Câmara anunciou decisão conjunta dos vereadores nesta sexta
Tempo de leitura: < 1 minuto

Os vereadores de Ilhéus anunciaram hoje (12) a redução dos seus vencimentos mensais em 19%. Ao invés de R$ 12 mil, passarão a receber por volta de R$ 10 mil. A medida também alcança os salários dos funcionários em cargos comissionados.

De acordo com a Câmara de Ilhéus, o duodécimo de 2021, fatia dos recursos municipais que a Casa recebe, sofrerá diminuição de R$ 695 mil comparado com o do ano passado. Além disso, o número de parlamentares cresceu de 19 para 21. Os dois fatores motivaram a decisão anunciada nesta sexta.

Ainda segundo a Câmara, caso a despesa não fosse reduzida, o Poder Legislativo infringiria o limite legal de 70% dos recursos do duodécimo que podem ser empregados para bancar os custos do funcionalismo e dos agentes políticos.

A medida vai gerar economia anual de R$ 2,1 milhões, conforme previsão da Casa do Povo.

Presidente da Amurc, Marcone destaca papel do Litoral Sul na regularização de resíduos
Tempo de leitura: 2 minutos

O presidente da Amurc e prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral, participou da reunião de trabalho, no Teatro Candinha Doria, em Itabuna, comandada pelo presidente do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável – Litoral Sul, Tonho de Anízio. Marcone parabenizou o secretário de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Sedur), Nelson Pelegrino. O titular da Sedur anunciou que o CDS-LS vai aportar o projeto piloto que vai estruturar e organizar a destinação correta e o manejo dos resíduos sólidos no Território Litoral Sul.

Marcone disse estar muito feliz em ver o interesse do Governo do Estado no Consórcio Litoral Sul, aportando o projeto piloto que será exemplo para toda a Bahia. “Nós saímos extremamente otimistas. Foi uma das reuniões mais produtivas direcionada para os resíduos sólidos que tivemos. Os prefeitos e prefeitas da região estão empenhados na resolução dos resíduos sólidos”.

Participaram do encontro prefeitos e representantes dos municípios de Itabuna, Ilhéus, Itapé, Jussari, Itaju do Colônia, Una, Coaraci, Floresta Azul, Ibicaraí, Barro Preto, Ubaitaba, Aurelino Leal, Arataca, Maraú e Itapitanga. Ainda estiveram presentes representantes dos Consórcios da Mata Atlântica e do Consórcio Interfederativo de Saúde Policlínica Regional de Itabuna e Ilhéus, e o deputado estadual e líder do Governo Rui Costa na Assembleia Legislativa, Rosemberg Pinto.

APELO A ILHÉUS E ITABUNA

O presidente do Consórcio e prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, fez um apelo aos gestores de Itabuna e Ilhéus para que possam se associar, tendo em vista que a participação dos maiores municípios da região é importante na tomada de decisões em benefício do sul da Bahia. “Nós prefeitos precisamos fazer o dever de casa lá no início, na coleta seletiva para que a sociedade entenda e possa replicar. Esse é o passo principal, começar na nossa casa, partir para os prédios públicos”.

A correta destinação dos resíduos sólidos é uma determinação da Lei 12.305, de 2010. Ela exige dos setores públicos e privados o gerenciamento correto dos resíduos. “A ideia é estruturar e organizar a destinação dos resíduos sólidos na região visando transformar o projeto piloto em uma experiência exitosa para ser replicado em outras cidades do Estado”, afirmou Pellegrino.

Tempo de leitura: 2 minutos

Tonho de Anízio defende união dos municípios para projetos comuns

O prefeito de Itacaré e presidente do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território Litoral Sul, Antônio de Anízio, voltou a defender a união dos municípios na discussão e busca de soluções para problemas comuns, a exemplo dos resíduos sólidos. Nesta quinta (11), Anízio, representantes do Governo do Estado, Assembleia Legislativa da Bahia e municípios regionais discutiram como organizar e estruturar a destinação correta e o manejo dos resíduos sólidos.

