Vacinação contra a gripe começa em abril
Tempo de leitura: 2 minutos

o Ministério da Saúde anunciou, nesta terça-feira (15), que a campanha nacional de imunização contra a gripe começa no dia 4 de abril. Serão distribuídas 80 milhões de doses da vacina Influenza e a estimativa é de que cerca de 76,5 milhões de pessoas nos grupos considerados prioritários sejam imunizadas.

A campanha de vacinação deve ser encerrada no dia 3 de junho. Com o objetivo de prevenir o surgimento de complicações decorrentes da doença, óbitos e consequências nos serviços de saúde, a imunização contra a gripe é uma estratégia do Ministério da Saúde para minimizar a carga do vírus, reduzindo os sintomas, que também podem ser confundidos com os da Covid-19.

A campanha acontecerá em duas etapas. O dia D de mobilização nacional está previsto para o dia 30 de abril. Na primeira etapa, entre os dias 4 de abril e 2 de maio, serão imunizados idosos com 60 anos ou mais e trabalhadores da saúde. Na segunda etapa, que ocorre entre os dias 3 de maio e 3 de junho, serão vacinados crianças de 6 meses a menores de 5 anos de idade (4 anos, 11 meses e 29 dias), gestantes e puérperas e índios.

Nessa etapa, serão imunizados ainda professores, pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, quem faz parte das forças de segurança e salvamento, caminhoneiros e trabalhadores de transporte coletivo, trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de até 21 anos de idade sob medidas socioeducativas e adultos em presídios.

DOSE ÚNICA

No caso das crianças de seis meses a menores de 5 anos, que já receberam ao menos uma dose da vacina Influenza ao longo da vida em anos anteriores, deve se considerar o esquema vacinal com a apenas uma dose em 2022. Já para as crianças que serão vacinadas pela primeira vez, a orientação é agendar a segunda dose da vacina contra gripe para 30 dias após a primeira dose.

O Ministério da Saúde reforça também a importância da vacinação contra o sarampo. Para evitar surtos da doença, a campanha de vacinação em 2022 será focada em crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade e trabalhadores da saúde.

Dinheiro e arma são apreendidos com traficante em Porto Seguro
Tempo de leitura: < 1 minuto

Policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Mata Atlântica apreenderam, nesta terça-feira (15), mais de R$ 72 mil com um homem acusado de tráfico de drogas. A apreensão ocorreu durante operação na estrada de Ibiruçu de Dentro, zona rural de Porto Seguro, no extremo-sul da Bahia e, segundo a polícia, o dinheiro foi faturado com a venda de drogas.

Os policiais fizeram a apreensão depois que receberam a denúncia de um homem, em um veículo modelo Siena, cor prata, estava exibindo arma de fogo. As equipes foram ao local indicado e abordaram o condutor, que possui passagem pela polícia.

Com o suspeito, os PMs localizaram R$ 72,8 mil, um revólver calibre 32, munições, uma carabina Airsoft e anotações sobre o tráfico de drogas. O acusado, dinheiro e todo material apreendido foram encaminhados para a Delegacia Territorial de Porto Seguro.

Hospital Cemepi volta a funcionar na quinta-feira|| Foto Pedro Augusto
Tempo de leitura: < 1 minuto

Fechado em 2018 por causa do impasse com o então prefeito Fernando Gomes, o Centro Médico Pediátrico de Itabuna (Cemepi), antigo Ipepi, na Avenida Nações Unidas, será reaberto na próxima quinta-feira (17), às 9h. A unidade hospitalar passou por reforma na estrutura física, que inclui a ampliação da sala de espera, agora com 50 lugares, e ganhou um ambiente climatizado.

O Cemepi terá dois consultórios para atender crianças com sintomas da Covid-19 e gripe H1N1. Já os leitos da enfermaria saltaram de 36 para 42. De acordo com a Secretaria de Saúde de Itabuna, a unidade também vai oferecer serviços de fisioterapia, radiologia e ultrassom, além de um espaço anexo para a realização de exames laboratoriais.

A secretária municipal de Saúde, Lívia Mendes, afirma que a unidade atenderá urgência e emergência 24 horas. “O Cemepi foi contratualizado e terá internamento de média complexidade. Em casos mais graves será pedida a transferência para o Hospital Manoel Novaes”, explica a secretária.

