Armas, celulares e outros aparelhos apreendidos em imóvel usado pelo suspeito || Foto SSP-BA
Tempo de leitura: < 1 minuto

Policiais civis e militares fazem buscas no extremo-sul da Bahia para localizar um dos suspeitos do assassinato dos jovens pataxós Samuel Cristiano do Amor Divino e Nawir Brito de Jesus, em Itabela, no último dia 17 (relembre).

“Estamos com equipes espalhadas pela região buscando o foragido que possui mandado de prisão temporária”, contou o titular da 23a Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), delegado Moisés Damasceno, neste sábado (28).

Samuel e Nawir foram mortos a tiros no último dia 17

Samuel e Nawir foram mortos a tiros quando seguiam em uma motocicleta pela BR-101. Segundo testemunhas, os autores dos disparos foram dois homens, que também estavam em uma moto e atiraram nas vítimas pelas costas.

Equipes da Força Integrada (FI) de Combate a Crimes Comuns envolvendo Povos e Comunidades Tradicionais, da Secretaria da Segurança Pública, revistaram um imóvel usado pelo suspeito, na zona rural de Porto Seguro. No local, apreenderam armas, celulares, rádios comunicadores e outros dispositivos eletrônicos. Segundo a SSP-BA, o homem foragido presta serviço de segurança privada na região.

O comandante do 8° Batalhão da Polícia Militar, tenente-coronel Alexandre Costa de Souza, acrescentou que unidades territoriais e especializadas da PM atuam em conjunto nas buscas. “O patrulhamento segue reforçado na região por tempo indeterminado”, completou.

Submetralhadora apreendida na operação policial em Ubaitaba || Foto SSP-BA
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um homem faleceu em Ubaitaba, nesta quarta-feira (11), após se envolver em confronto com guarnições da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira e da 61ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), denúncias sobre homens armados no bairro São Raimundo levaram a Polícia até o local. O major Fabio Rodrigo de Melo, comandante da Cipe Cacaueira, informa que os policiais foram recebidos a tiros pelos bandidos.

“A tentativa de instalar o tráfico na localidade foi frustrada, depois de informações que criminosos brigavam pela área. Quando as guarnições chegaram, um grupo atirou contra os militares. Um dos criminosos foi atingido e socorrido para o Hospital César Monteiro Pirajá, onde foi constatado o óbito”, detalhou o comandante.

Após a operação, a PM apreendeu uma submetralhadora 9 milímetros. A arma estava com o homem que morreu. Segundo a SSP-BA, além de tráfico de drogas, o homem era procurado por dois homicídios cometidos na região.

Unidades policiais especializadas chegam a Prado || Foto Alberto Maraux
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) enviou a Prado unidades especializadas e territoriais das polícias Militar, Civil e Técnica para investigar e prevenir ataques a índios pataxós da região. O grupo tem o apoio da Polícia Rodoviária Federal e chegou hoje (14) ao município do extremo-sul do estado.

No dia 4 de setembro passado, Gustavo Conceição da Silva, de 14 anos, da etnia Pataxó, foi morto a tiros numa área ocupada pelo seu povo, em Prado. Um dos disparos atingiu a cabeça do adolescente.

Gustavo foi morto a tiros no último dia 4

O crime foi cometido por pistoleiros, segundo lideranças indígenas. Dois homens e uma mulher, que teriam envolvimento com o assassinato do adolescente, foram presos no dia 9 de setembro.

De acordo com a SSP-BA, encontros com líderes indígenas e fazendeiros serão realizados a partir desta quinta-feira (15). A força-tarefa também vai mapear rotas utilizadas por criminosos que promoveram ataques, auxiliando na elucidação dos delitos.

“Nosso principal objetivo é proteger vidas. A polícia atuará no limite das suas competências. Esperamos que as questões envolvendo a propriedade de terras sejam resolvidas o mais rápido possível pelos órgãos competentes”, declarou o secretário de Segurança Pública, Ricardo Mandarino.

