Brasil registrou déficit em março
Tempo de leitura: 3 minutos

As contas externas brasileiras registraram déficit de US$ 2,8 bilhões em março. No mesmo mês do ano passado foi registrado déficit de US$ 5,2 bilhões nas contas que representam as compras e vendas de mercadorias, serviços e transferência de renda com outros países.

Divulgadas nesta segunda-feira (25) pelo Banco Central, as estatísticas do setor externo referentes ao mês de março mostram que, na comparação interanual, “houve aumento de US$ 6,6 bilhões no saldo da balança comercial de bens, parcialmente compensado pelas elevações de US$ 2,8 bilhões no déficit em renda primária e de US$ 1,1 bilhão no déficit em serviços”.

Ainda de acordo com a autoridade monetária, o déficit em transações correntes nos 12 meses encerrados em março ficou em US$ 23,5 bilhões, valor que corresponde a 1,41% do Produto Interno Bruto (PIB, a soma dos bens e dos serviços produzidos no país). Em fevereiro, o déficit estava em US$ 26 bilhões (1,59% do PIB); e em março de 2021 estava em US$ 22,8 bilhões (1,62% do PIB).

Com relação à balança comercial de bens, o Banco Central registrou, em março, superávit de US$ 6,1 bilhões. No mesmo mês de 2021, o saldo estava negativo em US$ 514 milhões.

Segundo o BC, as exportações de bens ficaram em US$ 29,7 bilhões, enquanto as importações somaram US$ 23,6 bilhões. Esses valores representam, respectivamente, alta 21,1% e redução de 5,8% em comparação a março de 2021.

As importações no âmbito do Regime Aduaneiro Especial para Bens destinados às Atividades de Pesquisa e de Lavra das Jazidas de Petróleo e de Gás Natural (Repetro) totalizaram US$153 milhões em março (US$ 6,5 bilhões em março de 2021). “Excluindo-se as operações do Repetro, a comparação interanual das importações registrou incremento de 26,3%”, disse o BC.

Leia Mais

TRT Bahia abre inscrições para estágio em várias cidades
Tempo de leitura: 3 minutos

O Tribunal Regional do Trabalho da 5ª Região na Bahia está com inscrições abertas para seleção que visa o preenchimento de vagas e formação de cadastro de reserva para estágio de estudantes dos ensinos médio, técnico em Segurança do Trabalho e nível superior em diversas áreas. Para cadastro de reservas há vagas em cidades como Ilhéus, Itabuna, Ipiaú, Jequié, Porto Seguro, Teixeira de Freitas e Feira de Santana.

Há ainda vagas no cadastro de reservas em cidades em Eunápolis, Barreiras, Camaçari, Guanambi,Itaberaba, Jacobina, Juazeiro, Paulo Afonso, Itapetinga, Jacobina, Valença, Vitória da Conquista, Simões Filho, Senhor do Bonfim, Santo Antônio de Jesus, Santo Amaro, Irecê, Conceição do Coité, Euclides da Cunha, Candeias e Salvador. As inscrições podem ser feitas até o dia 28 de agosto.

Não há cobrança de taxa de inscrição. No ato da inscrição, o candidato deve informar a localidade em que deseja exercer suas atividades. O processo seletivo será composto por uma etapa de prova objetiva online.

O valor da bolsa auxílio é de R$ 601,25 por mês para jornada de 4 horas/dia para estagiário de nível médio e técnico profissionalizante. Já para estágio de nível superior, o valor é de R$ 841,75 por mês para a mesma jornada. Além disso, estão contemplados seguro contra acidentes pessoais e haverá o pagamento do auxílio-transporte.

Leia Mais

Rogério Gomes atropelou companheira no centro de Itabuna em 2012
Tempo de leitura: 2 minutos

O Tribunal do Júri da Comarca de Itabuna julga, nesta terça-feira (25), Rogério Gomes, acusado de tentar matar a esposa Ingrid Katiuschia, em 2012. A sessão de julgamento começa às 8h30min, no salão do fórum da cidade, no Loteamento Nossa Senhora das Graças. A acusação será feita pela promotora de justiça Larissa Avelar, que terá como assistentes as advogadas Jurema Cintra Barreto e Lara Kauark.