Ilson Mateus, presidente e fundador do Grupo Mateus
Tempo de leitura: 2 minutos

O Grupo Mateus definirá, nos próximos dias, a data de inauguração da primeira loja da rede no sul e extremo-sul da Bahia. O Mix Mateus vai funcionar em uma área de 6 mil metros quadrados em Teixeira de Freitas, no extremo-sul baiano. As obras da unidade estão avançadas e o atacarejo deverá ser aberto, no máximo, em abril. A unidade foi construída numa associação da empresa com o Grupo Brasileiro. O investimento é estimado em R$ 50 milhões.

Será a segunda loja do grupo maranhense na Bahia. A primeira foi inaugurada em Juazeiro, no mês passado. O investimento em Teixeira de Freitas integra plano de expansão do grupo que planeja ter lojas em todos os estados nordestinos em até 10 anos.

Primeira loja do Mix Mateus da Bahia foi aberta em Juazeiro || Foto Divulgação

A expansão do grupo ocorre depois da abertura de capital, em outubro de 2020, tornando-o hoje a maior rede de varejo alimentar do Norte/Nordeste e a quarta do país. A unidade de Teixeira de Freitas terá 313 funcionários. Toda a rede emprega 45 mil pessoas, segundo a empresa.

CIDADE ESTRATÉGICA

“Para dar suporte à expansão, montamos um time bastante qualificado, com vasta experiência de mercado. Estamos selecionando cidades estratégicas, e Teixeira de Freitas é uma delas”, afirmou o presidente e fundador do Grupo, Ilson Mateus. O Grupo Mateus atua com operações no varejo de supermercados, atacarejo (cash and carry), atacado, móveis e eletrodomésticos, indústria de panificação, central de fatiamento e porcionamento.

Mariana Alcântara durante reunião com dirigentes e membros do Cidadania
Tempo de leitura: < 1 minuto

A vice-presidente estadual do Cidadania e secretária de Segurança e Ordem Pública de Itabuna, Mariana Alcântara, afirmou nesta terça-feira (15) que o partido terá candidatura de Ilhéus na disputa por cadeira na Assembleia Legislativa da Bahia (Alba). A decisão foi tomada ontem (14), em Itabuna, durante encontro do núcleo regional da sigla. O nome do postulante será divulgado até o final deste mês.

Questionado pelo PIMENTA sobre quais são os possíveis candidatos do partido a deputado estadual, o presidente do Cidadania-Ilhéus, Marcelo Bandeira, afirmou que ainda não pode relevar os nomes no páreo, pois a divulgação ainda depende de conversas internas.

No encontro desta segunda, o grupo também reafirmou apoio às pré-candidaturas do ex-prefeito de Salvador ACM Neto (UB) ao Governo da Bahia e do vereador soteropolitano Joceval Rodrigues (Cidadania) a deputado federal.

Além de Mariana, participaram do encontro Tales Bispo, membro da Executiva Estadual do partido; Marcelo Bandeira, presidente do Cidadania-Ilhéus; Roberto Freitas, secretário-geral do Cidadania-Ilhéus; Bruno Duarte, tesoureiro do partido em Ilhéus; Erick Valete, tesoureiro do Cidadania-Itabuna; e os representantes do Cidadania Jovem de Itabuna, Joabe Paiva, Victor Santos e Igor Kruschewsky. Atualizado às 17h30min.

Davidson lamenta saída do PP e ressalta peso eleitoral de Lula e Rui || Lara Curcino/Metropress
Tempo de leitura: 2 minutos

Presidente estadual do PCdoB e titular da Secretaria de Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Davidson Magalhães reconhece, na saída do PP da base aliada, uma “perda importante” no seio do governo para a disputa eleitoral de 2022. “É perda importante, mas não significa que está determinado o resultado da eleição”, disse ele, ressaltando que o vice-governador João Leão acompanhava o grupo há bastante tempo.

O rompimento, analisa o dirigente e secretário estadual, aumenta o desafio da base para a disputa em outubro. O grupo governista vai para a eleição com um candidato desconhecido de grande parte do eleitorado, o secretário de Educação da Bahia, Jerônimo Rodrigues (PT). Mas Davidson lembra o papel da militância e do comportamento do governo e dos aliados nos próximos meses para reverter perdas e agregar apoios.

