Tempo de leitura: < 1 minuto

Prevalece grande dúvida entre os ocupantes de cargos de confiança na Prefeitura de Itabuna. É que até hoje secretários e o pessoal dos escalões inferiores não sabem direito quem Azevedo irá apoiar para deputado federal e estadual. Nem mesmo para governador!

Para a Assembleia, por exemplo, há gente na Prefeitura apoiando pré-candidatos de todos os quadrantes – do Coronel Santana (PTN) a Wenceslau Júnior (PCdoB) – sem restrições.

O prefeito, por sua vez, jamais negou seu apoio a ninguém e na última sexta-feira (19) só faltou trocar alianças com o tucano Solon Pinheiro, que vai tentar uma vaga de deputado estadual.

Resta saber o que significam de fato esses apoios do capitão, se nenhum membro da sua equipe recebeu o menor sinal do caminho a seguir. Claro que tem gente gostando da liberdade, mas é duvidoso se ela irá durar muito.

Quem vai ficar com Azevedo? Solon é a bola da vez...

Tempo de leitura: < 1 minuto

Waldir pode estar garantido na chapa. Wagner quer

EXCLUSIVO

Fonte ligadíssima às confabulações do poder estadual assegura que o governador Jaques Wagner (PT) tem preferência pelos nomes de César Borges (PR) e Waldir Pires (PT) como candidatos ao Senado. Na construção desejada pelo governador, Otto Alencar ocuparia o posto de vice na chapa majoritária.

Essa é a hora da pergunta inevitável: e o que será de Lídice da Mata?

Pois é, os petistas concluíram que a deputada do PSB não agrega muita coisa à chapa, uma vez que sua popularidade é concentradíssima na capital baiana. Por isso, a opção deverá ser mesmo alçar Otto para vice, ficando Borges na briga por uma das cadeiras no Senado.

Com relação ao senador do PR, a avaliação é de que sua confirmação na chapa irá provocar uma revoada de prefeitos do antigo carlismo no interior. Resta apenas costurar com o PSB a situação de Lídice, que certamente sairá arreliada desse processo.

Para todos os efeitos, o governador já disse que jamais ofereceu a vaga no Senado à deputada, em troca de sua desistência em favor de Walter Pinheiro nas eleições muncipais de 2008.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Como o governo Wagner está cada vez mais amorfo e carlista, prenunciando um segundo mandato meio “Frankstein”, não há mais nada capaz de espantar quem observa o cenário político baiano.

Uma das últimas novidades é a de que o ex-prefeito de Floresta Azul, o contestadíssimo Garrafão, estaria abandonando o PMDB e o ministro Geddel Vieira Lima. Decidiu mudar de partido para apoiar a reeleição do governador petista.

O ex-prefeito,  que ficou conhecido pelos retumbantes desvios de recursos públicos, está convencido de que Wagner é a melhor opção. Tanto que, entre os partidos nos quais estuda se filiar, encontra-se… o PT!

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) destituiu Antônio Raimundo Araújo (Bolinha) do comando da prefeitura de Saubara, após analisar recurso do político que tenta evitar cassação do mandato.

Bolinha teve o seu registro de candidatura cassado pelo TRE, que também decidiu pela realização de novo pleito em até 60 dias. Está previsto para esta tarde um ato de posse do presidente da Câmara de Vereadores de Saubara, “Vereador   Careca”, como prefeito-interino.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Servidores municipais de Buerarema não sabem mais a qual santo apelar. Após defenestrar o grupo do ex-prefeito Orlando Filho, eleger o neopetista Mardes Monteiro e cair nas mãos do atual prefeito-interino, Eudes Bonfim, o funcionalismo reclama dois meses de salário em atraso. Isso, apesar das promessas do atual mandatário, em agosto, após tomar posse.

Muitos afirmam não ter lá esperança de que a situação mude mesmo quando acontecer a eleição suplementar e o novo prefeito for empossado. “É tudo banana do mesmo cacho”, revela servidor-vítima numa deferência (especial) aos políticos que almejam o poder local.

Parafraseando título do nobre escritor Antônio Lopes, Buerarema está gritando para o mundo (lógico, a clamar por socorro!).

