Tempo de leitura: < 1 minuto

tripembraerOs dois novos voos, Salvador – Petrolina e Salvador – Lençóis, com data de operação inicial marcada para 16 de março e 25 de abril, respectivamente, marcam a nova fase da aviação regional na Bahia, que está em pleno processo de expansão.
Ambos serão operados pela Trip Linhas Aéreas, bandeira comandada pelos grupos Caprioli e Águia Branca, que ampliará, ainda, a frequência da linha Salvador-Vitória da Conquista, que será diária a Nesta quarta-feira (11), um grupo de executivos se reuniu com o governador Jaques Wagner e o secretário de Infra-Estrutura, Antônio Carlos Batista neves, na Governadoria, para definir detalhes técnicos de mais um voo diário: Salvador-Aracaju-Salvador, cuja data para início das operações, 30 de março, para ser confirmada, depende apenas de espaço para estacionamento da aeronave no aeroporto Internacional Deputado Luís Eduardo Magalhães.
“Esse é um voo com perfil adequado para um executivo baiano com negócios na capital sergipana, mas a Bahia tem grande potencial para o desenvolvimento da aviação regional”, destacou o diretor de Marketing e Vendas da Trip, Evaristo Mascarenhas de Paula.
A aviação regional tem como principal característica a ligação de cidades de baixa e média demanda com grandes centros urbanos, como é o caso de diversas cidades baianas, consideradas pólo indutor de crescimento, que aguardam estudo de viabilidade. “ Guanambi, Brumado, Teixeira de Freitas, Eunápolis, Paulo Afonso, Bom Jesus da Lapa e Irecê são algumas das cidades em estudo”, antecipou Batista Neves. (Agecom/BA)

Tempo de leitura: < 1 minuto

A superintendente da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) para Bahia e Sergipe, Rose Pondé, marcou visitas a municípios sul-baianos para acompanhar a implementação do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) e ainda inauguraria a Casa do Agricultor de Ibicaraí.
Marcou, e não veio. Mas a sua ausência tem uma explicação. Ela é mais uma entre as milhares de vítimas da dengue em todo o estado. E ficou em Salvador, por recomendação médica. Em seu lugar, enviou o assessor jurídico da Conab, Franklin Gomes.