“[O rompimento] cria grau de dificuldade maior, mas nós temos que ir para campo. Temos governo bem avaliado, a força do presidente Lula na Bahia… Vamos pra frente, com militância política e as forças em torno do governo”, afirmou em entrevista ao PIMENTA. Davidson enfatiza a avaliação do governo de Rui como importante para a disputa. “É um grande instrumento para ganharmos a eleição na Bahia, assim como a força do próprio presidente Lula”, acrescenta.

PASSOS PARA ATRAIR NOVOS ALIADOS

Didático, o professor universitário fala dos passos para seduzir possíveis novos aliados. Nos bastidores, comenta-se da possibilidade de atração do MDB e retorno do PDT. “Tudo é construção. Agora, [o importante] é o comportamento que vamos ter no sentido de formatar uma coordenação política que represente os diversos pensamentos e possa agregar mais forças, porque o processo político ainda está em curso”, completa.

O secretário e professor universitário diz que as discussões para as eleições deste ano foram antecipadas. “Geralmente é em junho, começo de julho que se define o processo eleitoral. Nós estamos com processo bastante antecipado. Tem muita água para rolar ainda”, disse ele em Almadina, onde acompanhava o governador Rui Costa.

Rui e Jerônimo participam de solenidade em Almadina
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nesta terça-feira (15), durante solenidade com o governador Rui Costa (PT) em Almadina, no sul da Bahia, quatro prefeitos filiados ao PP afirmaram que vão apoiar o secretário de Educação, Jerônimo Rodrigues (PT), na disputa deste ano pelo Governo da Bahia. A declaração de apoio foi feita menos de 24h depois do rompimento do Progressistas com o PT baiano.

Os primeiros progressistas divergentes são os prefeitos Juraci da Saúde (Barro Preto), Jadson Albano (Coaraci), Dr. Marival (Nova Canaã) e Paulo Rios (Itororó). Além deles, outros 14 prefeitos e 8 ex-prefeitos da região sul do estado participaram do ato desta terça.

Após rompimento com PT na Bahia, Leão declara apoio a Lula
Tempo de leitura: < 1 minuto

O vice-governador João Leão (PP) afirmou que apoiará o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições deste ano, caso o petista confirme candidatura à presidência da República. Feita na manhã desta terça-feira (15), a declaração do progressista é uma resposta ao presidente do PT na Bahia, Éden Valadares. Hoje, o dirigente partidário disse que Leão abandonou a aliança com o PT para marchar com o presidente Jair Bolsonaro (PL).

“Acho que o presidente do PT na Bahia tem bola de cristal. Minha intenção é apoiar Lula. Só se ele não quiser o meu apoio. Vou até marcar uma viagem para conversar pessoalmente com Lula, olho no olho, para dizer que ele tem meu apoio”, declarou Leão.

Cotado para ser o candidato a senador na chapa liderada por ACM Neto (UB), pré-candidato ao Governo da Bahia, Leão disse ao possível aliado que, se fecharem aliança, apoiará o petista. Ontem (14), matéria da Folha de S. Paulo informou que, apesar do rompimento com o PT baiano, o progressista pode aproximar Neto de Lula.

“Lula me conhece, conhece minha história, e ele quer voto. Meus votos são dele. E estou à disposição para ajudá-lo a ter uma votação estrondosa na Bahia. Meu amigo Éden Valadares está escorregando”, alfinetou João Leão.

Foragido do sistema prisional é detido com revólver no Condomínio Morada do Porto || Foto 70ª CIPM
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um homem foragido do Conjunto Penal de Itabuna foi preso na manhã desta terça-feira (15), em Ilhéus, por policiais militares. Segundo a 70ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM), por volta das 5h30min, o fugitivo tentou correr da viatura policial quando a avistou no Condomínio Morada do Porto, na zona oeste da cidade.

Alcançado e preso pelos policiais, o homem estava com um revólver calibre 38 e munições. Ele e a arma aprendida foram levados para a sede da 7ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin), no centro de Ilhéus.

Manoel Carlos Neto é o novo vice-presidente da Comissão de Direito Constitucional da OAB
Tempo de leitura: 2 minutos

O jurista Manoel Carlos de Almeida Neto é o novo vice-presidente da Comissão Nacional de Estudos Constitucionais da OAB (gestão 2022-2025). Natural de Ilhéus e com atuação em Brasília e São Paulo, Manoel Carlos foi empossado nesta segunda-feira (14), pelo novo presidente nacional da OAB, Alberto Simonetti. A solenidade contou com a presença dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) Cármen Lúcia, Kassio Nunes Marques e Ricardo Lewandowski.