Em 1995, Ingrid Katiuschia e Rogério Gomes eram adolescentes, com apenas 15 anos de idade, quando se casaram. Em 2012, já com 17 anos de convivência marital, no dia 22 de setembro, Rogério teria atropelado a esposa de forma brutal. Ingrid ficou internada em um leito da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por mais de 60 dias em estado gravíssimo. O fato ficou conhecido como o atropelamento do Jardim do Ó.

Ingrid foi escalpelada, perdeu massa cefálica, teve esmagamento dos órgãos internos, quebrou a bacia em dezenas de partes e recebeu muitas bolsas de sangue. Infelizmente, o Hospital de Base de Itabuna perdeu seu prontuário. Hoje, ela é uma pessoa considerada inválida e com deficiência permanente constatada pelo INSS.

VIOLÊNCIA CONTRA AS MULHERES

A advogada Jurema Cintra ressalta que o Brasil vem passando por uma onda terrível de violência contra as mulheres, e este caso é emblemático. “Maridos não podem atropelar suas mulheres, deixá-las inválidas e ficar impunes. Assim foi o caso de Maria da Penha que está numa cadeira de rodas por conta da violência que sofreu. Esta história não pode se repetir em nossa cidade.

Cintra acrescenta que mulheres advogadas estão empenhadas nesta condenação. Fazemos um apelo para as mulheres, as estudantes, as donas de casa de Itabuna irem ao fórum para acompanhar o caso. Quem puder estar presente, estamos recomendando que use roupa branca, para simbolizar um clamor por paz nos lares e homens conscientes, é o que mais defendemos”, afirma a advogada.

Mudança no horário do sepultamento de Fernando Gomes
Tempo de leitura: < 1 minuto

O sepultamento do ex-prefeito Fernando Gomes foi antecipado das 14h para as 11h desta terça-feira (26), no Cemitério Campo Santo, em Itabuna.

Antes, às 10h, haverá nova missa de corpo presente, no Teatro Candinha Doria, onde ocorre o velório. A primeira missa foi celebrada na tarde hoje.

A morte do ex-prefeito, aos 83 anos, neste domingo (24), gerou reações de lideranças políticas, a exemplo do governador Rui Costa (PT) (assista aqui), e manifestações de populares, além de ampla cobertura da imprensa regional.

Grupo se apropriava de carros alugados com fraudes no Detran, segundo denúncia
Tempo de leitura: < 1 minuto

A 1ª Vara Criminal Especializada da Comarca de Salvador aceitou denúncia contra seis pessoas supostamente envolvidas no esquema de roubo de veículos de locadoras, que, por meio de fraudes no Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran), eram transferidos para terceiros. O golpe foi apontado pelo Ministério Público do Estado da Bahia (MP-BA), responsável pela denúncia, após a Operação Fake Rent (relembre).

Os crimes, segundo a denúncia, seriam cometidos logo após a locação dos veículos. A organização, ainda conforme o MP, utilizava documentos falsos, corrompia agentes públicos e inseria dados falsos no sistema informático do Detran, transferindo a propriedade do automóvel para um dos integrantes do esquema.

As investigações couberam ao Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas, braço especializado do MP-BA. O Gaeco estima que o réus teriam causado prejuízo de R$ 721.772,00 às vítimas.

Na denúncia, aceita formalmente na sexta-feira (22), O Gaeco informa que, considerando toda a Bahia, esse tipo de crime provocou prejuízo acima de R$ 9,5 milhões.

DENUNCIADOS

Foram denunciados Valdinei dos Santos Luz, indicado como líder do grupo e recrutador de pessoas que figuravam como locatárias de veículos; os despachantes Eduardo Rebouças da Silva e Adroaldo Guache Filho, que seriam responsáveis pela inserção de dados falsos nos sistemas informáticos; e Fred Jorge Aragão Ramos, que atuaria em conjunto com os despachantes.