Confira vagas, edital e período de inscrições
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria da Administração do Estado da Bahia (Saeb) publicou hoje (3) o edital do concurso público para o Departamento de Polícia Técnica (DPT), que é subordinado à Secretaria Estadual de Segurança Pública.

O concurso abriu 166 vagas para perito criminal, 101 para perito médico legista, 10 para perito odonto-legal e 177 para perito técnico. As carreiras integram os quadros da Polícia Civil e terão jornada de 40h semanais, com remuneração de R$ 12.065,35 ou  R$ 4.873,18, a depender do cargo. Há reserva de 5% das vagas a candidatos deficientes e de 30% para negros.

Para concorrer aos cargos de perito criminal e perito técnico, é necessário ter ensino superior completo e Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Para os cargos de perito médico legista e perito odonto-legal, é exigido bacharelado em Medicina e Odontologia, respectivamente.

INSCRIÇÕES E PROVAS

As inscrições deverão ser feitas no site do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan), responsável pelo concurso, no período de 8 setembro a 10 de outubro. A taxa é de R$ 140 ou R$ 160, a depender do cargo.

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas na manhã de 11 de dezembro deste ano, um domingo, em Salvador. Ambas exigirão notas mínimas e serão eliminatórias e classificatórias. A segunda etapa do certame será a comprovação de títulos, de caráter classificatório.

Veja mais informações no edital.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Justiça Eleitoral determinou que a campanha da coligação Pra Mudar a Bahia, do candidato a governador ACM Neto (UB), retire do ar informação sobre o número de viaturas policiais disponíveis em Alagoinhas. A ordem atende a pedido da Procuradoria-Geral do Estado (PGE).

A Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA) esclarece que, em Alagoinhas, policiais e bombeiros dispõem de 44 viaturas, e não 4, número informado na propaganda da coligação Pra Mudar a Bahia.

De acordo com a SSP-BA, os agentes de segurança contam com caminhões, caminhonetes e furgões, todos adaptados com rádio digital, giroflex, sirene, entre outros equipamentos. Além disso, a cidade passou a contar, em junho deste ano, com o Sistema de Reconhecimento Facial.

A pasta acrescenta que, no dia 2 de agosto deste ano, foram inauguradas as novas sedes da 2ª Coorpin e da Delegacia Territorial de Alagoinhas, com investimento de R$ 2 milhões. Antes, em 2017, o Estado entregou a nova Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam), que custou R$ 2,4 milhões.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A Bahia chegou ao décimo mês seguido de redução do número de crimes contra a vida, no período de outubro de 2021 a julho de 2022, segundo a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-BA).

De janeiro a junho de 2022, o trabalho das polícias, com apoio dos bombeiros, resultou na preservação de 340 vidas, informa a SSP-BA. No primeiro semestre deste ano foram contabilizadas 2.618 ocorrências, contra 2.958 no mesmo período de 2021. Em outubro, novembro e dezembro de 2021, as diminuições foram de 22%, 18% e 16%, respectivamente. Já em 2022, as quedas foram de 23% (janeiro), 10% (fevereiro), 12% (março), 21% (abril), 12% (maio), 13% (junho) e 12% (julho).

O secretário Ricardo Mandarino enfatizou que os agentes de segurança pública têm papel fundamental no esforço do Governo do Estado para reduzir a criminalidade. “Parabenizo os policiais pelo empenho e dedicação diários, que se refletem na redução das mortes violentas. A violência é consequência da desigualdade social que cresceu absurdamente nos últimos anos no Brasil. Na Bahia, seguiremos investindo em pessoal, com novos concursos, em tecnologia e na melhoria da condição de trabalho dos nossos profissionais”, declarou.

Conforme o Governo da Bahia, a trajetória de queda dos casos de violência é resultado dos investimentos em segurança pública no estado, a exemplo dos R$ 250 milhões empregadas na construção de novas estruturas Polícias Militar, Civil e Técnica, além do Corpo de Bombeiros. Também foram investidos R$ 655 milhões na expansão do sistema de reconhecimento facial para 77 cidades baianas. Até o momento, o mecanismo auxiliou na localização e prisão de 390 foragidos da Justiça.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Companhia Independente de Policiamento Especializado Cacaueira (Cipe) inaugurou, hoje (28), a sua base avançada em Santa Luzia, que também reforçará o policiamento em Arataca, Camacã, Itajú do Colônia, Jussari, Mascote e Pau Brasil, no sul do estado.

