Colégio Vitória anunciou decisão nesta sexta-feira (24)
Tempo de leitura: < 1 minuto

A direção do Colégio Vitória, em Ilhéus, suspendeu as aulas presenciais das turmas do 8º e 9º anos do Fundamental e 1ª e 2ª séries do Ensino Médio, a partir desta sexta-feira (24), depois que uma professora da instituição testou positivo para covid-19. As turmas afetadas voltarão à escola no dia 4 de outubro e, antes disso, terão aulas remotas.

O colégio informa que a educadora tem sintomas leves da doença e passa bem. As famílias foram orientadas a testar os estudantes para confirmar ou descartar a possibilidade de contágio.

Longa fila e atraso na vacinação irritam idosos e acompanhantes || Reprodução Blog do Bené
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Itabuna iniciou com atraso de uma hora, nesta sexta (24), o drive-thru para aplicação da dose de reforço da vacina contra covid-19 em idosos acima dos 80 anos, no Teatro Candinha Doria, no loteamento Nossa Senhora das Graças. A vacinação estava programada para começar às 9h, mas a aplicação de imunizante começou com uma hora de atraso, às 10h.

Uma empresária estava com a mãe, de 90 anos, e a tia, de 85, para serem imunizadas. Ela chegou à fila do drive-thru por volta das 7h. Não era só o atraso na vacinação que deixava a empresária e as idosas irritadas.

Segundo ela, a espera era ainda mais cansativa para as idosas, porque a equipe de imunização do drive-thru não dava satisfação, não explicava a razão do atraso.

Já em contato com o PIMENTA, um empresário lamentou o descaso do município com os idosos. “Começaram a vacinar agora, com uma hora de atraso e depois de muita reclamação”, disse ele.

OUTRO LADO

Por meio de nota, a Secretaria de Saúde informou que ocorreu atraso no início da vacinação porque a lona da estrutura do toldo montado no local de imunização foi arrancada pela ventania. “Uma equipe responsável pela montagem do toldo já está se dirigindo ao local para resolver o problema e dar início o mais breve possível à aplicação das vacinas”, informa a nota. Atualizado às 10h37min.

Itacaré começa a vacinar adolescentes a partir dos 12 anos
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Itacaré começou a aplicar vacina contra covid-19 em pessoas acima de 12 anos. As pessoas a serem imunizadas devem procurar o Colégio Municipal Maria Benjamina, sempre das 8h às 12h e das 13h30mim às 16h30min, de segunda a sexta-feira. Já em Taboquinhas, a imunização acontece no Posto de Saúde Maria de Lourdes, das 8h às 14h.

De acordo com o serviço de Vigilância Epidemiológica, a vacinação também ocorrerá nas unidades de saúde. Às segundas-feiras, a imunização contra a Covid-19 será na Passagem. Às terças, no posto da Rua da Linha. Já nas sextas-feiras, há vacinação nas unidades de saúde do Bairro Novo e da Marambaia.

Na zona rural, a vacinação também está ocorrendo nas unidades de saúde. Além da unidade Maria de Lurdes, no distrito de Taboquinhas, a imunização contra a Covid-19 está sendo realizada às segundas-feiras, nos postos Lia Nascimento e Jairo Carneiro, e nas sextas-feiras no Posto de Saúde de Água Fria.

Anvisa determina recolhimento de lotes de vacina contra a covid-19
Tempo de leitura: 3 minutos

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou o recolhimento de alguns lotes da vacina CoronaVac, contra a covid-19, que foram interditados após constatação de que “dados apresentados pelo laboratório não comprovam a realização do envase da vacina em condições satisfatórias de boas práticas de fabricação”.

A determinação foi anunciada hoje (22) por meio da Resolução (RE) 3.609, que determinou o recolhimento dos lotes da CoronaVac que já haviam sido interditados de forma cautelar pela Resolução (RE) 3.425, de 4 de setembro de 2021.

No dia 3 de setembro, a agência foi comunicada pelo Instituto Butantan que o parceiro na fabricação DA vacina CoronaVac, o laboratório Sinovac, havia enviado para o Brasil 25 lotes na apresentação frasco-ampola (monodose e duas doses), totalizando 12.113.934 doses, que foram envasados em instalações não inspecionadas pela Anvisa.

LOTES INTERDITADOS

Segundo a Anvisa, 12.113.934 doses de lotes cujo recolhimento foi determinado pela Anvisa já foram distribuídos. São eles: IB: 202107101H, 202107102H, 202107103H, 202107104H, 202108108H, 202108109H, 202108110H, 202108111H, 202108112H, 202108113H, 202108114H, 202108115H, 202108116H e L202106038.