Completam a lista de réus Fábio Luís Aragão Ramos, irmão de Fred Ramos, que teria participado de transferência de veículo; e Fábio Santana de Matos, servidor do Detran que teria recebido propina por supostos malfeitos.

Rui e Fernando durante visita do governador a Itabuna || Foto de arquivo Pedro Augusto
Tempo de leitura: < 1 minuto

Quis o destino que o agropecuarista e político Fernando Gomes, cinco vezes prefeito de Itabuna, morresse a quatro dias do aniversário de 112 anos da emancipação política do município. O governador Rui Costa (PT), que já havia lamentado o falecimento do ex-prefeito, falou do significado de Fernando para a história grapiúna.

– Com absoluta certeza, já tem seu nome marcado na história de Itabuna. Como toda pessoa de personalidade forte e muito autêntica, teve um número de seguidores enorme e, evidente, outros que, ao longo da sua vida política, o contestaram. Agora, à unanimidade, o reconhecimento de que ele deixa uma marca importante na história política de Itabuna – declarou Rui, nesta segunda-feira (25), em Riachão das Neves, onde cumpre agenda de trabalho.

Rui afirmou que teve o prazer do convívio com Fernando Gomes e com a família do ex-prefeito, hospedando-se na residência dele nas visitas a Itabuna, durante o último mandato de Fernando (2017-2020).

Aos familiares do ex-prefeito, o governador desejou confiança em Deus como forma de conforto. “Só a fé em Deus ajuda a confortar, e é isso que eu desejo nesse momento”.

Desde o início da tarde de hoje (25), o corpo de Fernando Gomes é velado no Teatro Candinha Doria. O enterro será amanhã (26), às 14h, no Cemitério Campo Santo, em Itabuna. Rui Costa cancelou visita que faria amanhã a Camaçari e estará presente no sepultamento.

Confira declaração do governador.

Segundo caso suspeito é de pessoa que fez viagem recente à Europa
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) identificou o segundo caso suspeito de varíola dos macacos em Ilhéus, neste sábado (23), quando uma pessoa com sintomas da doença deu entrada no Hospital Regional Costa do Cacau.

A coordenadora do Núcleo Regional Sul da Sesab, Domilene Borges, informou ao PIMENTA que a segunda pessoa internada com os sintomas da infecção – febre e erupções cutâneas – fez viagem recente à Europa e não tem relação com o primeiro caso suspeito de Ilhéus, também descoberto na semana passada (veja aqui).

A confirmação ou o descarte dos dois casos depende das análises laboratoriais conduzidas pelo Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA), em Salvador. Segundo Domilene Borges, hoje, o Lacen descartou suspeita de infecção identificada em Camamu, no baixo-sul baiano.

Na Bahia, três pessoas testaram positivo para a doença, todas moradoras de Salvador. Elas estão em isolamento e passam bem. No total, o estado tem 23 casos suspeitos de varíola do macacos.

Programa beneficia empresas com receita bruta de até R$ 4,8 milhões em 2021
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Caixa Econômica Federal iniciou, nesta segunda-feira (25), a oferta de empréstimos com garantia do Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe). A linha de crédito é voltada para negócios que obtiveram receita bruta de até R$ 4,8 milhões em 2021.

O prazo total da operação é de 48 meses, sendo 11 de carência e 37 parcelas de amortização. A taxa de juros é Selic + 6% ao ano. Hoje, a Selic está a 13,25% ao ano. O valor máximo da operação é de R$ 150 mil por empresa. Esse limite não considera os valores contratados em outros anos.

O empréstimo pode ser utilizado para investimentos e capital de giro isolado ou associado ao investimento. É possível também realizar reformas e adquirir máquinas e equipamentos, utilizar os recursos para despesas operacionais, como pagamento de salários, compra de matérias-primas, mercadorias, etc.

