Tempo de leitura: < 1 minuto
Moacyr Leite, presidente da Amurc.

Prefeitos que embarcaram na candidatura do prefeito Moacyr Leite (PP) à presidência da Associação dos Municípios do Sul, Extremo-Sul e Sudoeste da Bahia (Amurc) agora lamentam o leite derramado.

Falta de assistência, de visitas, de agenda própria da entidade e, claro, de cumprimento das promessas… A lista é grande!

Nos últimos meses, cresceu a insatisfação com o dirigente, que ganhou o apelido de comissário de bordo (sempre está na ponte Salvador-Brasília e/ou na Salvador-Ilhéus).

Um grupo de prefeitos já ensaia oposição declarada a Moacyr e construção de uma candidatura para dirigir a associação a partir do ano que vem.

Tempo de leitura: < 1 minuto

“Venho por meio deste esclarecer que quanto às denúncias de que o nosso gabinete foi alvo da infiltração de uma possível quadrilha que fraudava a Câmara dos Deputados, através do chamado “golpe da creche” que tão logo fomos comunicados da ocorrência destes fatos procuramos exonerar os supostos envolvidos e dar total colaboração ao processo investigatório conduzido pela polícia legislativa.

Assim, reiteramos a nossa desaprovação, surpresa e perplexidade com a capilaridade e complexidade do esquema que já vinha atuando na Casa há vários anos, antes mesmo do nosso mandato, e que por infelicidade acabou atingindo o nosso gabinete.

Entretanto ressalto que tais condutas lesivas, em que buscavam auferir vantagens sobre benefícios que a Câmara paga aos funcionários é de foro exclusivo do servidor, não tendo qualquer interferência do parlamentar.

Sendo assim, é bom que fique claro que não há nos processos em questão qualquer vinculação dos crimes com o parlamentar, ao tempo em que renovo a expectativa de que as possíveis irregularidades sejam punidas.

Raimundo Veloso, Deputado Federal (PMDB-BA).”

Tempo de leitura: < 1 minuto

Agulhão Filho se mostra apreensivo com o entra e sai de assessores no gabinete do vereador Clóvis Loiola. E quando soube que o jornalista Ederivaldo Benedito vai formar dupla com o edil (confira), coçou a cabeça. “Quem foi o gênio que teve essa idéia?”, perguntou, atônito, o trovador bissexto, antes de mandar estes versos e de saber que o convite (ainda) não foi aceito:

Quem será o dono da bola
de cristal com a invenção
da dupla Bené-Loiola
sem prever a explosão?
Se um é pólvora, outro é fogueira
(diz a voz dos palpiteiros):
vai ser uma trabalheira
para o Corpo de Bombeiros!…

Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Newton Lima contratou, sem licitação nem publicidade do ato indecoroso, a empresa que foi a segunda maior doadora da sua campanha eleitoral, em 2008,a ST Consultoria Ltda.

E a ST é mais uma empresa de informática a complicar o governo (a outra, pertencia ao atual secretário de Finanças, Jorge Bahia). O ‘contratinho’ secreto, de R$ 66 mil, valeu para todo o ano de 2009. Segundo o procurador federal Israel Nunes, o negócio somente foi para as páginas do Diário Oficial em janeiro deste ano, findo o contrato.

Confira mais essa história de “carinho” com o dindin do contribuinte no blog de Israel Nunes (clique aqui).

Tempo de leitura: 2 minutos

O ano de 2000 foi memorável para o hoje vice-líder do PT na Câmara Federal, Geraldo Simões. Tendo várias lideranças locais como aliadas, ele foi para o embate eleitoral e conseguiu derrubar Fernando Gomes, que tinha ao seu lado o velho senador ACM, o então governador César Borges e Paulo Souto.

Na praça Alice Monteiro, no bairro Santo Antônio, César Borges, à época no PFL, não pestanejou. Ao falar da possibilidade do seu governo apoiar Itabuna caso fosse eleito o petista Geraldo Simões, o hoje cortejado Borges, atirou: “água e óleo não se misturam”.