Tempo de leitura: 2 minutos

O Itabuna tomou um ‘virote’ do Camaçari e perdeu a chance de manter-se próximo do G-4 do Campeonato Baiano 2009. Depois de abrir o placar ainda no primeiro tempo, o Azulino sul-baiano parou na retranca do adversário. Pior que isso, cedeu espaço para que a torcida azulina conhecesse Ermínio.
Quem é Ermínio?
Eis as credenciais: ele empatou, de pênalti, e virou o placar para o laterninha Camaçari. Os gols foram marcados aos 5 e aos 38 minutos do segundo tempo. O artilheiro Neto Berola fez 1×0 para o Itabuna, aos 35min do primeiro tempo.
A derrota pode levar à degola a cabeça do treinador itabunense, Alberto Leguelé. O Itabuna permanecesse com 18 pontos, na sexta colocação, mas a seis de Fluminense e Atlético, respectivamente, terceiro e quarto colocados (ambos com 24).
A rodada teve surpresas. E não foi só a derrota do irregular Itabuna para o lanterna Camaçari. A seguir, a primeira delas. O Colo Colo venceu o Vitória da Conquista em partida disputada no estádio Lomanto Júnior. O gol do time ilheense foi marcado por Celson, aos 5min do primeiro tempo.
Entre o domingo passado e esta quarta, o Tigre ilheense subiu de vice-lanterna para sétimo colocado, com 13 pontos. O ‘elevador’ se deve a uma ‘ajudinha’ do Tribunal de Justiça Desportiva baiano. A corte tirou seis pontos de Feirense e Madre de Deus, que escalaram jogadores irregulares no Baianão. De quebra, o time de Zé Maria ainda tirou o ‘Bode’ da zona de classificação às semifinais.
Houve ainda o empate em 1×1 de Vitória e Madre de Deus, em Pituaçu, Salvador. Em Feira de Santana, o Bahia se deu mal e perdeu para o Feirense, por 1×0. Ipitanga conseguiu arrancar um empate em 2×2 contra o Atlético, quarto colocado na disputa. O resultado beneficiou o Fluminense de Feira, que voltou ao G-4 na terceira posição.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Servidores da saúde de Itabuna terão que se contentar em receber os salários atrasados de dezembro em três suaves parcelas, a vencer nos meses de março, abril e maio (sempre no dia 15). A proposta será formalizada nesta quinta-feira (12), às  9 horas, em audiência na 1ª Vara do Trabalho.
Em janeiro, a Prefeitura regularizou os pagamentos dos funcionários que recebem até R$ 500,00.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Jogando em casa, o Itabuna conseguiu a proeza de entregar três pontos de bandeja para o Camaçari, o lanterninha do Baianão. O Azulino abriu o placar, mas permitiu a virada do adversário, que fechou o caixão com Hermínio, aos 42 minutos do segundo tempo.
Para o capitão Rondinelli, o Itabuna “vacilou”, principalmente na parte defensiva.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Morador de Cravolândia faz reparos à nota publicada originalmente na coluna Tempo Presente (A Tarde) e reproduzida aqui no Pimenta, sobre um tal prefeito João Moreira Pires, que nos idos de mil novecentos e oitenta e bolinha foi a uma audiência com o então governador João Durval e lhe ofereceu um doce de buriti, com o sedutor argumento de que a iguaria era boa “pra tesão”.
Lembra o morador que Cravolândia não fica na região de Barreiras, mas sim no sudoeste baiano, precisamente no Vale do Jequiriçá (“deve ter sido Brejolândia, que realmente fica na região de Barreiras”, ajuda o leitor). Ele também acrescenta que  Cravolândia jamais teve a ventura ou desventura de ser governada pelo tal João Moreira Pires, o inventor do “Viagra” natural.
Pra resumir, essa nota broxou.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A polícia rodoviária federal (PRF) apreendeu um caminhão-baú que transportava 19 trabalhadores do Rio Grande do Norte para o estado do Rio de Janeiro, no posto da BR-101 em Itabuna. Dentre os trabalhadores, dois eram menores, segundo policiais.
Além da apreensão do veículo, a polícia encaminhou todos os trabalhadores para o Ministério Público Federal do Trabalho, pois havia a suspeita de que todos seriam vítimas de esquemas de trabalho escravo. A apreensão ocorreu durante abordagem no início da noite.

Tempo de leitura: < 1 minuto

O Ministério Público Estadual poderá instaurar inquéritos civis para apurar a possível negligência das administrações públicas no combate ao mosquito transmissor da dengue em municípios do sul da Bahia. Somente em Itabuna, maior cidade da região, a doença já atingiu quase 3 mil pessoas e matou 13.
Ontem, a promotora Itana Viana esteve em Itabuna, a convite da Secretaria de Saúde do Estado. Ela coordena no MP o Grupo de Atuação Especial de Defesa da Saúde.
A promotora destacou as providências adotadas pelo colega Clodoaldo Anunciação, membro do escritório regional do MP, e afirmou que o órgão vai investigar o não-cumprimento das metas nas ações de combate ao Aedes aegypti.
Mandatos ameaçados
As investigações também se dariam não apenas contra os ex. Os atuais gestores também serão investigados, casos dos prefeitos de Itabuna, Capitão Azevedo, e de Ilhéus, Newton Lima.
– Quando há um repasse de verba federal é obrigação do prefeito traçar medidas para combater o mosquito e se isso não acontece  uma das possibilidades é que houve negligência no gerenciamento dos recursos. Portanto, eles podem ser enquadrados em sanções administrativas, inclusive de improbidade e perda de mandato. Tem que ter responsabilidade com a saúde para não gerar um índice tão alto de mortandade e adoecimentos -, complementou a promotora.
Hoje à tarde, na Câmara Municipal, o vereador Wenceslau Júnior (PCdoB), afirmou que vai encaminhar representação contra o ex-prefeito de Itabuna, Fernando Gomes, e o ex-secretário de Saúde, Jesuíno Oliveira, aos quais responsabiliza pelo surgimento da epidemia. “Eles poderão responder nas esferas administrativa, civil e criminal”, salientou o vereador na sessão especial que contou com a presença do secretário de Saúde do Estado, Jorge Solla.
Com informações do Correio

