Tempo de leitura: 2 minutos

O Itabuna esgotou as chances matemáticas e deu adeus à classificação para a próxima fase do campeonato baiano ao empatar com o Feirense, em 1×1, no estádio Luiz Viana Filho. A equipe abriu o placar, aos 28 minutos de jogo, com Nem. E deixou a torcida sonhando…
O sonho acabou no segundo tempo, aos 28 minutos, quando Tom empatou o jogo para o Feirense. A equipe Azulina soma 25 pontos. Está a dez do quarto colocado Atlético de Alagoinhas, que venceu o ilheense Colo Colo, hoje à noite, por 0x1 (confira abaixo).
Faltam apenas três rodadas para encerrar a fase de classificação. São nove pontos a serem disputados. Quatro times avançam à semifinal. O G-4 é formado hoje por Vitória (47 pontos), Bahia (41), Fluminense (35) e Atlético (35).
Rebaixamento
O Itabuna está livre do rebaixamento. O mesmo não se pode dizer de outra equipe sul-baiana, o Colo Colo. O time perdeu os jogos de terça e hoje à noite. Contra o Vitória, levou 4×0, no Barradão. Nesta noite, perdeu de 0x1 para o Atlético, no estádio Mário Pessoa.
O Tigre Ilheense teve a chance de marcar aos 5min do segundo tempo. Alex Santos cobrou pênalti e o goleiro atleticano Dida defendeu. O reme-reme colo-colense abriu espaço para o Atlético fazer o gol da Vitória. Edson, aos 29min da etapa final, marcou ao aproveitar sobra da zaga ilheense.
O Colo Colo perdeu o jogo e está seriamente ameaçado pelo rebaixamento. A equipe ocupava o sétimo lugar no domingo e dorme esta noite em décimo. Neste ano, cai apenas um time. Ao final da 19ª rodada, o último colocado é o Feirense, que tem 14 pontos, dois a menos que o Tigre.
P.S.:  O Bahia conseguiu um gol em pênalti polêmico, tirou um ponto do Camaçari, que voltou ao décimo lugar. O Colo Colo acabou se mantendo em nono.

Tempo de leitura: < 1 minuto

No pronunciamento que fez hoje, em cadeia de rádio, o prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo, afirmou que a descoberta da “mamata” na Unidade de Saúde Alberto Teixeira Barreto só foi possível porque o seu governo implantou o controle de ponto dos funcionários. Segundo ele, o objetivo da medida foi identificar os “fantasmas”, aqueles que ganham sem trabalhar.

Azevedo lê o pronunciamento (foto Waldir Gomes)
Azevedo lê o pronunciamento (foto Waldir Gomes)

Claro que, como se sabe, a existência da folha de ponto não inibiu três médicos e um odontólogo que atuam naquela unidade de assinar a presença correspondente a todo o mês de março, sem efetivamente comparecer ao serviço. A falcatrua foi descoberta pelo promotor Clodoaldo da Anunciação e, ontem, o prefeito anunciou o afastamento dos servidores envolvidos.
Quando se trata de fantasmas, há os que assinam folha de ponto, mas também aqueles mais “honestos” (não trabalham, mas nem por isso se prestam a falsificar documento público). Entre estes, encontram-se os mil servidores que não responderam à convocação para o recadastramento do funcionalismo. Um verdadeiro exército de almas penadas.

Tempo de leitura: < 1 minuto

SECRETÁRIO ESTADUAL DESMENTE PREFEITO DE ITABUNA
O prefeito de Itabuna, Capitão Azevedo (DEM), parece ter acabado de vez a sua lua-de-mel com o governo do estado. Em cadeia de rádio hoje pela manhã, Azevedo atribuiu ao estado a culpa pelos transtornos registrados ontem na marcação de consultas e exames em postos de saúde e na Central de Regulação do SUS. O governo estadual teria cortado 50% das cotas do município.
O secretário de saúde, Jorge Solla, reagiu às afirmações de Azevedo. Ele disse não entender o que está havendo, pois aumentou em R$ 2 milhões os repasses para Itabuna, e dobrou a cota para exames e consultas destinadas a pacientes do SUS residentes no município.
– Na verdade, não houve redução de cotas. Fizemos um contrato com a prefeitura em que estamos pagando mais do que o dobro da produção do que eles estão fazendo. Infelizmente , essa medida não surtiu efeito pois a oferta (do município) ainda continua baixa.
Solla esteve hoje pela manhã em Itabuna para uma reunião com secretários municipais de saúde (Antônio Vieira lá não esteve). Os secretários não reclamaram de redução de cotas de exames e consultas, como no caso de Itabuna. No entanto, eles pediram mais recursos e orientação para os trabalhos nos municípios.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Piropo está de volta.
Piropo está de volta.