Quase uma década se passou e Geraldo Simões, que tem Borges na conta de desafetos políticos, já acredita que água e óleo podem ser misturados.

Ele admite que o senador César Borges integre a chapa petista tendo como cabeça o governador Jaques Wagner, mas tendo um nome da esquerda, e a preferência maior é por Waldir Pires, justamento contra quem trabalhou em nome da indicação de Jaques Wagner para governador, em 2002.

Abaixo, um papo rápido com o deputado, que comemora com uma vitória pessoal a inauguração do Gasoduto do Nordeste (Gasene), no próximo dia 23, quando o presidente Lula e a ministra Dilma Rousseff estarão em Itabuna. “Em 2004, fomos ao presidente e ele e os dirigentes da Petrobras entenderam a importância de uma base de distribuição no nosso município”. Àquela altura, Itabuna estaria fora do mapa do gasoduto. Vamos ao papo.

E aí, deputado, a água vai mesmo ser misturada ao óleo? Como o senhor encara uma chapa com essa arquitetura?

Eu estou maturando isso, ainda. Não conversei sobre essa possibilidade [com o governador e no PT]. A hipótese não pode ser descartada. Eu gostaria muito de ver Waldir Pires nessa chapa.

Com César ou com Otto?

Eu não sei. Gostaria que tivesse um candidato a senador do PT. O Senado é a representação do estado e não podemos ter três senadores conservadores [o senador João Durval, do PDT, fica por mais quatro anos]. Isso não reflete a nova política da Bahia.

E Waldir seria esse “sopro”?

O nome de Waldir engrandece a disputa. Seu nome na corrida faz justiça a uma pessoa que não teve o seu mandato por ações eleitorais estranhas [o hoje petista teria sido ‘garfado’ em favor de ACM e Waldeck Ornelas, em 2004].

Tendo Waldir na disputa, de quem seria a outra vaga, César ou Otto?

Não teria preferência. Acho que poderia se ter um candidato conservador e outro do campo progressista, das esquerdas.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Acusado de mandar matar os professores Elisney Pereira e Álvaro Henrique, o secretário de Governo de Porto Seguro, Edézio Lima, foi visto desde ontem numa fazenda em Euclides da Cunha. Pelo menos duas testemunhas viram o secretário na localidade conhecida como Fazenda Chão Vermelho, onde estaria ‘escondido’.

Edézio tem prisão preventiva contra si, decretada pelo juiz Roberto Freitas Júnior, da 1ª Vara Crime. Por volta das 3h da tarde desta segunda, três dos acusados de participar do assassinato dos professores se entregaram. Os três são policiais militares (confira em post abaixo).

Tempo de leitura: < 1 minuto

O mais novo quiprocó no PT ilheense envolve o secretário municipal de Planejamento, Alisson Mendonça, e o vereador Rafael Benevides. Alisson licenciou-se do mandato para assumir o Planejamento no governo de Newton Lima, e Rafael ganhou a vaga, na condição de primeiro suplente da coligação petista.

Valendo-se da condição de eleito, Alisson quer manter seus assessores nos mais de 10 cargos. Rafael, claro, deseja indicar os deles. E até sugeriu que cada um ficasse com metade das indicações das “boquinhas”. Alisson bateu pé. Quer ceder apenas um carguinho. O suplente tá da vida.

Resultado: Rafael ameaça entrar com mandado de segurança para que a Justiça o autorize a ocupar todos os cargos. Do outro lado, Alisson revida com a possibilidade de abandonar a Secretaria de Planejamento e reassumir o mandato.

Como a engenharia é daquelas difíceis de explicar ao partido e aos eleitores, a desculpa alissoniana inventada por estes dias é a de que disputará uma vaga à Assembleia Legislativa, buscando votos para Geraldo Simões e Josias Gomes, ambos disputando vaga à Câmara Federal.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Álvaro e Elisney morreram vítimas de emboscada (Foto APPI).