O prefeito de Itacaré observou que a união é importante, pois os municípios, sozinhos, não têm condições de fazer o gerenciamento de resíduos de forma individualizada. “Através do consórcio, com o apoio do estado e também da sociedade será possível criarmos a solução para o destino correto aos resíduos sólidos”, disse, otimista, Antônio de Anízio no encontro ocorrido no Teatro Candinha Doria.

“Nós gestores precisamos fazer o dever de casa lá no início, na coleta seletiva para que a sociedade entenda e possa replicar. Esse é o passo principal, começar na nossa casa, partir para os prédios públicos. Esse debate fortalece a nossa vontade de resolvermos a situação do descarte dos lixos em toda a nossa região”, complementou.

PROJETO PILOTO

Durante o encontro o secretário estadual de Desenvolvimento Urbano (Sedur), Nelson Pelegrino, adiantou que o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Território Litoral Sul foi definido pelo Governo do Estado como o projeto piloto da ação para a eliminação de lixões. Pelegrino explicou que a ação parte de uma determinação da Lei 12.305 de 2010, que diz sobre a Política Nacional de Resíduos Sólidos e exige dos setores públicos e privados o gerenciamento correto dos resíduos.

Na apresentação, o secretário também destacou que o Território Litoral Sul produz 6% dos resíduos sólidos do Estado da Bahia, mas apenas 15% dos municípios tem o plano Municipal de Resíduos Sólidos. Segundo Nelson Pelegrino, um diálogo permanente vem sendo construído na Sedur junto com os municípios, tendo em vista a necessidade de regularização em conjunto dos resíduos, principalmente nas cidades menores, abaixo de 50 mil habitantes.Leia Mais

Economia ao adotar política de qualidade do gasto na Bahia
Tempo de leitura: 2 minutos

Nos últimos seis anos, a Bahia obteve economia real de R$ 7,8 bilhões nas despesas com o custeio da administração como resultado da política de Qualidade do Gasto Público implantada em 2015,  logo no início da primeira gestão do governador Rui Costa.

De acordo com a Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-BA), outro índice do sucesso da metodologia é o fato de que o valor efetivamente gasto nesta área permaneceu nos mesmos patamares, chegando a registrar pequena redução no comparativo entre 2018 e 2020.

O cálculo leva em conta a inflação do período e concentra-se nas despesas de custeio, ou seja, aquelas relacionadas aos gastos com a manutenção da administração estadual, a exemplo de água, energia e material de consumo. Estes valores não incluem os gastos com atividades finalísticas, como aquelas que, na área de Saúde, foram destinadas a combater os efeitos da pandemia do coronavírus.

O dinheiro economizado, de acordo com o secretário da Fazenda, Manoel Vitório, ajudou a preservar o equilíbrio das contas e a ampliar os investimentos. “Ao liberar recursos de custeio para investimento público, a qualidade do gasto é diretriz estratégica para a melhoria efetiva nos indicadores de áreas como saúde, educação, segurança e emprego e renda, metas prioritárias do governo baiano”, lembra o secretário. Além disso, acrescenta, “o Estado segue dispondo de recursos para o pleno funcionamento dos serviços públicos e a garantia da paz social”.

PANDEMIA

Entre 2015 e 2020, a Bahia somou R$ 14,8 bilhões em investimentos públicos, mantendo-se em segundo lugar no país neste quesito, atrás apenas de São Paulo e aplicando mais que o governo paulista em termos de proporção do orçamento. Um bom exemplo está na área de Saúde, na qual foram investidos R$ 1,7 bilhão entre 2015 e 2020, criando uma infraestrutura que mostrou-se fundamental para a bem sucedida estratégia de enfrentamento aos efeitos da pandemia do novo coronavírus a partir de março de 2020.Leia Mais

Oziel Bastos e Paulo César
Tempo de leitura: < 1 minuto

Na sessão desta quarta-feira (10), o Tribunal de Contas dos Municípios da Bahia (TCM-BA) rejeitou as contas do exercício financeiro de 2019 da Prefeitura de Camacan. A Corte multou o ex-prefeito Oziel Rodrigues Bastos, Oziel da Ambulância (PSD), em R$ 36.450,00. Já o atual prefeito, Paulo César de Oliveira (Podemos), que foi vice-prefeito de Oziel e governou por três meses naquele ano, recebeu multa de R$ 12.150,00. A gestão infringiu a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) e admitiu servidores sem realizar concurso público, apontaram os conselheiros do TCM.