“A Comissão Nacional de Estudos Constitucionais tem a incumbência de balizar os caminhos da OAB na defesa da Constituição e, sobretudo, nos valores que a integram, especialmente, defendendo esses valores perante a Suprema Corte do país”, definiu Ricardo Lewandowski.

Ato da OAB contou com a presença de ministros do Supremo Tribunal Federal

LANÇAMENTO

Durante a solenidade de posse do colegiado, Manoel Carlos Almeida Neto lançou o livro “O Colapso das Constituições do Brasil: uma reflexão pela democracia”. A obra recebeu elogio do ex-presidente da República José Sarney, que considera a pesquisa um trabalho insubstituível na literatura do Direito Constitucional.

Na semana de lançamento nacional, o livro ocupou a 12ª posição no top 100 de vendas pelo site da Amazon, no segmento “Especialidades profissional e técnico”, que fez esgotar a obra na editora Fórum.

Manoel Carlos é professor, doutor e pós-doutor em Direito pela USP. No próximo dia 25, assumirá a titularidade da Cadeira 39 da Academia de Letras de Ilhéus (ALI), antes ocupada pelo fundador da instituição, José Cândido de Carvalho Filho.

Vista parcial do bairro Cidade Nova durante a chuva desta terça || Foto Pimenta
Tempo de leitura: < 1 minuto

A manhã desta terça-feira (15) terminou com chuva e céu nublado em Ilhéus. O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) emitiu alerta amarelo e informou que o volume da chuva no município pode chegar a 50mm até o final do dia, com ventos intensos de 40-60km/h.

No entanto, ainda segundo o instituto, é baixo o risco de que a precipitação provoque alagamentos, descargas elétricas, corte de energia e queda de galhos de árvores na cidade. Apesar disso, o Inmet recomenda que as pessoas não se abriguem debaixo de árvores nem estacionem veículos perto de torres de transmissão e de placas de propaganda. O uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada também deve ser evitado.

Casos de emergência devem ser comunicados à Defesa Civil e ao Corpo de Bombeiros, por meio dos telefones 199 e 193, respectivamente.

Rosemberg credita desembarque do PP a pressão nacional por apoio a Bolsonaro
Tempo de leitura: 2 minutos

O deputado estadual e líder do governo Rui Costa na Assembleia Legislativa (Alba), Rosemberg Pinto (PT), crê no apoio de 80% dos prefeitos do PP à candidatura do petista Jerônimo Rodrigues ao governo da Bahia. O parlamentar revelou ao PIMENTA que o desembarque do PP da base aliada, ocorrido ontem (14), era previsível:

– A saída do PP já era um pouco esperada, uma vez que havia uma pressão muito grande [do diretório] nacional deles no sentido de fortalecer a candidatura do nosso adversário nacionalmente (Jair Bolsonaro) – afirmou.

Rosemberg acompanha o governador Rui Costa em agenda oficial em Almadina, no sul da Bahia, nesta manhã. Ele comentou a escolha do PT para disputar o governo baiano em 2022.

“Jerônimo é a pessoa que mais rodou a Bahia com o governador Rui Costa nos últimos anos, tem a sua cara. Foi uma boa escolha”, avalia. “O governador será o condutor dessa sucessão”, acrescenta o parlamentar e líder do governo.

FORÇA DE LULA

O deputado também acredita na força eleitoral do trio baiano e do ex-presidente Lula para vitaminar o nome de Jerônimo, hoje secretário estadual da Educação e antes titular da Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). O pré-candidato petista foi escolhido em reunião na semana passada.

– Aqui, na Bahia, sem dúvida alguma, o grande eleitor, além do senador Wagner, do governador Rui Costa e do senador Otto Alencar, é o ex-presidente Lula. Estamos com muita tranquilidade, porque entendemos que qualquer candidato apoiado pelo presidente Lula já sai com percentual mínimo de 30%, com largada muito forte. Tenho convicção de que vamos ganhar essas eleições e dar continuidade a esse projeto que orgulha a Bahia, orgulha muito o Brasil e a todos nós – enfatizou.