A polícia ainda não conseguiu prender o secretário de Governo de Porto Seguro, Edézio Lima, acusado de ser o mandante das mortes dos sindicallistas Elisney Pereira e Álvaro Henrique, crimes ocorridos em setembro do ano passado.

Já os três policiais militares acusados de participar do atentado se entregaram nesta tarde de segunda-feira, 1º, durante apresentação ao 8º Batalhão da Polícia Militar, informam dirigentes do Sindicato dos Professores de Porto Seguro. A ordem de prisão preventiva contra os militares foi decretada pelo juiz da Vara Crime, Roberto Freitas Júnior.

Geraldo Silva de Almeida, Joilson Rodrigues Barbosa e Sandoval Barbosa dos Santos são os acusados de participar do atentado que matou, na hora, Elisney Pereira, na localidade de Roça do Povo, em Porto. Álvaro Henrique morreu dias depois no Hospital São Rafael, em Salvador.

Álvaro era presidente do Sindicato dos Professores de Porto Seguro e Elisney também integrava a diretoria da entidade. Eles eram líderes de um movimento que pedia melhorias salariais e condições de trabalho na educação municipal. Após sair de uma assembleia, foram surpreendidos numa emboscada na Roça do Povo, em Porto.

Tempo de leitura: < 1 minuto
Landim, o empresário.

Secretário de Desenvolvimento Econômico nas horas vagas, o empresário Alfredo Landim entrou em contato com o Pimenta para (tentar) negar “o inegável”.

Ele sustenta que não esteve no porto do Malhado nesta segunda-feira, 1º, nem atuou como guia dos turistas que chegaram à velha Ilhéus no transatlântico MSC Orchestra.

Diante de tão enfática negativa, o humilde e desavisado blogueiro perguntou, inocentemente, onde estava o digníssimo na hora do receptivo. Landim mandou a cortesia e a boa educação para escanteio:

– Não te interessa saber onde eu estava.

A resposta grosseira é típica de quem tem culpa no cartório. E ele tem. O secretário, então, se pôs a lamentar a cobertura negativa da sua pasta e lembrou que esteve com pessoas do estado até as 22h da sexta e madrugou no centro de convenções de Ilhéus, no sábado, até 1h da manhã, na audiência pública da Ferrovia Oeste-Leste.

Ao final, Landim fez questão de ressaltar que é empresário respeitado no sul da Bahia. Reconhecemos que é.

Mas como secretário…

Tempo de leitura: 2 minutos

Armando Nuvem

ONTEM ESTAVA ASSIM…

HOJE ESTÁ ASSIM

Na última coluna, este quizumbeiro mostrou o abandono em que se encontrava a Praça Rio Cachoeira. Com mato sobrando e árvore faltando…

Foi só a queixa ser divulgada por este retumbante blog, que o fofinho da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente resolveu desarraigar-se da cadeira e tomar a providência que lhe cabia.

Dois dias após a publicação, a Prefeitura mandou logo tirar o matagal que já se tornava convidativo para um ninho de cobras. Logo em seguida, o secretário rechonchudo mandou plantar árvores e palmeiras na praça.

Na foto, o secretário espera pacientemente enquanto quatro fortões introduzem a comprida palmeira no buraco.

Sem ilações, por favor…

***

ECAS DO CARNAVAL DE SALVADOR

O título não está errado, não. O “eca” é de nojo e se refere àquele fato ocorrido no bloco Cameleão, justamente o escolhido pelo prefeito ilheense para agitar a mamãe-sacode.

Trata-se do carro de apoio do bloco, que despejou “produtos fisiológicos” no meio da avenida, aos pés dos foliões. Foi um horror e muita gente saiu dali traumatizada com Carnaval.

Newton Lima, já acostumado a lidar com a matéria, nem percebeu.