Diante da situação, e “considerando as características do produto e a complexidade do processo fabril, já que vacinas são produtos estéreis (injetáveis) que devem ser fabricados em rigorosas condições assépticas”, a Anvisa adotou medida cautelar com o objetivo de mitigar um potencial risco sanitário.

Em nota divulgada há pouco, a agência informa que, desde a interdição cautelar, avaliou todos os documentos encaminhados pelo Instituto Butantan, “dentre os quais os emitidos pela autoridade sanitária chinesa”.

“Os documentos encaminhados consistiram em formulários de não conformidades que reforçaram as preocupações quanto às práticas assépticas e à rastreabilidade dos lotes”, detalha a nota.

A Anvisa acrescenta que também fez a análise das documentações referentes à análise de risco e à inspeção remota realizadas pelo Instituto Butantan, “e concluiu que permaneciam as incertezas sobre o novo local de fabricação, diante das não conformidades apontadas”.

Leia Mais

Hospital de Campanha, que funcionava ao lado do Base, é fechado após queda de internações em UTIs
Tempo de leitura: 2 minutos

A queda de 80% do número de internações em leitos de terapia intensiva (UTI) para vítimas da covid-19 no município levou a Prefeitura a encerrar as atividades do Hospital de Campanha de Itabuna. A unidade foi aberta somente para atender vítimas do novo coronavírus e passou a funcionar em 29 de março passado com 20 leitos clínicos e 20 de terapia intensiva.

Numa nota, há pouco, a prefeitura informou que o hospital “terá seus leitos desmobilizados em razão do progresso da vacinação e da melhora nos casos graves do novo coronavírus no município. Também, pelo fim do contrato com a empresa.”

Quando o hospital foi inaugurado pelo prefeito Augusto Castro e o então secretário estadual de Saúde, Fábio Vilas-Boas, as ocupações de leitos UTI variavam de 70% a 100% de ocupação no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (HBLEM) e no Hospital Calixto Midlej Filho (HCMF), acumulando filas de espera por uma vaga de leito. Nestes seis meses, 257 pacientes foram internados na enfermaria e 176 nos leitos de UTI, conforme balanço divulgado pela Secretaria de Saúde de Itabuna.

Nos últimos 20 dias, o Censo de ocupação dos leitos UTI Covid-19 em Itabuna aponta uma média de 36% a 20% em todas as unidades. Deste percentual, apenas quatro ocupações são no Hospital de Campanha. Segundo a Prefeitura, “os custos com a manutenção da estrutura chegaram a R$ 400 mil mensais, a locação de equipamentos em torno de R$ 390 mil, enquanto a gestão da unidade demandou investimentos de R$ 1,4 milhão”.

OUTRA REALIDADE

A secretária municipal de Saúde, Lívia Mendes Aguiar, vê hoje uma outra realidade da guerra ao covid-19 com o avanço da vacinação. “Nesta semana, já estamos contemplando, na vacinação contra o coronavírus, pessoas com idade a partir de 14 anos. Graças ao avanço dessa imunização em Itabuna, os casos graves de Covid-19 decresceram consideravelmente”, afirma

Lívia Mendes enfatiza que com um novo cenário mais propício, a unidade deixa de ser uma necessidade no município. Com isso, gastos direcionados para a locação e manutenção do HCI não serão mais necessários. Com a desativação do Hospital de Campanha, Itabuna passa a ter 50 leitos no hospitais de Base e Calixto Midlej Filho para atender vítimas da Covid-19, dos quais 26 são de terapia intensiva.

O município ainda mantém duas Unidades de Referência para Pacientes com Síndromes Respiratórias Agudas (gripários), em Nova Ferradas, e no antigo Sesp, no Centro, e uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA24H), no Monte Cristo, com capacidade para atender pacientes com sintomas do Covid-19 ou com síndrome respiratória aguda grave.

Lacen identifica variante do coronavírus por meio de sequenciamento genético || Foto Paula Fontes
Tempo de leitura: < 1 minuto

O Laboratório Central de Saúde Pública da Bahia (Lacen-BA) detectou, por meio de sequenciamento genético, mais dez amostras da variante Delta da Covid-19 no estado. Estes novos casos foram identificados em pacientes de Senhor do Bonfim (2), Sapeaçu, Conceição do Almeida, Salvador (2), Vereda, Medeiros Neto (2) e Vitória da Conquista. Um dos casos evoluiu para óbito. A idade dos pacientes varia de 1 a 45 anos. São três homens e sete mulheres.