Rubem Piropo volta à administração municipal em Itabuna, assumindo a Controladoria Geral do Município. Ele foi anunciado hoje, mas esse cargo não é novidade no currículo do inspetor licenciado do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Como controlador no governo de Cuma, onde atuou entre 2005 e 2008, Rubem se tornou um verdadeiro contornador.
Também no governo passado era sua missão “acompanhar a eficiência, eficácia e a economicidade na aplicação dos recursos para que sejam (fossem) atingidos os objetivos organizacionais, evitando possíveis perdas e desperdícios, além de identificar possíveis erros e fraudes”, assim como divulgado hoje.
Mas, basta ver quanta falcatrua pipocou no governo passado para compreender o que é a função do homem. Na Saúde, por exemplo, os desvios foram sem controle.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Hoje foi apresentado o traçado defitivo da ferrovia Oeste-Leste, que ligará Ilhéus, no sul da Bahia, a Figueirópolis, em Tocantins. A apresentação foi feita ao governador Jaques Wagner, no Centro Administrativo da Bahia, pelo presidente da empresa que irá construir a ferrovia, José Francisco das Neves, da Valec Engenharia.
O percurso total será de 1,5 mil quilômetros, atravessando 32 municípios baianos distribuídos por 1,1 mil quilômetros. O governador afirmou em entrevista a um canal de TV que a Valec fará a licitação da ferrovia em maio para que as obras comecem em 2010. Segundo Wagner, o investimento previsto de R$ 4 bilhões já está no orçamento federal.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma criança de cinco anos é a primeira vítima da dengue hemorrágica em Coaraci, no sul da Bahia. Ezequias Oliveira Santos morreu hoje pela manhã. Os pais levaram a criança por três vezes ao hospital geral de Coaraci e os médicos informavam que os sintomas eram de amigdalite.
Não era. Ezequias morava no bairro Jóia do Almada. Foi encaminhado para o Hospital Manoel Novaes, em Itabuna, onde morreu nesta manhã. Apesar dos médicos informarem que era amigdalite o problema de saúde, Ezequias apresentava quadro de dengue (febre alta, vômitos, dor abdominal e sangramento).
Segundo a secretária de saúde de Coaraci, Alessandra Borges, o município apresenta, até o momento, 200 notificações de dengue. Esta foi a primeira morte causada pela doença este ano. A cidade apresentava índice de infestação de 20%, reduzido para 15% em março.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Depois de ações fortes em Itabuna, como a descoberta da “farra” dos médicos na Unidade de Saúde Alberto Teixeira Barreto, o promotor Clodoaldo da Anunciação virou uma espécie de heroi popular. E não é so por aqui…
Conta o radalista Vila Nova (O Tabuleiro), que o promotor se transformou em celebridade também na terra da Gabriela. “O programa O Tabuleiro vem recebendo diversos emails de pessoas aqui de Ilhéus, elogiando e enaltecendo a atitude do promotor e exigindo que os promotores daqui se inspirem nos de lá”, relata.
Segundo o radialista, as sugestões dos ouvintes são para que o MP intervenha em problemas como a falta de merenda nas escolas da rede municipal e a pouca durabilidade de obras da Prefeitura.
Realmente, o promotor tem uma postura que bem poderia se transformar em epidemia.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O movimento contra a privatização da BR-101, no sul da Bahia, interditou o trecho Itabuna-Buerarema por mais de uma hora. A organização do movimento promete intensificar as manifestações em toda a região.
O movimento contra a privatização da BR-101, no sul da Bahia, interditou o trecho Itabuna-Buerarema por mais de uma hora, ontem. A organização promete intensificar as manifestações em toda a região. Os protestos também visam impedir a privatização de estradas estaduais.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os números apurados no Levantamento Rápido de Infestação dos Aedes aegypti (LIRAa) levaram o secretário estadual de saúde, Jorge Solla, a vir novamente a Itabuna para uma reunião de emergência.
Conforme antecipou o Pimenta, bateu em 16,8% o índice de infestação predial de focos do mosquito no município. O percentual é mais alto até do que o divulgado pelo Ministério da Saúde em novembro do ano passado.
O secretário também se reunirá com 30 secretários de saúde de municípios sul-baianos ligados à sétima e à sexta Diretoria Regional de Saúde (Dires). O objetivo é definir um conjunto de ações para o enfrentamento da dengue.

