerava uma taxa extra na conta de energia elétrica de R$ 14,20 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. Com o fim da bandeira, não haverá mais cobrança de taxa extra na conta de luz. A medida entra em vigor a partir do dia 16 de abril, informou o presidente.

“Bandeira verde para todos os consumidores de energia a partir de 16/04. A conta de luz terá redução de cerca de 20%”, postou Bolsonaro nas redes sociais. Em seguida, o Ministério de Minas e Energia (MME) publicou uma nota oficial com o mesmo teor das postagens do presidente sobre o assunto.

A tarifa extra foi aprovada em meio à crise hidrológica que afetou o nível dos reservatórios das usinas hidrelétricas do país em 2021. As usinas são a principal fonte geradora de energia elétrica no país. De acordo com o governo federal, foi a pior seca em 91 anos.

“Em 2021, o Brasil enfrentou a pior seca já registrada na história. Para garantir a segurança no fornecimento de energia elétrica, o país utilizou todos os recursos disponíveis e o governo federal teve que tomar medidas excepcionais. Com o esforço dos órgãos do setor, o país conseguiu superar esse desafio, os reservatórios estão muito mais cheios que no ano passado e o risco de falta de energia foi totalmente afastado”, diz a nota do MME, também reproduzida pelo presidente da República.

RESERVA HÍDRICA

Segundo a nota, o reservatório da usina de Furnas terminou o mês de março acima de 80% de seu volume útil. O governo também informou a retomada da operação da Hidrovia Tietê-Paraná, que ficou interrompida por sete meses.

Já havia uma previsão de que a bandeira de escassez hídrica, patamar mais alto já adotado pelo governo, terminaria no final deste mês, mas a medida anunciada pelo MME e pelo presidente Jair Bolsonaro antecipa a redução em cerca de 15 dias. A perspectiva do governo é de que a bandeira verde vigore até o final do ano.

São mais de 60 vagas de emprego e de estágio em Ilhéus e em Itabuna nesta quinta (7)
Tempo de leitura: 4 minutos

O SineBahia oferta total de 62 vagas de emprego e de estágio nas unidades de Itabuna e de Ilhéus nesta quinta-feira (7). São 35 oportunidades em Itabuna e outras 27 em Ilhéus.

Os interessados (confira as vagas abaixo) devem procurar o SineBahia. O atendimento vai até as 16h, em frente à Praça Cairu (Ilhéus), e no andar superior do Shopping Jequitibá, em Itabuna.

Os candidatos devem apresentar documentos como carteiras de Identidade e de Trabalho, CPF e comprovantes de vacinação, escolaridade e residência. Clique em Leia Mais e confira todas as vagas.

Leia Mais

Tempo de leitura: 2 minutos

 

Mas hoje, 7 de abril, Dia do Jornalista, vamos exaltar os mágicos resultados do trabalho feito com compromisso. Aquele que permite ver a alegria de uma mulher aposentada após penar por anos com uma doença crônica e saber que um texto seu contribuiu com tal resultado.

 

Celina Santos

Em plena era da liberdade de expressão, o jornalista não pode fazer perguntas alusivas a assuntos de interesse público? Precisa mesmo responder de forma grosseira quando algo provocou constrangimento em nossas autoridades? Que democracia é essa, para vermos exaltação ao tempo em que não se podia formar um grupo de amigos no meio da rua para bater o bom e velho papo?

Desculpem o desabafo, mas é doloroso ver um companheiro de trabalho apurar um fato o dia inteiro, com RESPONSABILIDADE, para dar a notícia ao vivo no dia seguinte e ver duas pessoas saltarem em frente à câmera berrando que aquele veículo era lixo.

Como assim? O trabalho exercido há anos, com toda dignidade, não merece atenção e respeito? Eis um exemplo recente em Itabuna, sul da Bahia, mas sabemos de acontecimentos semelhantes em vários estados, Brasil afora. La-men-ta-vel-men-te!

Esta semana, vimos uma manifestação pública pelas tão perigosas redes sociais fazendo piada com o passado de uma jornalista que fora presa grávida, por três meses, durante a Ditadura Militar (sem eufemismos, por favor!). Parte desse tempo, testemunhou, na companhia nada aprazível de uma cobra.

A ironia recordando o tal episódio na prisão deu-se um dia após a profissional exercer a liberdade de criticar uma autoridade (sim, posição conferida pelo voto popular a cada quatro anos). A vontade é ralhar: “seus pais não lhe deram educação?”. Opa …

É triste ver que o trabalho sério daqueles que buscam averiguar os fatos antes de noticiá-los (sim, eis um dos papéis do verdadeiro jornalista) relegado à suspeita de “fake” (termo norte-americano para designar o que é falso). Tudo aquilo que não cabe num legítimo veículo de comunicação, vale reiterar.

O mais perverso é ver tantas pessoas acreditando no que leem por aí; colocando a própria saúde e/ou o bem-estar dos filhos em risco; alguns até confessando que não se informam pelos canais onde haja jornalistas (diferente dos que espalham boatos, pois a esses cabe apenas o velho termo fofoqueiro).

Mas hoje, 7 de abril, Dia do Jornalista, vamos exaltar os mágicos resultados do trabalho feito com compromisso. Aquele que permite ver a alegria de uma mulher aposentada após penar por anos com uma doença crônica e saber que um texto seu contribuiu com tal resultado.

Aqui falamos de dona Edna Oliveira Melo. Lembram dela? (Essa história foi tornada pública em 2009, a partir de um texto assinado por esta que vos escreve e logo abraçada pelos colegas jornalistas em Itabuna. No ano passado, em tempos de pandemia, ela seguiu para outro plano).

E a alegria de alguém que encontra um familiar desaparecido, quando foi vista a imagem dele em uma reportagem escrita ou em vídeo? Ou a festa quando entrevistamos um centenário ou centenária, dali colhendo lições de vida que não têm preço…?

Eu poderia citar (com licença para encerrar na primeira pessoa do singular) “n” exemplos, mas fico por aqui celebrando nossa valorosa profissão. Ao mesmo tempo, rogando para prevalecer na sociedade a certeza de que são maioria, sim, aqueles a honrar nossa profissão.

Celina Santos é chefe de redação do Diário Bahia e, concursada, integra a assessoria da Câmara de Itabuna. Formada em Comunicação Social (Rádio e TV) pela Uesc; Jornalismo pela UniFTC; e pós-graduada em Jornalismo e Mídia pela então FacSul (Unime).