Com estes novos registros, a Bahia tem ao todo 14 casos confirmados da variante, com dois óbitos. Os quatro primeiros foram identificados em residentes de Feira de Santana, Vereda e Prado, além de um tripulante de um navio ancorado em Salvador. Apesar da detecção desses novos casos da Delta, a variante Gamma (antiga P.1, originária em Manaus) ainda é responsável por quase 80% das infecções no estado.

A secretária da Saúde da Bahia em exercício, Tereza Paim, alerta que a principal medida para conter o avanço da Covid-19 e, por consequência, a variante Delta, é o avanço da vacinação. “É importante que as pessoas busquem as unidades de saúde para tomarem o imunizante contra a doença, incluindo também a dose de reforço. O esquema completo de vacinação dá uma maior garantia de defesa contra a Covid-19”, ressalta.

Confira horários e postos de vacinação em Itacaré
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria de Saúde de Itacaré iniciou a vacinação de adolescentes de 15 anos ou mais contra covid-19. Na sede do município, o atendimento ocorre no Colégio Municipal Maria Benjamina, das 8h às 12h e das 13h30min às 16h. No distrito de Taboquinhas, a vacinação é feita no posto de saúde Maria de Lourdes, das 8h às 14h.

Às segundas-feiras, em Taboquinhas, a vacinação também acontece nos postos Lia Nascimento e Jairo Carneiro e, às sextas-feiras, no posto de saúde de Água Fria.

Adultos que não tomaram a vacina ainda podem se dirigir aos locais citados para recebê-la.

Além disso, o município convocou os idosos acima de 70 anos vacinados há 6 meses para a aplicação da 3ª dose do imunizante. A convocação também vale para pessoas com o sistema imunológico debilitado, que devem receber a 3ª dose da vacina 28 dias após a 2ª.

Vacina contra covid-19 passou em testes feitos com crianças de 5 a 11 anos
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Pfizer e a BioNTech disseram hoje (20) que sua vacina contra covid-19 induz resposta imune robusta em crianças de 5 a 11 anos de idade. Os laboratórios vão pedir que a vacina seja aplicada no público dessa faixa etária às autoridades dos Estados Unidos (EUA), da Europa e de outros locais.

As empresas dizem que a vacina gerou resposta imune nas crianças de 5 a 11 anos em seu ensaio clínico de fases 2 e 3, e os resultados se equivalem ao que observaram anteriormente nas pessoas de 16 a 25 anos.

Além disso, o perfil de segurança do imunizante também foi, em geral, comparável ao da faixa etária mais elevada, dizem as fabricantes.

Vacinação de adolescentes será retomada na segunda-feira (20)
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Prefeitura de Ilhéus anunciou que vai retomar nesta segunda-feira (20) a vacinação de adolescentes de 12 a 17 anos contra covid-19. O atendimento havia sido suspenso por recomendação do Ministério da Saúde, mas a Comissão Intergestores da Bahia (CIB) decidiu pela retomada da imunização desse público. Clique aqui para ver os locais de vacinação em Ilhéus.

Trabalhadores da Emasa completam ciclo vacinal
Tempo de leitura: < 1 minuto

Esta sexta-feira (17) foi dia de vacinação para funcionários da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa), que receberam a 2ª dose da vacina da Pfizer contra covid-19. O atendimento ocorreu no campus da UniFTC.

Os trabalhadores da Emasa tomaram a 1ª dose da vacina de 22 a 26 de junho e tinham o dia de hoje agendado para completar o ciclo vacinal, o que foi estimulado pela direção da empresa.

“Há uma grande preocupação da atual gestão da empresa com a saúde dos colaboradores. Por isso, alteramos as atividades para que todos pudessem receber a segunda dose da vacina contra o covid-19”, disse Raymundo Mendes Filho, presidente da Emasa.

A secretária da Saúde em exercício Tereza Paim
Tempo de leitura: < 1 minuto

A secretária da Saúde da Bahia em exercício, Tereza Paim, anunciou nesta sexta-feira (17) que a Bahia vai retomar a vacinação de adolescentes sem comorbidades contra covid-19, conforme posicionamento firmado hoje pela Comissão Intergestores Bipartite (CIB), que reúne representantes do estado e de todos os municípios baianos.

A decisão da CIB contraria o Ministério da Saúde. Na última quarta-feira (15), a pasta recomendou a suspensão do atendimento desse público. O ministro Marcelo Queiroga disse que o governo federal tomou a iniciativa para avaliar os casos de reações adversas.

Ao anunciar a posição da CIB, Tereza Paim destacou que a medida tem o respaldo técnico da Sociedade Baiana de Infectologia, da Sociedade Brasileira de Infectologia e da Vigilância Epidemiológica do Estado.