Mulher se emociona durante cortejo do corpo de Fernando Gomes
Tempo de leitura: < 1 minuto

Um cinegrafista amador registrou o momento em que uma mulher foi às lágrimas quando o cortejo do corpo do ex-prefeito Fernando Gomes passava pelo Centro de Itabuna, na manhã desta segunda-feira (25). Ao fundo, a música Amigo na voz de Roberto Carlos. A cena resume o clima pesaroso na atmosfera da cidade. Assista.

O corpo de Fernando chegou no início desta tarde ao Teatro Candinha Doria, onde é velado. O enterro será às 14h desta terça-feira (26), no Cemitério Campo Santo.

O jornalista e advogado Walmir Rosário, em artigo publicado hoje, recupera a trajetória de Fernando e o significado dele para a história de Itabuna (leia aqui).

Fernando Gomes foi fenômeno da política sul-baiana || Foto Divulgação
Tempo de leitura: 4 minutos

 

Como deputado federal remou contra a maré, mexendo com os poderosos ao propor a criação do Estado de Santa Cruz, dividindo a Bahia em dois estados. Sofreu uma grande campanha contra nos meios de comunicação, mas não se abateu.

 

Walmir Rosário 

Amados por muitos, odiado por alguns, assim era o político Fernando Gomes. Em toda sua história acumulou um cabedal político invejável, se elegendo prefeito de Itabuna por cinco vezes, deputado federal por duas vezes, uma delas o mais votado. Neste domingo (24), em que nos deixou, li numa postagem da História de Itabuna: “Todo o itabunense já foi fernandista pelo menos uma vez na vida”. Concordo plenamente!

Político altivo, Fernando Gomes sabia como ninguém conquistar seus eleitores, pelo jeito simples e sincero de tratá-los como se fossem amigos de infância, apesar de conhecê-los recentemente. Entrava nas casas e só parava na cozinha, após destampar as panelas, comer um tira-gosto, perguntar pelo cafezinho e sentar-se no sofá para trocar uns dois dedos de prosa. Muitos o criticavam chamando-o de populista, oportunista, aproveitador.

O bom mesmo era o resultado nas urnas, elevando Fernando Gomes um fenômeno político. Destemido, nos comícios encarava os adversários políticos, chamando-os para a briga, até mesmo com armas, se necessário. Nunca precisou chegar às vias de fato, limitando-se ao bate-boca através do microfone, como fazia com o todo-poderoso Antônio Carlos Magalhães.

Prefeito de Itabuna, sempre era convidado por Calixtinho Midlej para jantar com Antônio Carlos Magalhães, de forma civilizada, quando o assunto a ser tratado era o desenvolvimento de sua cidade. Um exemplo foi a vinda da Nestlé quando ainda secretário da Administração do prefeito José Oduque, inaugurada na gestão Fernando Gomes como prefeito.

Mas qual foi a escola política do menino nascido em Itamirim – hoje Firmino Alves – outrora município de Itabuna? O velho Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), acompanhando seu irmão, o ex-deputado estadual Daniel Gomes. Àquela época o PTB era chefiado pelo deputado Aziz Maron, que foi líder do governo Getúlio Vargas na Câmara dos Deputados, portanto, político graduado e de muitas regalias.

E o próprio Fernando Gomes foi beneficiário da experiência e poder de Aziz Maron, que o indicou para cargo na Estrada de Ferro Ilhéus-Conquista e, posteriormente para o Instituto de Pensão e Aposentadoria dos Comerciários (IAPC). Pessoa capaz de fazer novos amigos, Fernando vai trabalhar por conta própria, agora na comercialização de gado em toda a região.

Com a reorganização partidária, se muda com o irmão Daniel para o Movimento Democrático Brasileiro (MDB), e se torna o braço-direito do prefeito José Oduque, que o indica como sucessor. Daí pra frente passou a caminhar com passos largos, deu continuidade à modernização de Itabuna, asfaltando a cidade, construindo obras importantes como escolas, ginásio de esportes e outros equipamentos urbanos.