Ainda durante a agenda em Almadina, Rosemberg apontou prefeitos do PP que, segundo ele, já confirmaram apoio a Jerônimo na disputa em outubro. “Nós vamos manter [o apoio declarado de] 80% dos prefeitos [do PP]. Aqui [em Almadina], temos Jadson Albano (Coaraci), Paulo Rios (Itororó), Dr. Marival (Nova Canaã) e Naeliton Rosa (Itapé). Todos eles declararam apoio a Rui Costa e a Jerônimo”, elencou, observando o “grande poder de articulação do governo”

Câmara discute problemas do transporte de Ilhéus em reunião
Tempo de leitura: < 1 minuto

A julgar pelas declarações dos representantes da Viametro e da São Miguel na Câmara de Vereadores, nesta segunda-feira (14), o acordo por meio do qual a Prefeitura de Ilhéus assumiu o compromisso de pagar R$ 15 milhões às concessionárias não foi suficiente para resolver as dificuldades financeiras alegadas pelas empresas. “O sistema [público de transporte], hoje, está fadado a parar”, declarou Josemir Dias, representante da São Miguel, durante reunião na Casa do Povo.

Conforme Josemir, a última folha de pagamento dos rodoviários da São Miguel, vencida há poucos dias, não foi paga de forma integral. Também criticou a existência do transporte alternativo na cidade, que, segundo ele, atrapalha o faturamento das concessionárias.

Já o preposto enviado pela Viametro à reunião, Carlos Alberto, lembrou que, nos últimos anos, o preço do litro do diesel, combustível usado nos ônibus, saltou de R$ 3,20 para R$ 6,71, enquanto a tarifa ilheense é de R$ 3,80 desde 2019.

PARA VEREADOR, PANDEMIA JÁ NÃO JUSTIFICA DEFICIÊNCIAS DO TRANSPORTE

Também presente no debate, a vereadora Enilda Mendonça (PT) chamou atenção para as dificuldades enfrentadas pelos cidadãos que moram nos distritos afastados da zona urbana, especialmente os estudantes, que sofrem com o número reduzido de ônibus em circulação. “O foco dessa reunião é: como é que o aluno que está nos distritos vai chegar à escola, principalmente à noite?”, questionou a parlamentar.

O presidente da Comissão de Transporte, Trânsito e Mobilidade da Câmara, vereador Augustão (PT), afirmou que a pandemia de Covid-19 não pode mais ser usada como justificativa para as deficiências do sistema de transporte, agora que a maioria da população está vacinada contra a doença e as restrições às atividades econômicas foram praticamente eliminadas.

Éden afirma que PP baiano seguirá caminho da sigla no cenário nacional, ao lado de Bolsonaro
Tempo de leitura: < 1 minuto

O presidente estadual do PT, Éden Valadares, reagiu à saída do Progressistas da base governista com um petardo. Segundo afirmou na manhã desta terça-feira (15), o partido do vice-governador João Leão vai caminhar com as hostes bolsonaristas, como já o faz em outros estados.

“Após 14 anos de apoio, o PP abandona o projeto de Lula e Rui na Bahia. O que aconteceu? Prevaleceu a opinião do PP bolsonarista? Foram convencidos por Ciro Nogueira e Arthur Lira? O fato é que deixam de trilhar o caminho de Lula para marchar ao lado de Bolsonaro e aliados na Bahia”, disse Éden.

Apesar do torpedo, o dirigente petista afirmou que a disputa eleitoral se dará no campo das ideias, sem ofensas. Segundo ele, a chapa governista, agora liderada pelo secretário de Educação Jerônimo Rodrigues (PT), pré-candidato a governador, vencerá o pleito deste ano.

“PT e PP tomam estradas diferentes. Voltamos a ser adversários e não inimigos; com disputa de argumentos, sem xingamentos. Foi assim em 2006 e vencemos. Com humildade e confiança na liderança de Lula, Rui e Wagner, afirmo: venceremos novamente em 2022 com Jerônimo governador”, concluiu.

Chuva devastou cerca de 40% da área urbana de Itabuna em dezembro || Foto Leonardo Benassato/Reuters
Tempo de leitura: 3 minutos

 

Não permitir espaço político para os caroneiros de plantão também está na ordem do dia. A nossa Itabuna precisa de paz social, de união em favor da superação dos nossos atrasos históricos e de formação de uma ambiência que atraia o capital financeiro e a instalação de novas oportunidades de negócios.