Conforme a decisão, a Prefeitura não adotou medidas para reduzir o percentual da Receita Corrente Líquida (RCL) usado para cobrir as despesas com o funcionalismo. Os gastos com pessoal chegaram a R$ 42.215.243,65, o que equivale a 69,21% da RCL do município em 2019, que foi de R$ 60.996.050,74.

Segundo o TCM, Oziel Bastos também não recolheu duas multas, o que gerou prejuízo de R$53.600,00 aos cofres públicos.

Oziel e Paulo também foram multados em mais R$8 mil e R$2 mil, respectivamente, por outras irregularidades apontadas pela equipe técnica do Tribunal.

A Corte considerou baixa a cobrança da Dívida Ativa do Município, identificou falta de recursos para quitar despesas de 2019 e apontou divergências no pagamento da remuneração devida aos agentes políticos.

Os técnicos do TCM também identificaram irregularidades em procedimentos licitatórios, a exemplo de deficiência de publicidade e contratações feitas de forma direta, sem respaldo legal.

O prefeito Moacyr Leite, deputado Paulo Azi e o vice-prefeito Dinho Argôlo
Tempo de leitura: < 1 minuto

Durante audiência com o deputado federal Paulo Azi (DEM-BA), o prefeito Moacyr leite obteve do parlamentar a garantia de que irá viabilizar recursos para reforço de patrulha mecânica e obras em Uruçuca, por meio de emendas próprias e ao Orçamento Geral da União (OGU). A audiência ocorreu em Salvador.

Dentre as solicitações feitas pelo prefeito, estão o maquinário para melhoramento das estradas vicinais – retroescavadeira e rolo, construção de vestiários e campo de areia no Estádio Ferreirão, nova creche e uma nova escola, a construção do parque municipal, ao lado do Centro Administrativo Rubi Mancuso, reforma completa do Mercado Municipal, a qualificação e construção de praças no Município, além de abastecimento de água para regiões da zona rural.

O prefeito Moacyr Leite Júnior, acompanhado do vice-prefeito Dinho Argôlo, solicitou, ainda, investimentos para o tratamento do esgoto, pavimentação, represa do Balneário de Serra Grande, carro com Consultório Odontológico para zona rural e alambrado do campo de Serra Grande.

Moacyr ressaltou o apoio incondicional do deputado federal, Paulo Azi na viabilização de recursos para melhorias no Município. “Como eu disse na campanha, não descansaremos um só dia e vamos trabalhar muito pra que nossos munícipes sintam cada vez mais orgulho da nossa terra”, afirmou o prefeito.

Funcionários da Câmara passam por testagem em massa
Tempo de leitura: < 1 minuto

Após testagem em massa que detectou oito casos ativos de covid-19 e 21 de pessoas que tiveram contato com o novo coronavírus, a presidência da Câmara de Itabuna decidiu suspender as atividades abertas ao público por, pelo menos, 10 dias. Foram testadas 104 pessoas no Legislativo. As restrições começam a valer nesta quarta (10), após publicação no Jornal Oficial.

Nestes 10 dias, o acesso às dependências da Câmara ficará restrito e as sessões poderão ser acompanhadas pelas redes sociais da Casa, conforme a decisão assinada pelo presidente, Erasmo Ávila, e pelo primeiro-secretário da Casa, Israel Cardoso.

Segundo a biomédica Priscila Dias Carilo, da Vigilância Epidemiológica de Itabuna, foram identificados oito casos ativos e outros 21 daqueles que tiveram contato prévio com o coronavírus. “Na maioria dos funcionários foi detectado o anticorpo IGG, indicando que essas pessoas já tiveram contato com o vírus anteriormente, já tiveram Covid”, explicou.