Tempo de leitura: < 1 minuto

Os vereadores Didi do INSS e Gerson Nascimento batiam papo hoje no plenário da Câmara de Itabuna, enquanto aguardavam o início da sessão. Didi, gozador que só ele, chegou para o colega  novato e mandou: “rapaz, a gente vota duas vezes contra o governo e eles vêm logo negociar”.
Gerson questionou: “é mesmo, colega?”
E Didi: “Com certeza, é online“.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Exclusivo

O governador Jaques Wagner estará em Itabuna na próxima sexta-feira, 13, para conferir as últimas ações desenvolvidas no controle da dengue no município. Ele vem depois de ordenar que toda a estrutura de gabinete da Secretaria Estadual de Saúde (Sesab) fosse transferida para Itabuna, desde a última segunda, 9.
.
O estado liberou recursos para ampliar a rede de atendimento, novos leitos hospitalares, medicamentos para as vítimas atendidas na rede médico-hospitalar e helicóptero para detecção aérea de focos do mosquito Aedes aegypti. Até o final da tarde, a Casa Civil libera a agenda de visita do governador ao município.
.
Ainda não está descartada uma visita também a Floresta Azul, que possui cerca de 70 casos de dengue notificados e três mortes por hemorrágica, a versão mais grave da doença. Só em Itabuna, mais de 3 mil casos foram notificados até ontem. A cidade registra, pelo menos, dez mortes de pacientes vítimas da dengue.

Tempo de leitura: < 1 minuto

… Mas ninguém vai em cana.
Essa foi a impressão que ficou ontem, quando o secretário de Saúde de Itabuna, Antônio Vieira, referiu-se a um desfalque de R$ 9 milhões na Secretaria de Saúde. O desaparecimento, subtração ou abdução teria sido do dinheiro para o pagamento das faturas referentes ao mês de outubro do ano passado, quando a Secretaria estava sob o comando do contador Jesuíno Oliveira.
Antes de Jesuíno, quem comandou a Secretaria de Saúde foi o médico José Henrique de Carvalho. Nos dois anos de sua gestão, a Sesab identificou a destinação indevida (viva o eufemismo!) de R$ 17 milhões.
Durante todo o governo do ex-prefeito Fernando Gomes, a saúde – primeiro sob o comando de Zé Henrique e depois de Jesuíno – sofreu um processo cruel de sucateamento, e uma das consequências mais terríveis foi o aumento do número de óbitos no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães.  Eram 25 mortes por mês, em média, no ano de 2004. FG iniciou seu governo em 2005 e, em 2008, o número de mortes saltou para uma média de 98 por mês.
Foi também no governo passado que os nobres gestores fizeram pouco caso dos avisos da Sesab e negligenciaram nas medidas de controle do mosquito da dengue. As consequências estão aí, com tantas vidas perdidas. Só faltam mesmo as consequências para os que plantaram as sementes desse caos.

Tempo de leitura: < 1 minuto

A falta de um articulador político no governo Azevedo tem causado um prejuízo atrás de outro. O mais recente foi ontem, na eleição da nova diretoria do Conselho Municipal de Transportes, na qual a Prefeitura apoiava o nome de Eduardo Cardoso. Ele disputava a presidência com o professor João Rodrigues, da API.
Em uma reviravolta aos 45 minutos do segundo tempo, a esquerda se aliou a ninguém menos que o vereador Milton Gramacho (PRTB), retirando o nome de João da briga. Gramacho, que olhava tudo a distância, mas ligadíssimo nos movimentos, assumiu uma cabeça de chapa com o apoio do PT e do PCdoB, que ficaram, respectivamente, com a vice-presidência (professor João Rodrigues) e a secretaria do Conselho (Edson Gomes, da União das Associações de Bairros). E derrotaram o candidato do governo por dez votos a sete.
Agora, é esperar para ver aonde vai essa nau tripulada por PT, PCdoB e… PRTB.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Antes um ferrenho adversário do magnífico reitor da Uesc, Joaquim Bastos, Eduardo Anunciação revelou que está com inveja do professor da universidade estadual sul-baiana. “Vou confessar que, em alguns momentos de fraqueza, tenho inveja (do reitor)“.
Ouça o comentário de Eduardo Anunciação, que diariamente dá molho ao programa O Tabuleiro com o quadro Palavra de Jornalista. Com a ironia mais do que fina, Anunciação alfineta o reitor-turista. “Tá indo agora para a América do Norte, enquanto o restaurante da Uesc está fechado. O mundo é o roteiro, é a pista de dança de Bastos”.
Clique aqui e ouça