Além disso, o uso da vacina da Pfizer em adolescentes de 12 a 17 anos foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Autoridades sanitárias de diversos países também autorizaram a imunização de menores de 18 anos. Nos Estados Unidos, a Pfizer pediu autorização para que seu imunizante seja usado em crianças de 6 meses a 5 anos.

Itabuna terá que adotar medidas para aplicar a segunda dose contra a Covid-19
Tempo de leitura: < 1 minuto

A estratégia de cobertura vacinal completa de servidores e trabalhadores do município de Itabuna foi definida, nesta quinta-feira (16),  durante reunião no Ministério Público da Bahia (MP-BA). Entre as ações deliberadas estão a identificação e convocação de todos os servidores que ainda não compareceram para tomar a segunda dose da vacina.

O MP-BA cobrou do município esclarecimento sobre a falta de campanha educativa sobre a importância da segunda dose.  Durante o encontro, foi definido que a Prefeitura de Itabuna solicite das empresas a relação dos trabalhadores com a imunização completa, sob pena de suspensão de alvará de funcionamento, caso haja alguém com esquema vacinal atrasado.

Ficou estabelecido ainda que o município estudará a possibilidade de encaminhar à Câmara de Vereadores projeto de lei que estipule prazo para cada servidor municipal comprovar a conclusão do esquema vacinal, com previsão de instauração de Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) e afastamento provisório do servidor até apuração dos fatos e motivos da ausência de vacinação completa.

MAIS DE 50% SEM A SEGUNDA DOSE

A coordenadora de Imunização da Saúde de Itabuna, Camila Brito, informou, durante a reunião, que quase 53% dos professores e servidores de educação municipais ainda não concluíram a cobertura vacinal, apesar de já estarem dentro do prazo para aplicação da segunda dose e de não ter faltado vacina.

Participaram da reunião os promotores de Justiça Renata Caldas Lazzarini, Suzila Ribeiro, Inocêncio de Carvalho, a secretária municipal de Saúde Lívia Mendes,  a secretária de Segurança e Ordem Pública, Mariana Alcântara, o secretário de Transporte e Trânsito, Thales Rodrigues, e o procurador-Geral do Município, Álvaro Ferreira.

Suspensão da vacina para adolescentes sadios segue recomendação do Ministério da Saúde
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna suspendeu a vacinação contra covid-19 de adolescentes sem comorbidades, a partir desta quinta-feira (16), após recomendação do Ministério da Saúde para todos os estados e municípios brasileiros.

Na justificativa da recomendação, publicada ontem (15), o Ministério da Saúde não cita o posicionamento da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre a vacinação desse público. No último mês de junho, o órgão autorizou o uso da vacina da Pfizer em adolescentes com 12 anos ou mais.

A pasta alega que a Organização Mundial da Saúde não recomendou a imunização de adolescentes sadios.

O que a Nota Informativa do Ministério não menciona é que a OMS também não se posicionou contra a vacinação de menores de 18 anos. O organismo internacional apenas recomenda que faixas etárias maiores e pessoas com a saúde debilitada tenham prioridade em relação a crianças e adolescentes saudáveis.

Vacinação está suspensa nesta quinta-feira (16) em Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

A Secretaria Municipal de Saúde (Sesau) informa que a vacinação contra a Covid-19 está suspensa nesta quinta-feira (16) para planejamento de estratégia em Ilhéus. A Pasta vai reunir profissionais para atualizar normas e procedimentos, além de reavaliar o público-alvo da campanha, que nesta etapa contempla pessoas com idade igual ou superior a 17 anos.

A Sesau destaca que não há grupos com aprazamento da 2ª dose para este dia 16. O serviço será retomado normalmente nesta sexta-feira (17), de acordo com informativos divulgados nos canais oficiais da Prefeitura.

Novas cargas com vacinas da Pfizer e da Astrazeneca chegam ao estado || Foto Sesab
Tempo de leitura: < 1 minuto

Na manhã desta quinta-feira (16), a Bahia recebeu mais 166.140 doses de vacinas da Pfizer/BioNtech. O avião com a carga pousou no aeroporto de Salvador às 9h35min.

À tarde, a Bahia receberá uma nova remessa com 95.250 doses da vacina Oxford/AstraZeneca, prevista para às 14h15min. São 261.390 doses, no total, a serem recebidas hoje.

Com esta nova carga, a Bahia chegará ao total de 18.231.508 doses de vacinas recebidas, sendo 6.793.918 da Sinovac/Coronavac; 6.846.830 da Oxford/AstraZeneca; 4.329.660 da Pfizer e 261.100 da Janssen.