A profissional conduziu a testagem com a enfermeira Tatiana Oliveira e a técnica em laboratório Patrícia Marçal, além dos também biomédicos Káriton Bronze, Natália Santana e Jéssica Oliveira. “Se a pessoa testou positivo pela primeira vez hoje [IGM reagente], a orientação é para 10 dias de isolamento. Porque pode, sim, estar transmitindo. Se após esse prazo não estiver mais com os sintomas, pode solicitar alta ligando para a Vigilância”, alertou Jéssica.

Ela detalhou, ainda, que se o servidor apresentar sintomas após os 10 dias, tem que estender mais um pouco até tais sinais irem embora. “Só que, neste caso, a pessoa tem que passar por um médico, para ele estender mais esses dias”, detalhou, informando que nova testagem será realizada.

Fabrício visitou instalações do centro e solicitou providências à Prefeitura
Tempo de leitura: < 1 minuto

As condições de funcionamento do Centro de Zoonoses de Ilhéus motivaram críticas do vereador Fabrício Nascimento (PSB), vice-presidente da Câmara Municipal de Ilhéus, durante a sessão desta terça-feira (9), no Plenário Gilberto Fialho. O parlamentar apresentou requerimento solicitando da Prefeitura a urgente revitalização do espaço e dos equipamentos por considerar a unidade de extrema importância para o município.

“O espaço físico encontra-se em estado de abandono, com diversas infiltrações e mofo que se alastra nas paredes afetadas”, disse. O local, na opinião do vice-presidente da Câmara, está impróprio para o trabalho dos servidores e para a realização de procedimentos que resultam no atendimento aos animais capturados por abandono ou maus-tratos.

Segundo Fabrício, o espaço também precisa de equipamentos para realização de procedimentos cirúrgicos ou curativos. Durante a visita ao Centro de Zoonoses de Ilhéus, o vereador foi recebido perla veterinária Karine, que trabalha no local.

Por volta das 17h desta terça, o PIMENTA fez contato com a Secretaria Municipal de Comunicação para ouvir o governo sobre a opinião do vereador. Não obtivemos resposta até o momento. O espaço está aberto, caso a Prefeitura queira se pronunciar.

Jamil Ocké, Kácio Brandão e Enoch Andrade
Tempo de leitura: < 1 minuto

Nessa terça-feira (9), em decisão unânime da segunda turma da 1ª Câmara Criminal, o Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA) manteve, de forma integral, a sentença da juíza Emanuele Vita Leite Armede, da 1ª Vara Criminal de Ilhéus, que condenou o empresário Enoch Andrade Silva a 11 anos e 11 meses de prisão e os ex-secretários de Desenvolvimento Social de Ilhéus, Jamil Chagouri Ocké e Kácio Clay Silva Brandão, a nove anos de reclusão por crimes de fraudes em licitações.

No dia 15 de dezembro de 2020, a Corte começou a julgar o recurso dos réus, que pediram a revisão das penas. Suspenso após pedido de vistas do revisor, o juiz convocado Ícaro Almeida Matos, o julgamento foi concluído hoje. A relatoria do processo no TJ-BA coube ao desembargador Abelardo da Matta.

Tempo de leitura: < 1 minuto

Detalhes da obra foram discutidos por Tonho de Anízio e Jerônimo

O município de Itacaré vai receber uma nova escola da rede estadual, que ofertará, além do Ensino Médio regular, o técnico profissionalizante, com diversos cursos. O prefeito Antônio de Anízio se reuniu na tarde desta segunda-feira (8) com o governador Rui Costa, em Salvador, e também com o secretário estadual da Educação, Jerônimo Rodrigues.

Durante o encontro com Rui Costa, o prefeito falou da necessidade de uma nova escola, já que o Colégio Aurelino Leal, o único da rede estadual na sede do município, já não consegue atender ao grande número de estudantes. Já no encontro com o secretário estadual de Educação, Jerônimo Rodrigues, o prefeito discutiu detalhes da construção da nova escola estadual de Itacaré.