Tempo de leitura: < 1 minuto

No Agora, Walmir passa a bola para Kleber Torres
No Agora, Walmir passa a bola para Kleber Torres

O amigo Walmir Rosário, jornalista e advogado, não é mais editor-chefe do jornal Agora, depois de exatos sete anos no comando da publicação de José Adervan de Oliveira. O “barbudo” pediu o boné e vai assumir outros desafios, com a seriedade e a competência que o fazem ser reconhecido como um dos profissionais de comunicação mais respeitados do interior da Bahia.
No Agora, Walmir será substituído pelo jornalista Kleber Torres. Quanto ao destino do ex-editor, pode vir surpresa por aí…

Tempo de leitura: < 1 minuto

Empresário coloca gráfica à venda.
Empresário coloca gráfica à venda.

O próspero empresário Nelson Rosado que, segundo a Polícia Federal, havia montado um kit corrupção para prefeituras sulbaianas, iniciou a liquidação do seu patrimônio. Uma das joias da coroa é um parque gráfico, montado em Itabuna.
A gráfica é a segunda mais bem equipada do interior da Bahia, segundo profissionais da área. O negócio foi colocado à venda por R$ 1 milhão. Na falta de compradores, a pedida é de R$ 500 mil, mas pode baixar se for cash…
Também conhecido como ‘Rã Peluda’, o empresário é apontado pela PF como dos mais ‘trançados’ no esquema de corrupção que desviou algo próximo de R$ 50 milhões de 30 prefeituras no sudoeste e sul da Bahia.
A máfia começou a ser desmontada na Operação Vassoura-de-Bruxa, da Polícia Federal, que colocou ‘fogo’ em prefeituras sulbaianas no final de dezembro passado. O dinheiro era desviado por empresas, funcionários públicos e prefeitos. Pelo menos seis prefeitos foram indiciados na operação. As investigações ainda não foram concluídas.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Após um período de reformas, o Teatro Municipal de Ilhéus reabre nesta sexta-feira (03), em grande estilo. Às 20 horas, haverá apresentação do Balé do Teatro Castro Alves, com entrada franca, e reapresentação programada para sábado, no mesmo horário.
A agenda do TMI segue intensa até o final do mês, com diversas peças e espetáculos de dança. O tema da reabertura é “Em abril, abriu o teatro”.

Tempo de leitura: 2 minutos

Micrões ganham as ruas de Ilhéus e Itabuna.
Micrões ganham as ruas de Ilhéus e Itabuna.

Os rodoviários de Ilhéus estão na chiadeira contra o sindicato e as empresas de transporte coletivo de lá. A São Miguel instituiu o motocobra e, agora, os motoristas são obrigados a dirigir e a cobrar passagem dos usuários, ganhando um adicional de apenas R$ 50,00 no salário.
Além da sobrecarga de trabalho dos motoristas, a categoria alega que, pelo menos, 20 cobradores já foram demitidos com a substituição da frota de ônibus convencionais pelos “micrões”, que têm tamanho semelhante e carregam quase igual número de passageiros.
Dirigente da São Miguel na Câmara: lobby pela legalização dos "motocobras".
Dirigente da São Miguel na Câmara: lobby pela legalização dos "motocobras".

Nesta semana, a direção da São Miguel foi à Câmara para fazer lobby pela alteração da Lei Orgânica do Município (LOM) para que a prática do motocobra seja legalizada em Ilhéus, segundo denunciam sindicatos e associações de moradores. ‘Motocobras’ estariam cumprindo uma jornada diária de até 19 horas de trabalho.
Em Itabuna, a São Miguel utiliza os ‘motocobras’, assim como a concorrente Expresso Rio Cachoeira. A categoria estranha o silêncio do Sindicato dos Rodoviários, lá e cá. A eliminação de postos de trabalho – lá e cá – passa dos 50 cobradores, de acordo com estimativa.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Funcionários do Hospital de  Base Luís Eduardo Magalhães levaram ao Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna (Sintesi) a informação de que estão recebendo abaixo do piso salarial da categoria a  que pertencem. Dizem também que suas remunerações são inferiores às de trabalhadores que realizam funções equivalentes nos hospitais da Santa Casa e inclusive em hospitais de cidades vizinhas a Itabuna.
Com base nesses dados, o Sintesi ficou de preparar uma pauta de reivindicações que será apresentada à Fundação de Assistência à Saúde de Itabuna (Fasi), responsável pela gestão do Hblem. Antes, porém, o documento será discutido e votado em assembleia marcada para o próximo dia 7, às 17 horas, no hospital.