Tempo de leitura: < 1 minuto

Nem todo advogado terá o gostinho do escolher os presidentes de subseção e da OAB/Bahia em urna eletrônica.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE/BA) concordou em fornecer as engenhocas, mas ‘racionou’ a coisa. Com isso, a votação através de urna eletrônica ocorrerá em apenas 16 das subseções da OAB em todo o estado. Nas outras 15, o voto será em cédula impressa, à moda antiga.

Em tempo: as eleições ‘gerais’ na OAB, que também escolhem os membros do Conselho Federal, estão marcadas para o dia 25 de novembro.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O advogado José Lessa acabou registrando a sua chapa e será o terceiro nome na disputa pela presidência da subseção itabunense da OAB. A chapa foi inscrita nos minutos finais do prazo, ontem (25).

Lessa entra na disputa contra Andirlei Nascimento e Rafle Salume. Andirlei lança a sua chapa em solenidade logo mais, às 19h, no Hotel Tarik.

A disputa tem uma curiosidade: Lessa é tio de Rafle Salume. Mas a relação entre ambos é mais do que estremecida.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) absolveu o ex-vereador itabunense Adilson José (sem partido) da acusação de compra de votos na eleição de 2004. A absolvição foi por unanimidade. Adilson foi condenado a 3 anos de prisão pela suposta doação de terrenos, no bairro São Pedro, em troca de votos, em sentença do juiz Benedito Alves Coelho.

O magistrado havia acatado a denúncia do Ministério Público Eleitoral, além de condenar Adilson José a pagar dez salários (valores de outubro de 2004, corrigidos). O presidente do TRE, Sinésio Cabral Filho, justificou a absolvição por falta de “testemunhal robusta, nem comprovação de autoria e materialidade”, segundo informa o blog Sport News.

Tempo de leitura: 2 minutos
Chico do PT e Zito do Queijo vão para bate-chapa com Miralva.
Chico do PT e Zito do Queijo vão para bate-chapa com Miralva.

Vai haver bate-chapa na eleição do novo diretório do PT em Itabuna. Além da candidatura da professora Miralva Moitinho, quem também entra na disputa é Ozilton Monteiro Ferreira, o “Zito do Queijo”, da corrente O Trabalho.

Ele é candidato a presidente do diretório e terá como vice um dos quadros históricos da legenda em Itabuna, o contabilista Francisco Estevam, o “Chico do PT”. A eleição do diretório aconterá no dia 22 de novembro.

A estratégia de Zito, segundo o próprio, é partir para o convencimento de “cada um dos militantes do partido” e ganhar a eleição. Segundo ele, a sua candidatura prova que o diretório local não tem dono. “O partido precisa voltar às origens”, conclama.

O vice, Chico Estevam, defende um partido de massas, revolucionário. “Nosso projeto é socialista, não é projeto de família”, alfineta. Zito é filiado ao PT desde a década de 80 e Chico tem 20 anos no partido, além de ser um dos fundadores do núcleo do PT do São Pedro e presidente da Associação dos Moradores do São Pedro.

Os cabeças-de-chapa também reclamam da falta de posicionamento da legenda em relação ao governo local (DEM) e aos partidos PSDB e PMDB. “O partido não deixa claro em Itabuna, hoje, se é oposição ao governo do prefeito Capitão Azevedo”. Quanto ao PSDB e PMDB, a posição da corrente é de total afastamento das duas legendas, “mas os diretórios local e estadual não têm um posicionamento claro em relação a isso”.

A corrente O Trabalho quer levar o PT a refletir e repensar os rumos tomados nos últimos anos, segundo Chico.  “O partido está aliado ao mercado, não vive sem a política de mercado. Nós, da corrente O Trabalho, pensamos diferente e defendemos o socialismo”. Nessa linha, os petistas da corrente pregam a reforma agrária, reestatização em vários setores e maior participação do estado nas políticas públicas.

Tempo de leitura: < 1 minuto
flaviocomonte
Flávio conta com a simpatia de petistas de outras correntes.

O ex-prefeito e deputado federal Geraldo Simões disse que não vai intervir na eleição à presidência do PT em Itabuna para decidir quem será candidato pela sua ala, a Construindo um Novo Brasil (CNB), que apresenta três candidatos: Miralva Moitinho, Welington Duarte (“Gamelão”) e Flávio Barreto (“Flávio da Comonte”).