A nova escola será construída em uma área de aproximadamente 10 mil metros quadrados, muito mais ampla e moderna e com diversos espaços para as atividades físicas e de pesquisas, segundo Tonho de Anízio.

De acordo com o prefeito, além de possibilitar uma melhor estrutura e melhores condições de ensino, a nova escola vai garantir a profissionalização dos jovens e adultos, uma reivindicação da comunidade, preparando para o mercado de trabalho. Antônio de Anízio falou da importância do ensino técnico-profissionalizante criando novas oportunidades de geração de emprego e renda, formando novos profissionais e inserindo esses estudantes na vida profissional.

Jerônimo Rodrigues garantiu que a previsão é de que as obras sejam iniciadas em muito breve para que Itacaré tenha a sua nova escola estadual. No ano passado o secretário Jerônimo Rodrigues se reuniu em Itacaré com a secretária municipal de Educação, Eliane Camargo, onde visitou algumas áreas para a construção da nova escola estadual de Itacaré. O novo espaço deve ser anunciado já nos próximos dias.

Soane: melhor momento da economia de Ilhéus
Tempo de leitura: < 1 minuto

Do Agravo

O prefeito Mário Alexandre, Marão, vem estudando a viabilidade do nome da sua esposa, a ex-secretária de Assistência Social Soane Galvão, para candidatura a deputada estadual.

A candidatura pode ser pelo PSD, partido atual do prefeito e que tem o senador Otto Alencar como mandatário na região. Ao site PIMENTA, o senador afirmou que o partido estimula a candidatura de Soane.

Mas o PSD não é a única opção para a primeira dama. O PSC é outro partido que vem procurando Soane. Vale lembrar que a sogra de Soane, Ângela Sousa, foi deputada pelo PSC por dois mandatos. Confira mais no Agravo.

Cristiano, o suplente, é suspeito de encomendar a morte de Veronice
Tempo de leitura: 2 minutos

A Policia Civil investiga a participação do suplente da vereadora Veronice Romana, na tentativa de homicídio contra ela, na porta da casa onde a vítima mora, em Itapebi, no sul da Bahia. No último sábado (6), o órgão realizou buscas na casa e na fazenda do suspeito, mas ele não foi encontrado. Até a publicação desta reportagem, a polícia não tinha informações sobre o paradeiro do suplente, noticia o G1-BA.

A polícia afirma que uma das possibilidades é de que o atentado pode estar relacionado a ocupação do cargo de vereador, pois caso Veronice deixe a Câmara, o suspeito, identificado como Cristiano Pereira da Silva, poderá ocupar a vaga dela.

A tentativa de atentado aconteceu na última sexta-feira (5). Apesar do susto, a vereadora não ficou ferida. De acordo com a vítima, ela estava chegando em casa após uma caminhada, quando percebeu um carro parado com dois homens atrás dela. Um dos homens, que estava armado tentou atirar contra ela, mas a arma não disparou. A vítima suspeita que houve algum problema na arma de fogo.

Desde que tomou posse no dia 1º de janeiro deste ano, Veronice afirma que está sendo perseguida. Ela acredita que a tentativa tenha a ver com motivação política, no entanto, disse que não recebeu nenhum tipo de ameaça.

Após o depoimento da vítima, a polícia começou a investigar os interesses políticos como possível motivação do crime.

De acordo com a polícia, a esposa do suplente, informou para os policiais que ele havia acabado de tomar café e tinha saído. Entretanto, o órgão afirma que não havia vestígio que indicasse que ele realmente tomou café em casa.

O órgão informou que, em agosto de 2019, o investigado efetuou disparos durante uma discussão entre ele e a esposa. Na ocasião, o filho do casal, que tinha 12 anos, foi baleado.Leia Mais

Tempo de leitura: 2 minutos

O líder do governo na Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), deputado Rosemberg Pinto (PT), intermediou e participou, nesta segunda-feira (8), de audiências com o governador Rui Costa (PT) e prefeitos que presidem consórcios intermunicipais dos territórios de identidade do Litoral Sul e Médio Sudoeste. No total, 38 cidades estão associadas às entidades municipalistas.