O ato contou com a presença do comandante-geral da Polícia Militar da Bahia, coronel Paulo Coutinho. “Mais uma unidade que ajudará a combater a criminalidade e apoiará unidades ordinárias, não só na área urbana, mas, principalmente, nas zonas rurais”, assegurou o oficial.

ESTRUTURA

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado, a compra do mobiliário e os reparos do imóvel da nova base custaram R$ 40 mil. Localizada no Centro de Santa Luzia, a unidade tem alojamentos, copa, sala de estar, banheiros, sala de tevê, quintal e garagem.

A base recebeu o nome do sargento da reserva João Selva, que atuou na Cipe Cacaueira. “Um profissional disciplinado que sempre honrou e se dedicou na missão de servir e proteger a sociedade”, declarou o comandante da especializada, major Fábio Rodrigo Silva.

Além de Santa Luzia, a Cipe Cacaueira tem bases avançadas em Ilhéus, Ituberá, Una, Coaraci e no distrito do Caubi. O município de Valença, em breve, também será receberá unidade da companhia.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O secretário de Segurança Pública da Bahia, Ricardo Mandarino, afirmou que a pasta elabora plano de proteção para áreas indígenas ameaçadas por ações criminosas. Ele fez o anúncio na manhã desta sexta-feira (29), em Salvador, durante reunião com caciques.

Ricardo Mandarino pediu a ajuda das lideranças para identificar os possíveis autores de agressões contra a população originária. Ele se comprometeu a levar o assunto aos comandos regionais da Polícia Militar e da Polícia Civil.

“Respeitamos a história indígena e sabemos da importância para o nosso país. Estamos aqui para ajudar e abriremos um canal direto de diálogo com vocês”, afirmou o secretário, dirigindo-se aos caciques.

DUAS MORTES VIOLENTAS NA MESMA ALDEIA

A movimentação do governo responde ao contexto de escalada da violência contra índios na Bahia. No último domingo (24), o pataxó Iris Braz dos Santos, de 44 anos, foi morto a tiros na Aldeia Novos Guerreiros, em Porto Seguro. Morador da mesma aldeia, o jovem Vitor Braz de Souza, de 21 anos, foi morto com um tiro no pescoço após reclamar do barulho de uma festa que ocorria no território pataxó, no mês passado.

Drogas estavam no carro do suspeito preso, informa SSP-BA
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Polícia Militar prendeu um homem com 7,5kg de maconha e 5kg de cocaína na noite desta segunda-feira (27), em Jequié, no sudoeste da Bahia.

O comportamento do suspeito, que dirigia um carro em alta velocidade no bairro Alto do Cemitério, chamou a atenção de equipe do 19º Batalhão da Polícia Militar.

O pelotão perseguiu e alcançou o carro do suspeito. Na abordagem, os policiais encontraram as drogas dentro do veículo, informa a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA).

O motorista foi levado para a Delegacia Territorial de Jequié.

Droga está avaliada em 1 milhão de reais, segundo a SPP-BA
Tempo de leitura: < 1 minuto

Uma mala com 30 quilos de pasta base de cocaína foi encontrada, na manhã desta terça-feira (15), na Praia da Barrinha, em Mucuri, no Extremo Sul da Bahia. Pessoas que passavam pelo local acharam a droga e acionaram a Companhia Independente de Policiamento Especializado da Mata Atlântica (Cipe).

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do Estado da Bahia (SSP-BA), a droga, com valor estimado em 1 milhão de reais, estava distribuída em 25 tabletes.

Nas últimas semanas policias apreenderam, pelo menos, outras quatro cargas de cocaína em praias de Nova Viçosa, Alcobaça, Prado e Salvador. A Polícia Federal investiga a origem dos carregamentos.