Todos são umbilicalmente ligados ao parlamentar. Mas há quem veja uma tendência natural do deputado em interceder pela candidatura da professora Miralva Moitinho, atualmente na direção da Direc 7. Um grupo da ala CNB defende o nome de Flávio, empresário, jovem e que poderia imprimir uma nova dinâmica ao PT local, além de circular bem entre outras correntes. Gamelão corre por fora.

O prazo para inscrição de candidaturas e chapas acaba no dia 23. As eleições estão previstas para o dia 22 de novembro.

Tempo de leitura: 2 minutos

Quatro correntes petistas de oposição à atual direção do partido em Itabuna resolveram se unir para formar uma chapa e disputar o Processo de Eleição Direta do PT (PED). As tendências Reencantar o PT, Movimento PT, Articulação de Esquerda e Esquerda Democrática e Popular assinam um manifesto direcionado à militância local em que anunciam a decisão.

Hoje o diretório local do partido é presidido por Eduardo Barcelos, da corrente Construindo um Novo Brasil (CNB), cujas referências nacional e regionais são o presidente Lula, o governador Jaques Wagner e o deputado Geraldo Simões. Barcelos trabalha em Salvador, na Bahia Gás. No documento, as tendências afirmam que o partido precisa ter na sua direção “uma liderança de massas, presente, com capacidade de articulação política”.

Diz ainda o documento: “Nos últimos cinco anos, ao contrário da Bahia e do Brasil, as forças progressistas de Itabuna foram derrotadas pelas forças conservadoras, apesar de suas gestões desastrosas que mergulharam os serviços públicos no caos e, ao mesmo tempo, tem afastado cada vez mais a nossa cidade do fantástico desenvolvimento social e econômico do país.”

Até agora está posta apenas – mesmo que ainda não oficialmente – a candidatura da professora Miralva Moitinho à presidência do diretório municipal do PT. Miralva é diretora da Direc e representa a continuidade da tendência CNB à frente do diretório. O nome do ex-diretor da Ceplac, Wellington Duarte (Gamelão) chegou a aparecer, em forma de boato, mas não teve confirmação.

“Esse é um documento que vai nortear nosso pensamento nesse PED, o que não quer dizer que essas forças que o assinam estejam fechadas ao diálogo. Mas quem quer que se coloque para esse diálogo, deve representar os anseios da militância”, afirma um representante do grupo de tendências que lideram o movimento. A eleição no PT ocorre no dia 22 novembro.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Dois dias após o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) determinar nova eleição a prefeito em Buerarema, o cassado Mardes Monteiro (PT) tentou um ‘remédio’ contra a decisão. Ele entrou com pedido de ação liminar para que fosse suspensa a eleição. O ministro Arnaldo Versiani acabou por solicitar informações ao TRE. E assim, a banda vai tocar. Para advogados da área eleitoral, são nulas as chances do petista retornar ao poder.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Agora é oficial. O ex-candidato a prefeito de Ilhéus, Ruy Carvalho, não pertence mais aos quadros do PT. O pedido de desfiliação foi feito na noite desta quarta-feira (26), durante encontro emocionado que manteve com dirigentes da executiva do partido.

Durante o dia, representantes do PT estadual ainda tentaram a última cartada, oferecendo, dentre outras coisas, uma destacada participação do médico na executiva estadual do PT. Mas, apesar de balançado, Ruy decidiu pela saída. Nos próximos dias, conforme antecipado pelo Jornal Bahia Online, Ruy Carvalho anuncia o ingresso no Partido Verde (PV).

Leia mais

Tempo de leitura: < 1 minuto

Do A Região

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu nesta terça-feira à noite a data da eleição suplementar de Buerarema. Os eleitores voltam às urnas no dia 4 de outubro para escolher o novo prefeito do município sul-baiano. O resultado da eleição de 2008 foi anulado após o prefeito eleito, Mardes Monteiro (PT), e o vice, Antônio Brito, serem cassados no dia 14 de julho.

O petista figurava na lista suja do Ministério Público Eleitoral, acusado de desvio de recursos e fraude em licitações, quando foi prefeito de Buerarema entre janeiro e junho de 2005.

A eleição suplementar tem, até aqui, só um pré-candidato declarado. Segundo colocado na eleição do ano passado, José Agnaldo Barreto, o Guima (PTB), já trabalha para montar a coligação. Do lado governista, os nomes especulados são o do prefeito interino, Eudes Bonfim (PR), e do vereador João Bosco Martins (PSB), atual presidente da Câmara.

Leia mais