“Esses prefeitos vieram resolver os problemas das suas cidades, mas não esqueceram de deixar uma agenda dos municípios associados aos consórcios, para que a gente possa melhorar a vida das pessoas nas duas regiões”, destacou o líder governista e principal interlocutor dos dois territórios junto ao Estado.

Em comitiva com membros do grupo político do parlamentar: o prefeito de Itajuípe e presidente da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (Amurc), Marcone Amaral (PSD); o prefeito de Itacaré e presidente do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Litoral Sul (CDS-LS), Antônio de Anízio; e Milton Cerqueira (Pode), prefeito de Almadina e presidente do Consórcio Policlínica Regional Itabuna Ilhéus (Ciscau). Nas audiências, os gestores apresentaram ao líder baiano demandas para o desenvolvimento regional e dos municípios que administram.

Rui Costa com Tonho de Anízio e o deputado Rosemberg Pinto

Responsável por 16 municípios, via o CDS-LS, Antônio de Anizío apresentou ao governador proposta de aquisição de maquinários para reforçar a frota do Consórcio. Tonho recebeu, do governador, a confirmação da construção de um novo colégio estadual e obras de intervenção na infraestrutura.

“Vários pleitos foram tratados e já despachados pelo governador. Estamos alegres e gratos com os nossos deputados, que continuam trabalhando pela nossa região”, comemorou o prefeito.

Recém-empossado como presidente da Amurc, que possui 35 municípios associados, Marcone destacou que a agenda na capital baiana, ao lado do deputado Rosemberg, vai dar celeridade a diversas obras que já estavam encaminhadas junto ao governo da Bahia. “Nós falamos sobre o novo Centro de Canoagem, falamos sobre calçamento, uma nova ponte e o governador foi muito solícito. Temos muita fé que logo, logo inauguraremos novas obras”, disse Amaral.

Milton com os deputados Bacelar, Rosemberg e Rui Costa

Milton Cerqueira resumiu a ida em grupo à governadoria. “Faz a diferença, só tenho que fazer elogios, porque realmente tem nos ajudado e tem feito muitas coisas pela nossa região”, concluiu o presidente do consórcio de saúde que possui 30 prefeituras conveniadas.

Na Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador, participaram do encontro com o govenador, além de Rosemberg e dos prefeitos, os deputados federais João Carlos Bacelar (Pode) e Paulo Magalhães (PSD).

Tempo de leitura: 2 minutos

Rui Costa recebe Tonho de Anízio e o deputado Rosemberg Pinto

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, se reuniu na tarde desta segunda-feira (8) com o governador da Bahia, Rui Costa, em Salvador, onde solicitou série de obras, convênios e serviços para o município. A audiência contou com a presença do deputado estadual Rosemberg Pinto, que também garantiu continuar o apoio através de emendas de obras e serviços para Itacaré. O secretário de Administração, Marcos Japu Souza, acompanhou o prefeito nos compromissos na capital.

Na lista de obras solicitadas pelo prefeito Antônio de Anízio e confirmadas pelo governador Rui Costa, está a construção da nova escola estadual de Itacaré, numa área de aproximadamente 10 mil metros quadrados, muito mais ampla e moderna e que incluirá também o ensino técnico-profissionalizante. De acordo com o prefeito, além de possibilitar melhor estrutura e melhores condições de ensino e de trabalho, a nova escola vai garantir a profissionalização dos jovens e adultos, preparando-os para o mercado de trabalho.

Tonho de Anízio, Rosemberg e secretário Marcos Japu na Governadoria

Outro pedido importante do prefeito Antônio de Anízio e também já confirmado pelo governador da Bahia foi a pavimentação das demais ruas do bairro da Concha, com piso sextavado, deixando o local ainda mais bonito. E, ainda na parte da infraestrutura, está a iluminação de toda a área do novo acesso às praias urbanas de Itacaré, “preparando cada vez mais a cidade para o desenvolvimento do turismo”.