Já na primeira campanha como candidato a prefeito, Fernando Gomes sofreu todo o tipo de difamação, na qual os adversários tentavam apresentá-lo como um homem que sequer sabia falar e sem competência para o cargo. Ouvindo o professor Flávio Simões, deu o troco aos adversários usando como marketing o apelido de Fernando Cuma, aproximando-o ainda mais das pessoas mais carentes.

Técnico em contabilidade e acadêmico em direito, deixou a faculdade para cuidar melhor dos interesses de Itabuna, como gostava de explicar sua saída da Fespi. Conhecia como ninguém o orçamento do município e as prioridades do investimento e custeio, tinha na memória todos os números, sem a necessidade de recorrer a fichas e computadores, o que deixava seus colaboradores assustados nas reuniões.

Por ser amado e odiado, era o político mais discutido de Itabuna e região, muitas das vezes mal interpretado pelo tom de voz alto e frases ininteligíveis, o que dava munição aos adversários. Como bom político que era, não guardava mágoas e tratava a oposição simplesmente como adversária, nunca como inimiga, tanto assim que fazia acordos com o centro, a direita e a esquerda, cumprindo-os, todos.

Em sua penúltima administração, resolveu, de uma tacada só, eliminar mais de mil cargos de confiança da estrutura do município, o que não foi bem recebido pelos eternos seguidores. Em seguida, promoveu um concurso público para diversos cargos, agora criticado pela oposição, de que seria um simples conchavo para colocar os amigos na prefeitura. Um grande engano. Como primeira medida indeferiu a participação de um secretário no concurso.

O político Fernando Gomes nunca ficou em “cima do muro” nas questões sobre Itabuna, às vezes aumentando a tensão em alguns temas. Na sua penúltima administração resolveu organizar a cidade, devolvendo as praças públicas ao povo, retirando ambulantes de todos os tipos e até moradores. Não se importou com as ferrenhas críticas e foi elogiado ao concluir as obras. O mesmo aconteceu no Centro Comercial.

Em 1992 deixou os petistas atônitos, assim que seu candidato, José Oduque, perdeu a eleição para Geraldo Simões. Enquanto eles reclamavam que recorreriam à justiça para conhecer as contas do município, no dia seguinte Fernando publica decreto formalizando a transição (a primeira democrática de Itabuna), colocando secretários e documentos à disposição do futuro governo.

Como deputado federal remou contra a maré, mexendo com os poderosos ao propor a criação do Estado de Santa Cruz, dividindo a Bahia em dois estados. Sofreu uma grande campanha contra nos meios de comunicação, mas não se abateu. A cada final de gestão prometia se aposentar, cuidar de suas fazendas, mas sempre voltava à prefeitura revelando que tinha sido chamado pelo povo.

O mesmo povo que agora o reverencia na sua partida. Morto, sim, mas sempre lembrado!

Walmir Rosário é radialista, jornalista e advogado.

Motorista ignora faixa de pedestres diante de semáforo quebrado || Foto Pimenta
Tempo de leitura: 2 minutos

O conjunto semafórico do cruzamento da Rua da Linha com a Avenida Canavieiras, no Centro de Ilhéus, está quebrado há quase dois anos. Próximo a quatro escolas, o ponto de travessia é muito usado por estudantes.

Sem a sinalização eletrônica, quando saem da Canavieiras, motoristas costumam parar sobre a faixa de pedestres enquanto esperam a oportunidade de virar à direita para acessar a Rua da Linha (imagem abaixo). Dessa forma, bloqueiam a passagem e aumentam o risco da travessia para quem transita a pé.

Carro parado sobre faixa de pedestres em cruzamento

Há cinco meses, o superintendente de Trânsito de Ilhéus, Valci Serpa, informou ao PIMENTA que a Prefeitura estudava a substituição daqueles semáforos por uma rotatória (relembre).