***

VIRILON

A voz do capitão-prefeito de Itabuna estava rouca esses dias, durante entrevista gravada para uma das AMs locais. Alguém avisou que o problema era stress acentuado e que o prefeito teria que repousar em casa.

Um engraçadinho foi logo perguntando: mas em qual das casas?

***

SÓ UM BOLINHO

Depois “Ingatada” na obra da Amélia Amado, o itabunense talvez tenha que se contentar com uma festa bem mixuruca para comemorar o primeiro século dessa vetusta e maltratada cidade.

Vai ser um negócio tipo bolinho, brigadeiro e cajuzinho, e o prefeito na porta avisando aos convidados: “não repara não que é festa de pobre”.

***

ENGANOSOS

Até pouco tempo atrás, um comercial no rádio anunciava um produto para prevenir a hipertensão, com a mensagem: “com ele, você provavelmente nunca terá um infarto”.

Depois que muitos caíram no esparro e foram parar no além, o anunciante trocou a pilha. Agora o reclame diz: “com ele, você provavelmente terá uma vida muito mais saudável”.

E olhe lá…

***

Pra semana tem mais…

Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente Lula e a ministra Dilma Rousseff estarão em Itabuna, no próximo dia 23, às 10h, para inaugurar o trecho sul-baiano do Gasoduto Cacimbas-Catu, segundo antecipou, há pouco, o deputado federal Geraldo Simões (PT-BA).

O parlamentar participou da audiência para assinatura de contrato entre Petrobras e Bahiagás, para o fornecimento de gás natural na Bahia. Os investimentos na construção do Gasoduto ultrapassaram a cifra dos R$ 2 bilhões. Outros R$ 60 milhões serão investidos na construção das redes de distribuição de gás natural no sul da Bahia.

O ato de assinatura de contrato entre Petrobras e Bahiagás ocorreu na governadoria e teve a participação do governador Jaques Wagner, do presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, e do presidente da Bahiagás, Davidson Magalhães. Esta será a primeira visita de Lula a Itabuna desde quando tornou-se presidente, em 2003.

As obras do gasoduto foram concluídas e a partir deste mês indústrias de Itabuna e da região extremo-sul começam a ser abastecidas desta matriz energética.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O secretário do Desenvolvimento Econômico de Ilhéus, Alfredo Landim, chamava atenção nesta ensolarada segunda-feira nas ruas da Terra da Gabriela. Ele passou o dia ciceroneando passageiros do transatlântico MSC Orchestra, que fez uma parada na cidade.

Empresário do setor turístico, Landim cuidou do receptivo no porto e acompanhou todo o traslado dos visitantes até o centro histórico de Ilhéus. Um guia dos melhores…

Na Prefeitura, comenta-se que o secretário reserva pouco tempo para a função pública. Ou seja, é um verdadeiro turista na administração municipal, regiamente bancado pelo dinheiro público.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Um caminhão-baú desgovernado colidiu contra uma moto na avenida Juracy Magalhães e ‘prensou’ o veículo contra um ônibus da Viação São Miguel, que atravessava a avenida no sentido Manoel Novaes-Ponte Nova, no centro de Itabuna.

O acidente provocou fratura exposta no motociclista Marcos Silva Pereira e na esposa, Laís Santos Matos, que foram socorridos por equipes do Samu 192. A colisão ocorreu há pouco.O casal reside no Alto da Tapera, em Ilhéus.

De acordo com relatos de testemunhas, a moto estava parada no semáforo sentido Juracy Magalhães-Fátima quando foi colhida, por trás, por um caminhão-baú Mercedes-Benz 608. O motociclista aguardava o sinal abrir para dar partida. Guardas de trânsito e a Polícia Militar estão no local.

A suspeita é de falha no freio do caminhão, que arrastou o casal da moto por quase 10 metros, e esbarrou no ônibus que se deslocava em sentido transversal, à frente.