SAÚDE

Já na área da Saúde, o prefeito solicitou ao governador um apoio no custeio para o funcionamento do Centro de Atendimento ao Coronavírus de Itacaré (CACI), na Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) que fica no Quilômetro 7, enquanto durar a pandemia do Covid-19.

Rui Costa destacou o trabalho desenvolvido pelo prefeito Antônio de Anízio na área de saúde, principalmente nesse período de pandemia, quando Itacaré foi a primeira cidade a implantar as medidas de combate ao coronavírus, e já autorizou convênio entre o Estado e o Município na ajuda de custeio para garantir o funcionamento da unidade.

Investimento em iniciativas sociais e ambientais é promessa de campanha de Vinícius Alcântara
Tempo de leitura: 2 minutos

Em janeiro, o vereador Vinícius Alcântara (PV) investiu R$ 3,9 mil na limpeza e terraplanagem da área onde funciona a Cooperativa de Catadores Consciência Limpa (Coolimpa), responsável pela coleta seletiva de Ilhéus. A iniciativa cumpre promessa de campanha do parlamentar, que vai destinar recursos do seu salário para projetos sociais e ambientais do município.

A obra, fundamental para a construção do prédio administrativo da cooperativa, é pleiteada pelos cooperados há, pelo menos, um ano, tornando-se realidade somente agora com o mandato voluntário de Vinícius. O vereador ainda tem apoiado a Coolimpa com assistência técnica, jurídica, contábil e de comunicação a fim de garantir mais eficiência na coleta e melhores condições de trabalho aos catadores.

“A prioridade é ajustar todas as áreas da cooperativa para que os cooperados tenham uma renda adequada e a Coolimpa seja vista como um agente socioambiental importante para manter a cidade mais limpa e sustentável”, explicou Vinícius.

A presidente da Coolimpa, Deizemeire Santos, agradeceu e parabenizou a iniciativa do parlamentar. “Todo apoio dado pelo vereador Vinícius e seus assessores tem sido fundamental para a manutenção e crescimento da cooperativa e, com isso, termos um serviço de coleta seletiva cada vez melhor”.

Os próximos passos, de acordo com o parlamentar, são a instalação de um muro e um portão na área a fim de garantir maior segurança para os cooperados, além de ampliar a coleta seletiva para condomínios, empresas e bairros que ainda não são atendidos pelo serviço.

Para isso, ele tem mantido discussões com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Sema), o Conselho Municipal de Meio Ambiente (Condema), o Grupo de Trabalho de Resíduos Sólidos, empresas privadas e organizações da sociedade civil, como o Instituto Nossa Ilhéus (INI), Grupo de Amigos da Praia (GAP) e Ecolev.

“Nos últimos três anos, como presidente do GAP e membro do Condema, atuei em parceria com outras instituições para melhorar o trabalho da cooperativa. Fico feliz de, agora como vereador, estar colaborando de forma mais efetiva para o fortalecimento da cooperativa”, ressaltou Vinícius.

COOLIMPA

A Cooperativa de Catadores Consciência Limpa (Coolimpa) foi fundada no ano de 2010, em Ilhéus, e conta hoje com 80 cooperados registrados, sendo 25 efetivos. A criação da cooperativa permitiu que várias famílias de catadores saíssem do Aterro Sanitário do Itariri e, com isso, pudessem iniciar um sistema de coleta e venda de material reciclável de forma eficiente, sustentável e segura, reduzindo a destinação de lixo ao aterro.

A cooperativa atende 22 bairros da cidade, recolhendo mensalmente, em média, 15 toneladas de materiais recicláveis, entre papel, papelão, cobre, alumínio, ferro e plástico. Para realizar a coleta, os cooperados dispõem, atualmente, de dois caminhões (um disponibilizado pela Prefeitura de Ilhéus e outro fretado pela cooperativa), além de um galpão, onde realizam a triagem, limpeza e venda do material para redes de reciclagem.