 

Rosivaldo Pinheiro

A governança pública requer permanente alinhamento entre as forças políticas nas composições da equipe de gestão e o tecnicismo necessário para o seu funcionamento. Assumir o Poder Executivo é abraçar tal problemática e buscar de forma habilidosa essa permanente aliança. O outro grande desafio é atender a uma sociedade que sofre com a falta de atenção dos poderes públicos e que vislumbra a cada eleição a oportunidade de superação das dificuldades na vida de cada um.

O ambiente social na maioria das cidades acaba em permanente efervescência, cada um a seu modo querendo garantir os benefícios para si, independentemente das diretrizes do projeto vitorioso na eleição. São recursos limitados e demandas ilimitadas, o que exige priorização das ações pelo eleito. Nesse contexto, faz-se necessária uma comunicação célere e ajustada ao projeto que está sendo colocado para todos, evitando ruídos que contribuam para a não pacificação do ambiente político-social.

A consciência dos gestores passa pelo entendimento de que estão administrando um grande condomínio, repleto de direitos e com o poder nas mãos para alcançarem o mundo através das redes sociais. Nesse novo contexto, o estreitamento dos laços entre “o síndico” (chefe do executivo) e os “condôminos” (população) é exercício cotidiano. É importante que todos entendam, na atual conjuntura, a falta do braço federal para ajudar os municípios com liberação de recursos específicos para que estes possam elaborar politicas públicas capazes de melhorar de forma substancial a vida do povo no curto prazo.

Todos sabemos da gravidade imposta pela crise da saúde com a pandemia e o aumento dos preços, por falta de uma política econômica nacional com vistas a minimizar o aumento dos alimentos na casa dos brasileiros, com consequente piora na vida das famílias. Essa realidade ainda está agravada nas cidades atingidas pelas enchentes, nesse particular, a cidade de Itabuna enfrentou no período natalino a sua segunda pior tragédia provocada pelas chuvas nos seus 111 anos de emancipação política, tendo quase 40% das áreas habitadas alagadas.

O pós-enchente deixou a cidade nos primeiros dez dias com um verdadeiro cenário de guerra. As tensões históricas advindas da desatenção dos poderes públicos do passado para as diversas regiões da cidade e, em particular, para as regiões socialmente mais vulneráveis, vieram para a ordem do dia e as redes sociais potencializaram a elevação do nível de tensão, alastrando um sentimento de revolta nesses espaços da cidade. Não à toa, alguns oportunistas estrategicamente tentam se aproveitar do atual momento.

Para o pós-enchente, a gestão municipal itabunense elaborou um arrojado projeto de transferência de renda, um apoio direto para as famílias que foram diretamente afetadas pelas águas. A ação chamada de Recomeço é quase 80% custeada pelo erário municipal (recurso próprio) e pouco mais de 20% pelo dinheiro arrecadado através de doações via pix.

Itabuna é a única cidade brasileira que está possibilitando a liberação de R$ 3 mil para cada família cadastrada, dentro dos critérios da lei municipal. Contraditoriamente, também é a única que vem enfrentando reações através de protestos por aqueles ainda não alcançados pelo benefício, mesmo a gestão se colocando aberta ao diálogo. Para percebermos a importância da ação efetivada pelo Cartão Recomeço, foram injetados diretamente na economia local mais de R$ 10,5 milhões. Deste montante, mais de R$ 7 milhões saíram do cofre municipal.

O desafio está posto, os esforços para que adentremos num novo momento e possamos de fato recomeçar estão latentes. Não permitir espaço político para os caroneiros de plantão também está na ordem do dia. A nossa Itabuna precisa de paz social, de união em favor da superação dos nossos atrasos históricos e de formação de uma ambiência que atraia o capital financeiro e a instalação de novas oportunidades de negócios.

Esse deve ser o sentimento que todos precisam ter e celebrar nos nossos 112 anos de emancipação política, no próximo 28 de julho, com um novo sentimento “condominial”. É importante que cada um entenda que a cidade onde vivemos é nossa e que precisa da participação de cada um para apresentar melhoras e que os poderes públicos são partes extremamente importantes nessa construção.

Rosivaldo Pinheiro é formado em Economia e especialista em Planejamento de Cidades (Uesc).