A Superintendência de Trânsito e Transporte (Sutran) concluiu que a implantação de rotatória naquele cruzamento seria inviável e decidiu substituir os semáforos quebrados por equipamentos novos, segundo explicou Serpa ao PIMENTA, nesta segunda-feira (25), via aplicativo de mensagens. Ele acrescentou que, dos 16 conjuntos semafóricos da cidade, apenas aquele não funciona.

Perguntamos se houve problema com o processo licitatório para a contratação de empresa responsável pela manutenção dos semáforos.

– O processo está na Procuradoria-Geral do Município. Está aguardando só a saída pra lançar o edital, para que a gente possa fazer tanto a compra de dez redes semafóricas. […] E também o contrato de manutenção se encontra na Secretaria de Gestão, em fase de fazer o edital, para mandar pra Procuradoria-Geral do Município – respondeu Valci Serpa.

Segundo ele, em 30 ou 60 dias, a depender da celeridade da Procuradoria-Geral do Município, a Sutran substituirá os semáforos do cruzamento citado.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Numa nota assinada pelo presidente Erasmo Ávila (foto), a Câmara de Itabuna prestou homenagem ao ex-prefeito Fernando Gomes, morto neste domingo (24), aos 83 anos, após complicações decorrentes de forte crise hepática. A nota informa suspensão das atividades legislativas, nesta segunda-feira, por causa do luto decretado em Itabuna e em toda a Bahia.

“Dono de uma trajetória política intensa, Fernando também foi deputado federal e será eternamente lembrado por administrar o município em cinco mandatos, ser o responsável por grandes obras e uma indiscutível liderança, reconhecida por todos que o conheceram”.

CORTEJO

O corpo do ex-prefeito chegou a Itabuna às 10h50min, seguindo em cortejo por bairros e principais avenidas do município sul-baiano. O velório ocorrerá no Teatro Municipal Candinha Doria, com missa de corpo presente prevista para as 17h. O enterro será às 14h desta terça-feira (26).

Corpo de Fernando Gomes será velado no Teatro Municipal Candinha Doria
Tempo de leitura: < 1 minuto

O corpo do ex-prefeito Fernando Gomes deverá chegar às 10h desta segunda-feira (25) ao aeroporto de Ilhéus. Haverá cortejo fúnebre com o corpo sendo transportado em caminhão do Corpo de Bombeiros de Ilhéus até Itabuna.

Uma das mais fiéis amigas do político em cerca de 40 anos de caminhada, a ex-secretária Maria Alice Pereira informou que o cortejo seguirá pelos bairros de Itabuna e principais avenidas.

O corpo será velado no Teatro Candinha Doria, obra concluída no último mandato do político como prefeito de Itabuna (2017-2020) e executada pelo município e governo estadual.

Também já estão definidos data e horário de sepultamento. O enterro será às 14h desta terça-feira (26), no Cemitério Campo Santo. Haverá uma missa de corpo presente às 17h, no Candinha Doria. Fernando era católico e devoto de Nossa Senhora das Graças.

Fernando Gomes faleceu na tarde deste domingo (24), exatamente 10 dias após ser internado com forte crise hepática. O estado clínico do paciente se agravou durante os dias e vários órgãos paralisaram.

No sábado (23), a equipe médica decidiu pela amputação de uma das pernas para tentar impedir o avanço de bactéria identificada desde quando ele fora internado no Hospital Aliança. Porém, não houve regressão e Fernando veio a falecer na tarde deste domingo.

O prefeito Moacyr Leite Júnior com pastores uruçuquenses || Foto Divulgação
Tempo de leitura: < 1 minuto

O prefeito Moacyr Leite Júnior (UB) retomou a rotina de trabalhos da gestão, após se recuperar de problemas de saúde, e anunciou a realização da Marcha para Jesus em setembro, em Uruçuca.

O prefeito se reuniu com membros da Associação de Pastores de Uruçuca para discutir a edição da Marcha. “Estamos em fase de construção do projeto. Assim que definirmos o que for necessário, divulgaremos para toda a população”, disse.